Olá!

Entre nós é o novo romance de Lygia Barbiére Amaral – jornalista, escritora, oradora, autora de várias obras de sucesso – focaliza a causa de doenças e a interferência de espíritos perversos em nosso destino.

“Entre nós” é um romance que nos esclarece e orienta, pois aborda questões importantes sobre o drama vivido pelos personagens que são assediados por espíritos obsessores, dentre os quais um se destaca: Makoto Hiroshi, samurai da época do Japão feudal que perambula pelo Brasil em busca de vingança.

Como se sabe, a obsessão é um problema de hoje e de sempre; drama existencial que atinge o cotidiano de muita gente.

Otávio , pai da jovem Denysia e Luan , é frequentemente atormentado pelo Samurai.

A esposa Denise, desencarnada, não se conformando com o segundo casamento de Otávio, perturba Saméa, a esposa , que fragilizada com a perda da filha caçula, (Larinha) acaba tendo sérios problemas de saúde por causa da depressão.

O espírito de Denise, sempre ao lado de Saméa, não lhe dá trégua, interfere em todos os aspectos de sua vida . “A cabeça de Denise está a mil. Pensava em Saméa, na doença que tivera, na doença do filho Luan. Onde estaria o elo de causa e efeito que ligava sua última existência a todos aqueles acontecimentos? Teria sido uma pessoa muito ruim na encarnação anterior para merecer passar por tantos sofrimentos?

A vizinha, Ana, tenta convencer Saméa que a depressão nasce de um processo obsessivo de ação negativa e persistente de espíritos sobre ela. O fundo espiritual da depressão é a abertura que Saméa está dando, com os próprios pensamentos, para espíritos mal intencionados se aproximarem e perturbá-la. O Samurai trás para perto de Saméa uma legião de maus espíritos, impossibilitando-a até de sair de seus aposentos.

Denysia, adolescente, nas brincadeiras do “compasso”, por ter mediunidade, fica à mercê de espíritos brincalhões. Luan, o mais novo, está com suspeita de câncer.

Sayuri, esposa do veterinário Gilberto, que já teve, em encarnação passada, sua vida entrelaçada à de Otávio, aparece, em boa hora, para socorrer, como pode, a família em apuros.

Otávio, apesar de manter postura equilibrada, não encontra a paz, pois se sintoniza com o obsessor cada vez que pesquisa sobre os samurais.

Acertos e erros se sucedem até que os velhos padrões mentais, de hábitos negativos, foram ficando para trás. Obstáculos começam a ser vencidos.

“Cada alma trás no seu planejamento de vida uma missão a cumprir” no cotidiano, quer seja pessoal, social, familiar, no trabalho, não importa.

Muitas de nossas doenças e estados depressivos criamos por nos afastarmos dessa missão a que nos propusemos. É importante educar nossos pensamentos, ter consciência do poder que temos” utilizando nossa capacidade vibratória através daquilo que a mente produz. “ Podemos assim, fazer muito bem ou muito mal.

Um livro muito bem escrito com capa e diagramação impecáveis. Recomendo

Capa, ficha técnica e sinopse

Entre nós

Lygia Barbiére Amaral
ISBN:  9788572532075
Editora:  Petit
Número de páginas: 576
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2012

Sinopse

Em pleno século 21, Otávio – um dos personagens do romance Entre nós – é vítima de Makoto Hiroshi, um terrível vingador do passado. Apresentando no corpo espiritual as marcas da violência que sofreu há séculos, o antigo guerreiro japonês usa uma capa negra, rasgada, e uma espada quebrada e enferrujada. Entidades sombrias o acompanham, apresentando-se como soldados japoneses do século 17.

No desenrolar de Entre nós entendemos porque Makoto Hiroshi, um samurai desencarnado há séculos perambula no Brasil, em pleno século 21, em busca de vingança. Suas vítimas, encarnadas – Oka, Ryoji, Hatsuko, Tadashi, Sumniko, entre outros – ignoram o quanto o fantasma do passado – acompanhado de seus leais guerreiros –, empenha-se em prejudicá-los.

Boa leitura.

See ya!

Rosana