Ciao!

Como todo fanático por livros sabe, esse ano foi ano de Bienal do Livro aqui no Rio de Janeiro. Eu fui como representante do Livrólogos nas reuniões com as editoras parceiras (grazie mille, Rosana, <3) e, no encontro da Seguinte, ganhei esse livro lindo, ainda na versão de “prova”, antes que ele chegasse nas prateleiras das livrarias de todo o país. Um luxo, né? E, junto com ele, veio um kit cheio de coisas misteriosas, que eu vou mostrar no fim do post 🙂

Nesse livro conhecemos Frankie, a menina que dá nome ao livro. Ela tem 14 anos, e é aquele tipo de menina super protegida pela família, sabe? Chamada de princesinha por todos, sem sair sozinha para lugar nenhum. Mas tudo isso muda nas férias em que ela faz 15 anos. A partir daí, Frankie se torna outra pessoa, porque sua beleza se desenvolve e, consequentemente, ela passa a chamar mais atenção das pessoas. Inclusive de Matthew Livingston, o garoto mais popular da escola onde ela estuda.

Falando em escola, Frankie estuda na Escola Preparatória Alabaster, uma escola de tradição, onde seu pai estudou, e onde ela agora se prepara para se candidatar a uma das grandes universidades. Quando ela começa a sair com Matthew, ela acaba por descobrir uma sociedade secreta da qual só homens participam – e da qual seu pai, em sua época de estudante, participou – chamada Leal Ordem dos Bassês. Ela odeia saber que muitas vezes é um pouco deixada de lado por causa dessa sociedade que não permite meninas e é por isso que ela tenta provar que pode ser muito mais inteligente que todos os garotos da sociedade.

E é assim que viajamos pelas páginas desse livro. Entre uma aventura e outra na tentativa de provar que pode ser tão esperta quanto qualquer garoto, se não mais esperta que todos eles, Frankie mostra um pouco do resto da sua vida, de como ela fica dividida em se dedicar aos estudos ou à diversão, como é sua relação com sua família e como ela se sente a respeito de namorar um cara que ela acha muito, muito legal e lindo.

O livro é narrado em terceira pessoa, mostrando não só a perspectiva de Frankie e seu passado, como o de outros personagens, dando uma panorama mais aberto à narrativa, porque parecia que o narrador estava em todos os lugares e na mente de todos os personagens. No início eu fiquei com medo da narrativa ser bem bobinha, porque ela é adolescente, fala sobre o namorado e tudo dava a entender que ficaríamos vendo a história se desenvolver só ao redor dos dois, mas a história me surpreendeu ao ser mais que isso. É bem engraçado ver as peripécias que Frankie arruma, e eu adoro leituras divertidas. Uma boa opção para você que está cansado de romances água com açúcar e ia gostar de ver uma adolescente tramando mil e uma pegadinhas geniais.

Gente, junto com o livro, eu ganhei um kit sensacional, com elementos da história:

(O envelope com etiqueta personalizada)

(O conteúdo do envelope misterioso)

(O trabalho de Frankie na Escola Preparatória Alabaster, que acaba por colocar ela em apuros… queimado, gente! Tipo, queimado de verdade!)

(uma das páginas do trabalho)

(O convite para a festa que fez o coração da Frankie parar, porque ela foi convidada por MATTHEW LIVINGSTON <3 [ignorem essa unha, por favor. Era domingo, último dia de bienal, de madrugada, e eu estava morta])

(A carta de Frankie assumindo a responsabilidade pelas pegadinhas)

(O conteúdo da carta – não é spoiler, relaxem)

Lindo o kit, né? A editora Seguinte tá de parabéns, por tanto capricho e carinho pelos parceiros! Obrigada <3

CAPA, FICHA TÉCNICA E SINOPSE

O HISTÓRICO INFAME DE FRANKIE LANDAU-BANKS

The Disreputable History of Frankie Landau-Banks

E.Lockhart
ISBN: 9788539807727
Editora:  Seguinte
Número de páginas:  344
Encadernação: Brochura
Formato: 21 x 14 cm
Edição: 2013

Sinopse

Aos catorze anos, Frankie Landau-Banks era uma menina comum. Gostava de ler, participava do Clube de Debates e era a princesinha da família. Mas nas férias de verão ela se transforma: de repente surge uma garota cheia de curvas, com uma beleza inusitada. E essa transformação física vem acompanhada de uma mudança de atitude: Frankie já não aceita um “não” como resposta. Principalmente quando esse “não” significa que ela não pode participar da sociedade secreta da qual seu namorado faz parte, só porque é menina.

Usando todas as suas habilidades (e alguns conhecimentos adquiridos nas aulas), Frankie criará artimanhas para provar que pode ser ainda mais genial que os membros da Leal Ordem dos Bassês. E a escola logo se tornará palco de pegadinhas até então inimagináveis.

 

Boa leitura

Compre o livro em um dos links abaixo e ajude o Livrólogos 🙂

Livraria da Folha

Livraria da Travessa