Matthew Quirk – Os 500


Neste romance de estreia, Matthew Quirk impressiona os leitores com uma história rápida e sagaz, que já foi traduzida para mais de vinte línguas e que chegará em breve aos cinemas.

Por Valery

Os 500 refere-se as 500 pessoas mais poderosas em Washington, geralmente aqueles que vão puxando as cordas do lado de fora e a seu bel prazer.

Mike Ford foi contratado direto da Harvard Law School para se juntar ao Grupo Davies, a mais poderosa empresa de consultoria de Washington. O objetivo do Grupo Davies é fazer com que as coisas aconteçam para os seus clientes, o que geralmente envolve, convencer um ou mais dos 500 a concordar com algo. Como um jovem ambicioso que cresceu na pobreza e com um pai muito vigarista, Mike chega para dar nova perspectiva para o Grupo Davies, composto por intelectuais privilegiados.

Os 500 centra-se no mistério – o que os chefes de Mike estão escondendo? O que eles querem com um suposto criminoso de guerra? Por que eles estão deixando Mike de fora? Pode Mike confiar neles? Mike começa esta história, já não sendo mais um inocente. Ele foi treinado pelo pai para ser um vigarista, e desde então, tem lutado para viver no lado direito da lei. Infelizmente, o seu emprego no Grupo Davies, obriga-o a usar suas habilidades suprimidas de vigarista, e ser o primeiro a ter sucesso, e mais tarde para sobreviver.

O Grupo Davies foi fundado por Henry Davies, que construiu seu império sobre o princípio de que todos são corruptíveis. Há uma inversão de interessante aqui – os cumpridores da lei “mocinhos” irão manipular as pessoas para a corrupção, e tentar quebrar a lei antiga de Mike, onde alguns conhecidos podem ser os únicos em que ele pode confiar. É uma velha aposta, e eu acho que Quirk mandou bem demais. Em um ponto, perto do fim, apenas para esclarecer, aacontece uma história, de uma outra maneira fascinante, um conto de moralidade que eu gostaria que tivesse sido tratado de maneira mais sutil, porém não tira o brilhantismo da ideia.

Amei o relacionamento entre Mike e seu pai. Mike tentou toda a sua vida não se tornar como o pai. Ainda no início do livro, vemos o tamanho dessa influência. Gostei do jeito que a compreensão de Mike por seu pai desenvolve-se , ele sente isso, de modo mais genuíno do que o romance com uma colega de trabalho; o que acrescentou um toque de emoção para este thriller. A subtrama romântica estava muito boa.

No geral, a melhor parte de “Os 500” é o mistério. Gostei de não conseguir descobrir o que o Grupo Davies estava fazendo, nem de poder dizer que Mike podia confiar neles. Mas eu sabia que o Grupo Davies, parte do princípio de que todo mundo é corruptível. O mistério foi rápido, convincente e emocionante, com reviravoltas inesperadas. Um monte de cenas de ação e reviravoltas coincidentes, foram um pouco rebuscadas, e provavelmente funcionam melhor em um filme do que num livro. Assim, apesar do cenário ser Washington DC, não considero Os 500 um thriller político – Eu sei que há grandes consequências políticas para as ações do Grupo Davies, mas a narrativa foi muito bem focada nas experiências de Mike dentro da empresa, para explorar um quadro político maior. Dito isto, Os 500 é uma leitura divertida e difícil de largar.

Um thriller imperdível. Projeto gráfico , tradução e revisão impecáveis. Foram meticulosos.

Leia um trecho – aqui

Capa, ficha técnica, sinopse

Os 500

The 500

Matthew Quirk
ISBN: 9788565530330
Editora: Paralela
Número de páginas: 312
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2013
Tradução: Ana Ban

Sinopse

Após uma infância e uma juventude complicadas, tudo o que Mike Ford queria era uma vida honesta. Seguiu à risca a trajetória de um grande homem: formou-se em direito em Harvard com as melhores notas e já era visto como a nova promessa do Grupo Davies – a mais poderosa empresa de consultoria de Washington. No entanto, quando já desfilava entre os mais importantes figurões dos Estados Unidos, Mike percebeu que sua nova vida talvez estivesse baseada em muito menos honestidade do que seu passado como jovem criminoso. Mas será que tudo o que ele havia conquistado não seria o suficiente para que aceitasse aquela situação? Combinando os melhores elementos de ação e intriga política, Os 500 é uma estreia intensa. Em Mike Ford, os leitores vão encontrar um novo herói que descobre que, quanto maior a subida, mais difícil e mortal é a queda.

Compre o livro em um dos links abaixo e ajude o Livrólogos 🙂

em eBook:

Previous Galera Record - Lançamentos - #BienalComAGalera
Next Deborah Harkness - Sombra da Noite

5 Comments

  1. 14/08/2013

    Oi Leticia, se vc gosta de Thrillers , esse é um livro que irá te prender.
    assim como A Síndrome E.
    bjks

  2. Leticia Fernandez
    13/08/2013

    Quando vi o nome do autor, pensei: ué, o Matthew Quick lançou livro novo? Ai percebi que era Quirck, não Quick… enganos a parte, gostei muito da história e da atmosfera em que ela é baseada. Essa visão mais empresarial e política, cheia de mistérios, sempre me empolga. Espero poder ler esse livro em breve.

  3. 11/08/2013

    O livro não me chamou atenção não, a história até parece legal, mas não é muito meu estilo.

  4. Mônica Oliveira
    10/08/2013

    Nossa fiquei interessada pelo livro por um único motivo..Tem história e negócios envolvidos..Sou formada em Administração e tipo TERIA que ler mais livros com o tema..mais não consigo me prender em livros técnicos não rola..e esse livro parece que nos ajuda pois existe uma história por traz de todo o negócio…

  5. 10/08/2013

    Eu estava adorando a história, até falarem em “política”. Acabou a empolgação e acho melhor procurar outro livro pra ler UHEUAHEAUEHAUEHAU’
    Mas pra quem gosta de Harlan Coben e John Grisham deve ser um livro e tanto!

    Abraços!

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)