Olá!

Baseado em fatos reais ”O homem que venceu Hitler”  é um lançamento da Editora Gutemberg .

Leia o primeiro capítulo – aqui

Capa, ficha técnica e sinopse:

O homem que venceu Hitler – Um romance sobre tolerância e preconceito

Marcio Pitliuk
ISBN:  9788565383950
Editora:  Gutenberg
Número de páginas: 256
Encadernação: Brochura
Formato: 14 X 21 cm
Ano Edição: 2012

Sinopse

Duas famílias, duas perspectivas e uma situação histórica: o Holocausto. Narrada por personagens que viveram um dos mais dramáticos acontecimentos do século XX, fatos reais e fictícios se mesclam nesta obra para reconstruir histórias de vidas em meio à intensa e devastadora invasão do exército alemão nazista à Polônia. O prestigiado escritor e cineasta Marcio Pitliuk resgata aqui a saga de personagens marcados por encontros, desencontros e reencontros, em que o amor, a traição, o ódio, o medo e a dor se cruzam, para refletir sobre os significados da tolerância e do preconceito.

Baseado em depoimentos reais de sobreviventes do Holocausto, Pitliuk constrói uma narrativa em que intercala ficção e episódios autênticos, em ritmo cinematográfico. Um thriller com profunda fundamentação histórica, que prende a atenção do leitor com recursos estéticos como flash backs e descrições factuais minuciosas. O romance abre as portas para conhecer, por uma perspectiva literária, muito além do que já foi registrado sobre quem viveu a tragédia do Holocausto.

Sobre o autor – Marcio Pitliuk é publicitário, escritor e cineasta. Há anos se dedica ao estudo e divulgação do Holocausto. Lançou o livro e o filme Marcha da Vida, que documenta o evento mundial que leva milhares de pessoas todos os anos aos campos de concentração nazistas. Dirige e coproduz o filme Sobrevivi ao Holocausto, previsto para ser lançado em 2013. O homem que venceu Hitler é o seu primeiro romance, escrito a partir de depoimentos que ouviu ao estudar o maior crime da história da humanidade. É de sua autoria os livros Iidiche Mamma Mia, Afagos Amargos e Luz Líquida, e os livros e filmes 100 anos de imigração judaica do leste europeu e 200 anos de imigração judaica do Mediterrâneo.

 

Boa leitura.

See ya!

Rosana