Esse foi o segundo livro de um autor nacional que eu li na minha vida. Até então eu não conhecia quase nenhum autor de ficção brasileiro e, quando via algum livro, ele não me empolgava. E na hora de escolher entre o autor nacional e o bestseller, eu acabava optando pelo segundo. Eu sei, uma vergonha. Mas aí, um dia, uma amiga me emprestou Procura-se Um Marido, também da Carina Rissi. Eu não fazia ideia de que era uma autora brasileira, amei a capa do livro, adorei a proposta da história e mergulhei de cabeça. E não poderia ficar mais feliz de começar minha viagem pela literatura nacional com Max e Alicia (Malicia para os íntimos).

Depois disso, acabei conseguindo ler Perdida e, em um primeiro momento, fiquei chocada com a versatilidade de Carina. Como ela consegue criar dois mundos tão diferentes? É incrível como Perdida não tem nada que se relacione com Procura-se um Marido. E isso me deixou muito feliz. Me faz imaginar o que ela vai criar para o próximo livro. A história de Perdida é narrada por Sofia, uma mulher aficionada por tudo de tecnológico que você possa imaginar, daquelas bem viciadas que não passam dez minutos sem dar uma olhadinha no celular. E é justamente por isso que ela quase enlouquece quando seu precioso cai na privada. Ela corre para comprar outro, e é atendida por uma vendedora muito eficiente e simpática, que lhe mostra um celular que seria perfeito para ela. Só que esse celular maravilhoso faz ela viajar no tempo (!!!) e parar em outro século. Com pessoas que, obviamente, ela não conhece, com costumes que não são os dela. Ela, sem lenço nem documento (válidos na época, pelo menos), tem que descobrir o que ela procura, para voltar à sua vida normal. Mas ela nem sabia que estava a procura de alguma coisa!

É assim que somos conduzidos, levados pela incerteza e humor de Sofia, pelas páginas desse romance. Você, com certeza, também vai se apaixonar pelos outros personagens do livro que, mesmo narrado em primeira pessoa, não deixa de fora os sentimentos dos outros personagens. A única coisa que me incomodou um pouquinho foi o excesso de gírias que a Sofia usa. Mas é engraçado ver Sofia tentar se acostumar aos costumes de uma outra época, enquanto procura entender como sair de lá. Chorei no fim do livro, e ri durante toda a narrativa. Mal posso esperar para que saia Perdida 2 (SIM! Vai ter continuação!). E o melhor: essa semana a autora anunciou que compraram os direitos de Perdida para virar filme! É ou não é para vibrar? Muito bom ver os autores brasileiros sendo reconhecidos pelo seu trabalho fantástico.

CAPA, FICHA TÉCNICA, SINOPSE

Perdida – Um Amor Que Ultrapassa as Barreiras do Tempo

Carina Rissi
ISBN: 9788576862444
Editora: Verus
Número de páginas: 364
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2013

SINOPSE

Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa – ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo – e lindo – Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos… “Perdida” é uma história apaixonante com um ritmo intenso, que vai fazer você devorar até a última página.

Compre o livro em um dos links abaixo e ajude o Livrólogos :)

Saraiva

Livraria da Travessa

Livraria da Folha