Olá! vocês sabem que sempre convido blogueiras amigas para participações especiais e hoje é a vez da

Fê do blog Brilho das Estrelas , com a resenha do super lançamento da Seguinte.

Esse livro a Valery ( super sortuda) ganhou no evento ” A Seleção” , mês passado na livraria NoveSete. A Valery é colaboradora aqui também 🙂

O livro permanece com a mesma história de A Seleção, agora a protagonista América e apenas mais 5 garotas estão na disputa pelo coração do príncipe Maxon, mas ela passará pouca e boas quando aceitar seus sentimentos por ele, e fará de tudo para que o amor prevaleça. Diante desta difícil esconha, Maxon é obrigado a diminuir o quadro de selecionadas, mas é claro que há preferidas, o que deixará um clima tenso no ar.

Os rebeldes tanto do sul quanto do norte, atacarão o palácio por diversas vezes, o que acaba colocando a vida de muitos em perigo.

Gosto muito da forma que Kiera escreve, simples, sucinta e rápida, em A Elite, a história se desdobra facilmente a cada página do livro.

Não posso deixar de mencionar que Aspen continua na disputa acirrada pelo coração de América, mais de decidido e lindo que nunca, por ter se tornado um soldado do palácio, agora ele faz parte da casta 2 e claro que o coração de América será terrivelmente balançado.

Com ótima trama, falando também sobre política, força, traição, amor, desejo, e muitos outros sentimentos, foi uma leitura extremamente rápida e positiva, a história flue e prende muito o leitor.

Os protagonistas são ótimos, de personalidade forte e decididos, Kiera traz muitos coadjuvantes, que em nada deixam a desejar.

Recomendo a todo tipo de leitor, a capa está bela, diagramação e páginas bem feitas, a Seguinte caprichou nesse livro que já é sucesso.

Leia um trecho – AQUI

Capa, ficha técnica e sinopse:

A Elite

The Elite

Kiera Cass
ISBN:9788565765121
Editora: Seguinte
Número de páginas: 360
Encadernação: Brochura
Formato: 14 X 21 cm
Ano Edição: 2013

Sinopse

A vida no palácio não era tão ruim quanto America imaginava. Ou melhor: com todos os mimos e privilégios que estava tendo, ela já mal se lembrava de como era pertencer à casta Cinco. Ser Um, em compensação, era fácil: suas criadas eram costureiras talentosíssimas e faziam vestidos maravilhosos; os banquetes e as festas que frequentava eram incrivelmente divertidos; e o conforto em que vivia agora seria impensável alguns meses atrás. Além de tudo, quando sentia saudade de casa, tinha Aspen por perto.

Ele era compreensivo, companheiro e tinha decidido colocar sua vida em perigo por ela – afinal, o que aconteceria se alguém descobrisse que, além de guarda do palácio, era ex-namorado de uma das candidatas? Era com Aspen que America contava nas horas mais difíceis. Por outro lado, o príncipe Maxon era atraente, bondoso, carinhoso e – o mais importante – desejava America mais do que qualquer outra garota da Elite.

Mas, além de estar com o coração secretamente dividido, também era difícil lidar com o fato de que aceitar Maxon significava ter que aceitar uma coroa. America não tinha certeza se gostaria de ser uma princesa. Apesar da vida glamorosa, havia tantas coisas com as quais ela não concordava e que permaneciam sem explicação: por que o palácio sofria tantos ataques rebeldes? O que era reivindicado? Por que os castigos aos infratores tinham de ser tão violentos? O que estava por trás daquele regime de castas tão cruel?

O tempo está acabando e as dúvidas de America só aumentam.

Boa leitura