Por Thais Averaldo

Começo não recomendando a ler a resenha quem não leu ao primeiro livro ou a quem não assistiu à primeira temporada da série de televisão. O segundo livro da série de George R. R. Martin consegue manter uma narrativa detalhada e fascinante, mesmo que sem toda a trama repleta de traição do primeiro livro e seu desenvolvimento rápido o livro não deixa nada a desejar.

No epílogo do livro somos apresentados ao Deus da Luz, quem segue esse Deus é a rainha de Stannis Baratheon, rainha sim pois Stannis proclama para si o Trono de Ferro. Quem também reivindica o trono dos Sete Reinos é Renly, o irmão caçula de Stannis, que possui o apoio de todo o Sul dos Sete Reinos. Stannis se vê desesperado ao saber dos aliados do irmão caçula e sua carência em apoio e condições financeiras para financiar a guerra contra Renly e os Lannister. E sem se importar com os meios para se atingir um fim Stannis se rende ao Deus da esposa e através de Melisandre de Asshai, uma sacerdotisa vermelha, temos o início da investida do legítimo rei de Westeros.

Se ganância e ambição são dois ingredientes perfeitos para se travar uma guerra, um outro ingrediente que fará a mistura entrar em ebulição é a VINGANÇA! Robb Stark é proclamado por seus vassalos como Rei do Norte,  mas a motivação dos Stark para a guerra é vingar a morte de Eddard Stark.

Ainda do clã Stark temos a luta de Arya pela sobrevivência depois de ter fugido da Porto Real e de ser morta pelos capangas da rainha. Já Sansa é prisioneira no castelo e sonha com um cavaleiro de armadura que a salve de seu tormento e a leve de volta a Winterfell. Os dois únicos Starks em Winterfell, Bran e Rickon, enfrentam um inimigo que consideravam como família. Catelyn tenta ser útil mas de nada serve, só serviu para me irritar nos capítulos por ela narrados (único contra dos livros são os capítulos que ela narra).

O Stark bastardo (e querido de 9 entre 10 leitores) Jon Snow agora enfrenta os desafios além da Muralha quando um destacamento de Patrulheiros vão a procura de seu tio ou de respostas do motivo pelo qual ele não voltou.

Outro personagem querido dos leitores é Tyrion Lannister que agora ocupa o cargo de Mão do Rei e tenta limpar as sujeiras feitas pela irmã, mas como sempre cheio de sarcasmo e ironias que tanto cativaram no primeiro livro.

Ainda somos apresentados a novos personagens como Lorde Davos, o Senhor das Cebolas, e fiel seguidor de Stannis por dever a ele tudo o que é.

Temos também o ponto de vista não explorado no primeiro livro de Theon Greyjoy, que foi feito refém quando criança e criado em Winterfell por Ned Stark, agora ele foi enviado para negociar o apoio de seu pai rei das Ilhas de Ferro com Robb Stark. Mas ele quer mais, muito mais.

Temos ainda Daenerys Targaryen e seus dragões, nesse livro entretanto ela ainda está se fortalecendo. Mas seus dragões trazem inveja e desejo aos olhos estranhos e isso pode ser um problema no desenvolver dos próximos livros.

Em resumo é isso. Esse livro, presumo, seja mais uma introdução ao massacre que virá em “A Tormenta de Espadas”, realmente não sei da verdade mas dizem que tem muitas mortes nesse livro, por isso a ação é dada em doses homeopáticas e não em grandes doses, mas não imaginem que não terão surpresas e ação.

Capa, ficha técnica e sinopse

A Fúria dos Reis

As Crônicas de Gelo e Fogo – Vol. 2

George R. R. Martin
ISBN:  9788580440270
Editora:  Leya Brasil
Número de páginas: 656
Encadernação: Brochura
Formato: 17 X 24 cm
Ano Edição: 2011

Também disponível em eBook

Sinopse

Em A fúria dos Reis, o segundo livro da aclamada série As crônicas de gelo e fogo, George R. R. Martins segue a épica aventura nos Sete Reinos, onde muitos perigos e disputas ainda estão por vir. Além dos combates que se estendem por todos os lados, a ameaça agora também chega pelo céu, quando um cometa vermelho como sangue cruza o céu ameaçadoramente. Uma terra onde irmão luta contra irmão e a morte caminha na noite fria, nada é o que parece ser, e inocência é uma palavra que não existe. Quando os reis estão em guerra, a terra toda treme!

Boa leitura.

Você pode comprar o livro no link abaixo e ainda ajudar o Livrólogos :)

Submarino

Saraiva

Livraria da Folha

Fnac