Por Bruna Britti

As Regras da Sedução é uma das apostas da editora Arqueiro para os romance de época, porém o livro causou em mim certo incômodo que durou a história toda. O tom usado pela autora promove um “quê” de elegância à narrativa, entretanto, beira a frieza o modo como os personagens são contextualizados dentro da trama. A ideia é interessante, mas não fui fisgada pela forma como Madeline Hunter decidiu trabalhar essa proposta de sedução em seu livro.

A história gira em torno de Alexia e sua condição instável na casa de seu primo. A personagem vive de favor. Seu parente Tom deixa claro que sua presença na residência é apenas em consideração a Benjamin, o irmão de Tom que morreu em uma viagem de navio. Portanto, Alexia se preocupa quando Hayden deseja falar com o seu primo sobre um assunto do banco, pois um lado seu prevê que não sejam boas notícias. De fato, pouco tempo depois Alexia descobre que sua família está na ruína graças a Hayden e que, agora, terão que voltar para o campo. Porém, Tom alega que não poderia sustentá-la. Alexia se vê em um beco sem saída.

Hayden, entretanto, lhe oferece o emprego de preceptora de sua prima e acompanhante de sua tia. Alexia não tem muitas escolhas e acaba aceitando sua oferta. A relação entre ambos é instável; Alexia o detesta por destruir seu primo e Hayden não hesita em ir atrás dela sempre que possível. Nessa atmosfera de antipatia e pela presença que o personagem impõe, Alexia começa a enxergá-lo de outra forma, deixando-se seduzir por ele.

Em As Regras da Sedução, os personagens são rasos, frios e possuem certo caráter duvidoso. Aqui, tudo é feito de forma direta e objetiva, visando lucros, joias, roupas e estabilidade financeira garantida pelo matrimônio. A autora até tenta inserir um contexto visando ao leitor à condição pobre da personagem para justificar suas decisões; mas os motivos de Alexia também são movidos pela cobiça – ao menos para mim. É mediante as promessas dos benefícios do casamento que a personagem não demora muito a casar-se com o homem que supostamente arruinou a vida de sua família. Fica pouco crível essa ideia jogada numa trama cujo romance tampouco se desenvolve.

Os diálogos são breves, pecam pela falta de conteúdo entre o casal. Não há química emocional entre eles, o leitor acompanha um casamento frio movido pelos interesses do matrimônio – ideia esta muitas vezes ressaltada pelos personagens em suas próprias falas. As cenas mais românticas não alcançam o cume do erótico, mas conseguem agradar pela narrativa mais refinada da autora. Mesmo a relação de Hayden com os irmãos me pareceu de um tom frio, muito diferente do que vejo na maioria dos romances. Talvez o objetivo aqui tenha justamente sido retratar a essência concreta de um casamento daquela época – neste caso a atmosfera distante foi um bom argumento, mas falha com o romance. O “eu te amo” soa artificial para a ocasião e não parece ter espaço na trama.

Houve alguns traços da história que gostei. Os irmãos de Hayden são mais interessantes, cada um traz uma peculiaridade que combina com a atmosfera reservada dos personagens. Christian em especial se destaca por carregar um toque de mistério no seu passado que o molda a um caráter lúgubre, certo tom de melancolia que me deixou curiosa. Elliot é uma graça com seu jeito “rato de biblioteca”.  Além disso, há uma trama que se desenvolve paralelamente ao romance, elevando o livro a um clima de mistério gostoso e conspirações até o final da leitura.

As Regras da Sedução se esquiva dos sentimentos como principal tema para construir sua história. Parece suficiente ter uma dose de paixão acentuada entre o casal, mas para mim faltou aquele “algo mais”, no mínimo uma interação maior que me convencesse. Entretanto, o livro cumpre seu papel para aqueles que preferem uma história mais direta, sem o flerte do romance ou da cumplicidade que geralmente vimos em romances de época.

Boa leitura

As Regras da Sedução é o primeiro livro da série Rothwell Brothers.

  1. As regras da sedução – The Rules of Seduction (Rothwell #1)
  2. Lições do desejo – Lessons of Desire (Rothwell #2)
  3. Secrets of Surrender (Rothwell #3)
  4. The Sins of Lord Easterbrook (Rothwell #4)

Capa, ficha técnica, Sinopse

Madeline Hunter

As regras da sedução

The Rules of Seduction

Madeline Hunter
ISBN: 9788580411416
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 272
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2013
Tradução: Teresa Carneiro

Também em eBook

Sinopse

Lorde Hayden Rothwell chega à casa de Alexia Welbourne sem aviso e sem ser convidado – um homem poderoso e sedutor, movido por interesses obscuros. Sua visita anuncia a ruína financeira da família de Alexia e o fim das esperanças da jovem de um dia conseguir um bom casamento. Para se sustentar, a moça recebe a proposta de ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha. O problema é que a oferta vem do sobrinho de Henrietta, ninguém menos que lorde Hayden.

Morando na casa da tia de Rothwell, Alexia descobre que a proximidade com o homem que destruiu sua família pode ser perigosamente irresistível. Num gesto impensado, ela se entrega a ele, e ambos se veem obrigados a se casar. O que Alexia não sabe é que os atos aparentemente arrogantes de seu belo e sensual marido são motivados por uma dívida de honra que pode levá-lo a sacrificar tudo.

Com tantas mágoas e segredos entre eles, o casal tem tudo para se manter afastado. Mas Hayden é um homem apaixonante e Alexia, a tentação que o faz perder a cabeça. Morando sob o mesmo teto, eles acabam se aproximando e, juntos, vão descobrir um jogo de sedução em que cada um faz as próprias regras.

 Não percam o encontro de fãs de Romances de Época em 24 cidades!

Compre o livro em um dos links abaixo

Submarino

Buscapé