Sou uma menina educada então o melhor que posso dizer é que True Blood mais uma vez ‘pisou na casca de banana’, essa foi a única coisa educada que passou pela minha cabeça para descrever o que senti quando terminei esses dois últimos. Não tinha grandes esperanças após a premiere, mas com o tempo fui me esperançando e agora me sinto ofendida pelo que me foi apresentado!

O nono episódio só serviu para quebrar o ritmo bom que a série vinha tendo, sendo que no episódio não aconteceu praticamente nada! O plot do enterro do Terry foi tão importante quanto a jornada que o personagem na série, acho que se tivesse matado um personagem mais expressivo os flashbacks teriam me dito algo mas Terry simplesmente sempre foi na dele e nunca me disse nada. No plot da libertação dos vampiros do campo de concentração ficou aquela sensação de que toda vez que algo realmente iria acontecer eles cortavam para o “emocionante” adeus a Terry!

Bill teve seu momento de salvador ao quase encontrar a true death ao ser drenado pelos prisioneiros da sala branca. Só lamentei que Jessica conseguiu salvar seu criador de ser levado pelas mulheres Chico de Lilith! Depois todos vão a mansão de Bill e fazem um churrasco para comemorar o sol, mas Bill já não sente a presença de Lilith e sabe que voltou a ser o velho chato de sempre e se arrepende de deixar a safada da Sookie se sacrificar pela espécie dele.

Por falar em Sookie a moça foi tão útil no nono episódio ficando lá no funeral falando do seu poder e se enroscando com Alcide que nem merece muitos comentários. Agora na series finale ela prova que é safada e depois de quase ser forçada a completar o acasalamento com Warlow e depois com ajuda de vovô Stackhouse matar seu prometido se passam 6 meses e ela já está intima de Alcide. Essa aí é tão safada que dá até trocadilho!

Eric foi o único personagem útil do nono episódio, reinou absoluto nas melhores cenas do episódio! Como não aplaudir ele compelindo o terapeuta de Pam a falar e o homem jogando na cara dele que “trepou com a filha dele” e ele deixando para que Pam o matasse? Eric é tão bom personagem que se ele queimou mesmo até virar churrasco lá na neve Sueca vou ficar muito revoltada e realmente cogitar abandonar a série! Sinceramente nada a não ser o pedido do ator de sair da série justifica Eric a encontrar a true death, prevejo muito mimimi se isso de fato for o que aconteceu (meus inclusos!)!

Agora os absurdos da season finale: Jason em abstinência sexual por 6 meses? Ele voltou a ser viciado em V, só isso explica! Bill agora é autor de um livro em que contou o ocorrido com o governador. Jesse namora um dos integrantes do Kings of Leon (pensei nisso desde que ele apareceu mas ele cantando foi certeza!). Merlotte’s agora é de Arlene e se chama Bellefleur’s, Sam é prefeito de Bom Temps e espera o baby com Nicole nascer.

Mas o mais bizarro? Sam, como prefeito, pede para que os habitantes de Bom Temps que não tenham o vírus da Hepatite V tenham um relacionamento monogâmico de alimentação com um vampiro, que vai prover o alimentador e sua família de cuidados. A cena final com o bando de portadores de Hepatite V sinto informar não me deu esperança de que a série vá encontrar um rumo, ou se encontrar eles não saberão por um ponto final como não souberam como fazê-lo nessa temporada que estava com tudo para ser ótima.

Billith como vilão ficou na promessa, Eric mais uma vez salva True Blood e no fim pode ter encontrado seu fim. Espero que Pam, sempre maravilhosa, tenha encontrado Eric e o levado para algum canto, porque realmente não sei se continuo com a série sem Northman.

Então, mais uma vez True Blood consegue gerar revolta em sua season finale e me faz, outra vez, cogitar não voltar para a próxima temporada. Mas até junho temos chão e posso mudar de ideia!