e se fosse verdade

Sabe aqueles dias que você não quer mais nada além de se esconder debaixo das cobertas com um balde de pipoca, sem pensar em nada?

É, todos precisam de uns momentos como esse… por isso, vim com essa “dica” água com açúcar! E se fosse verdade, um filme fofo, bonitinho e leve.

Sim, ele é ‘meio’ velho, mas acho ele tão legal! Já vi ele mais de uma vez, e sempre que tenho a oportunidade vejo novamente! Não lembro bem, mas acho que foi na segunda ou terceira vez que percebi logo no começo, uma coisa que me surpreendeu… based on the novel by Marc Levy. Ééé, baseado num livro! Hello livrólogos de plantão… Não é legal?

Imagino que muitos já tenham visto esse filme (afinal é de 2005), mas provavelmente alguns não sabem que é baseado no livro “E se fosse verdade” (Et si c’était vrai) publicado em 1999 e aqui no Brasil em 2004).

Falando um pouco ao livro, vale a pena ler, é leve bem fofitcho (conta melhor que no filme o romance de Elizabeth e David – no livro Lauren e Arthur) e em algumas partes é engraçado. Resumindo, não é o melhoooor dos melhores livros do mundo, porém é fofo e meio que surreal, gostoso de ler.

Gente, só não esperem um livro igual ao filme ou vice e versa. Isso tipo, quase nunca existe!

Eu gostei de ambos (filme e livro). Só que eu não sei porque o filme me agradou um pouco mais… Talvez pelo elenco. Eu gosto bastante da Reese Witherspoon, acho ela muito competente em todos os filmes que participa (eu adoro as ‘caras’ dela). E acho que ela teve uma boa química com o Mark Ruffalo, eles formaram um par bem interessante.

 

e se fosse verdade

Focando no filme, a história gira em torno de David e Elizabeth. Elizabeth (Witherspoon) é uma médica workaholic que, como todos os workaholics, não tem vida. Até que ela sofre um acidente. Paralelo a isso, temos David (Ruffalo) é um solitário, afundado numa depre, que está procurando um apartamento novo. Quando ele finalmente encontra, do nada aparece uma ‘louca’ que insiste que ele está invadindo o apartamento que é dela. Depois de muita discussão eles concordam que precisam descobrir o que há de errado com Elizabeth e qual sua história, já que ela não consegue lembrar de onde veio.

A partir daí quem já viu sabe o que acontece e quem não viu e pode alugar sem medo de ser feliz. Engraçado, leve e romântico, E se fosse verdade é um filme para você relaxar e curtir um filme sem precisar pensar muito ( de quebra tem lindas passagens em San Francisco).

Abaixo as informações sobre o filme:

E Se Fosse Verdade

(2005)

Título Original: Just Like Heaven

Elenco: Reese Witherspoon, Mark Ruffalo, Donal Logue e outros

Dirigido por: Mark Waters

Distribuição: DreamWorks

 

Sinopse

David Abbott (Mark Ruffalo) alugou recentemente um belo apartamento em San Francisco. A última coisa que ele gostaria era dividi-lo com alguém, mas logo surge uma jovem bonita e controladora, chamada Elizabeth (Reese Witherspoon), que insiste que o apartamento é seu.

David imagina que houve um grande mal entendido, até Elizabeth simplesmente desaparece. Ele muda a fechadura de casa mas isto não impede que Elizabeth ressurja, sempre aparecendo e sumindo como se fosse em um passe de mágica. David fica então convencido de que Elizabeth é um fantasma e passa a tentar ajudá-la a passar para o “outro lado” do pós-vida. Só que ela está convencida de que também está viva e se recusa a fazer qualquer travessia.

 

Trailer:

 

Gente, prometo tentar me atualizar com os filmes e trazer umas coisas mais recentes nas próximas semanas… esta meio complicado agora!

Beijos.