por Davi Ramos

Ano congelado, hipotético, inverossímil e absurdamente atual. Um número estanque, seco, que configura a densidade de um experiência insignificante protagonizada por um tal Winston Smith. Romance dispótico escrito há 65 anos retrata uma sociedade cujo passado se esvai e o futuro nasce da falsificação, da incapacidade de expressar-se e da força bruta do Estado de Ignorância. Contudo, necessidades básicas vigiadas e garantidas à massa engrossada pelo infeliz Winston que ganha a vida adulterando documentos públicos.

Inúmeros questionamentos surgem durante a leitura. Especialmente com relação ao entendimento do que é a Verdade, de se fazer as coisas erradas pelos motivos certos, o poder que forja o extraordinário e dá forma ao caos…

Todos monitorados por Big Brother. Sim, o reality show plim plim é baseado no princípio da vigilância permanente do livro a na mesma redução bestificante decorrente que anualmente nos é oferecido, com um porém salvador: o controle remoto!

Mas nem sempre existe escolha. Recentemente Edward Snowden ,um espião norte americano, denunciou um sistema PRISM estadunidense que vigia conteúdos de comunicação privada, principalmente na internet, de pessoas comuns. É a “polícia do mundo” tornando-o seguro, previsível e de olho em quem aqui escreve.

 

Leia um trecho

Capa, sinopse, ficha técnica

1984

George Orwell
ISBN:  9788535914849
Editora:  Companhia das Letras
Número de páginas: 416
Encadernação: Brochura
Formato: 14 X 21 cm
Ano Edição: 2009
Tradução: Heloisa Jahn e Alexandre Hubner

Também disponível em eBook

Sinopse

Winston, herói de 1984, último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceânia não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O’Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que “só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade: só o poder pelo poder, poder puro”.

 

“O maior escritor do século XX.” – Observer

 

“Obra-prima terminal de Orwell, 1984 é uma leitura absorvente e indispensável para a compreensão da história moderna.” – Timothy Garton Ash, New York Review of Books

 

” A obra mais sólida e mais impressionante de Orwell.” – V. S. Pritchett

O Autor

Pseudônimo de Eric Arthur Blair, nasceu em 1903, na Índia, onde seu pai trabalhava para o império britânico, e estudou em colégios tradicionais da Inglaterra. Jornalista, crítico e romancista, é um dos mais influentes escritores do século XX, famoso pela publicação dos romances A revolução dos bichos (1945) e 1984 (1949). Morreu de tuberculose em 1950. Fonte : Site Cia das Letras

 

Você pode comprar o livro nos links abaixo e ainda ajudar o Livrólogos :)

Saraiva

Livraria da Travessa

Livraria da Folha

Boa leitura.