O oásis oculto

(The Hidden Oasis)

Paul Sussman

Literatura estrangeira, Suspense

Editora Bertrand Brasil

574 páginas

R$ 59,00

ISBN: 9788528616101

Sinopse

Uma aventura de rara imaginação, em que o autor aliou realidade e ficção

Paul Sussman, falecido precocemente em 2012, aos 45 anos, era considerado pela crítica um dos escritores de thriller mais inteligentes do século XXI. Assim como já ocorrido com O último segredo do templo, O oásis oculto comprovará ao leitor a técnica de um escritor em sua plena forma.

A trama desenrola-se em diversas localidades egípcias, com personagens cativantes e muitas pistas, às vezes falsas, às vezes verdadeiras. Quando o leitor tiver certeza de que decifrou todo o enigma, rapidamente vai se encontrar em completa escuridão. E aquele que aparentemente achar que se trata de um thriller longo devido às suas quase 600 páginas, vai se surpreender ao desejar mais ao fim da obra.

Egito, 2153 a.C. Um grupo de sacerdotes parte na calada da noite rumo ao deserto ocidental. Levam consigo um misterioso objeto. Semanas depois, após chegarem ao destino, todos eles cometem suicídio.

Albânia, 1986. Um avião decola da pista de pouso de Kukesi, no nordeste do país, com destino ao Sudão. A bordo, uma carga que mudará para sempre o destino da região. Em algum lugar do deserto do Saara, o avião desaparece.

Deserto ocidental, dias atuais. Um grupo de beduínos descobre um corpo mumificado e semienterrado nas dunas do deserto. Com ele, um rolo de filme fotográfico e um obelisco de barro em miniatura, com um curioso símbolo gravado nos quatro lados.

O Portal de Glasruhen

(the Glasruhen Gate)

Vol. 2 – As Aventuras de Jack Brenin

Catherine Cooper

Literatura estrangeira, Infantojuvenil

Editora Bertrand Brasil

238 páginas

R$ 29,00

ISBN: 9788528616095

Sinopse

A mistura perfeita de magia, mitologia, mistério e imaginação

Após o sucesso de A Noz de Ouro, Catherine Cooper apresenta O Portal de Glasruhen, a esperada sequência da série As Aventuras de Jack Brenin. Presente nas principais listas de mais vendidos da Inglaterra, o livro possui uma leitura dinâmica para adultos e uma brilhante introdução no gênero de fantasia para os mais jovens.

Os personagens, assim como a própria história, amadureceram neste segundo volume e, aliado ao suspense presente até a última página, compõem um romance que marcará gerações.

Vencedor, em 2010, do prêmio britânico para autores nunca publicados (Brit Writers Awards), com o livro A Noz de Ouro, ao concorrer com mais de vinte mil candidatos, Catherine Cooper traz de volta toda a beleza da mitologia celta em uma aventura para leitores de todas as idades.

Com a noz, sua varinha e novas habilidades, Jack Brenin está de volta e precisa completar sua missão: salvar Arrana, a Hamadríade (a árvore de vida) e todas as outras árvores. Durante essa jornada, o leitor conhecerá mitos nunca abordados por livros de fantasia.

Saiba mais em www.asaventurasdejackbrenin.com.br

 

Jacques Lacan, passado presente

(Jacques Lacan, passé présent)

Alain Badiou e Élisabeth Roudinesco

Não Ficção

Difel, selo editorial da Bertrand Brasil

96 páginas

R$ 25,00

ISBN: 9788574321257

Sinopse

Com Lacan, pensador da desordem, os autores interrogam a questão crucial da relação entre revolução política e subjetiva

Leitura fundamental para conhecer um dos homens mais influentes do século XX e os tentáculos de seu pensamento, que ainda hoje permeiam a sociedade, Jacques Lacan, passado presente, de Alain Badiou e Élisabeth Roudinesco, é uma conversa inteligente e ágil marcada por duas diferentes visões que se complementam e pintam um retrato fascinante deste que é considerado um dos homens mais importantes da psicanálise.

A primeira parte desse diálogo é dedicada aos encontros dos dois autores com Lacan. Primeiro um encontro social e, depois, um encontro com suas ideias, suas posições políticas, sua relação com a filosofia e o controle que ele exerceu sobre o mundo intelectual dos anos 1960 e 1970.

Na segunda parte do livro, os autores dialogam sobre a obra de Lacan: o que ela foi, o que resta dela e, sobretudo, o que ela pode propor à sociedade para o futuro, ajudando todos a enfrentar a angústia gerada pela crise e a lutar contra as tentações obscurantistas.

Quaisquer que sejam os pontos de desacordo entre Badiou e Roudinesco, os dois concordam em dois aspectos fundamentais: a importância do pensamento lacaniano nos dias atuais e as qualidades vanguardistas do psicanalista, que, no fim de sua vida, afirma Élisabeth, anunciou o aparecimento de flagelos atuais, como o racismo, o individualismo furioso e a demagogia de massa.

Boa leitura!