Olá!

A resenha de hoje é Profundo amor de Janice Diniz, um livro nacional, que adorei.

Não recomendado para menores de 18 anos.

A história tem cowboy, suspense, romance, uma garota doidinha, cenas hot, tudo isso numa trama bem estruturada , passada numa cidade fictícia, no Brasil. Garanto que a história vai te prender.

Alec, um cowboy, pai solteiro, com uma garotinha de 14 anos muito inteligente, é contratado por um escritor famoso, de família muito rica, os Brienne, para ser seu chefe de segurança. O cowboy gostosão, sonho de qualquer mulher de Santa Fé, vai se mudar com sua filha, de mala e cuia para a fazenda do cliente e também terá que domar a filha do patrão, que tem fama de ser mimada e de não bater muito bem das ideias.

Apesar de ser durão e até meio tosco, tem um coração mole. Já sofreu muito com mulher e agora só quer uma para esquentar a cama por uma noite. Assim, Alec, está no bar tomando um whiskey e de olho na atendente. Enquanto isso a pequena Gabrielle está subindo num touro mecânico para chamar atenção de um garoto que era da escola, uma paixonite sua. Mas nada acontece como deveria.

A noite acaba com Gabrielle, a campeã das maluquices, mentindo para o cowboy sobre a idade e não revelando quem de fato era – ao invés dos 17, falou que tinha 23 – mesmo assim uma diferença de mais de 10 anos. Mas a atração entre os dois foi um tiro certo. E, para completar a noite ela tem uma crise de asma e Alec cuida dela. É muito fofo isso. Mas a noite acaba mesmo, é com ela dando no pé quando a polícia aparece, e eles estão nuns amassos para lá de combustivos.

Mas as coisas não são simples e não é só uma história de amor. Gabrielle age de maneira impetuosa, sente culpa e depressão por conta do suicídio da mãe. Trata o pai com tremenda indiferença e as pessoas a sua volta tem uma ideia muito ruim dela. Mas como ser diferente tendo um pai  incapaz de amar, uma governanta que praticamente a criou tendo mudado da cidade grande para o meio do cerrado para cuidar dela, mas que na verdade só pensa em seus próprios interesses ?

Gabrielle cai de corpo e alma num sentimento que nunca compartilhou antes. Alec cuida da filha com muito amor e apesar da mentira ainda as voltas da história, Gabrielle também fica sob a asa dele. Ela cresce em todos os sentidos. Ambos se completam, apesar de tantas diferenças.

Mas o perigo está rondando não somente na forma de uma onça que espreita as fazendas, mas o passado obscuro de Alec e a própria fortuna dos Brienne, podem ser a ruína desse relacionamento, sem contar o fato de Gabrielle ser menor de idade e muitos olhos maldosos podem interpretar esse romance escondido dos dois como algo feio e ruim.

E como sempre há o jogo de poder. O avó de Gabrielle não é a figura do vovozinho bonzinho e Alec não foge de uma briga. Mas será que o amor vai resistir a tanto?

Uma surpresa muito agradável o texto de Janice. A história é bem desenvolvida, os diálogos e cenas para lá de picantes envolvem o leitor , mantendo o interesse até o fim.

Mesmo sendo cowboys, que já tem o clichê americanizado, com todo o estilo que já estamos acostumados as ver nas autoras de fora, ainda assim a autora criou todo um universo para as personagens, cidade, locais, acontecimentos, tudo isso, se passando no Brasil, com muitas nuances e características regionais,trama bem estruturada e de certa forma interligados com sua outra série – Matarana .

Ou seja vamos ter muitas histórias por aí e tenho certeza que Janice Diniz já tem seu lugar de destaque garantido entre os nossos autores.

Sendo uma autopublicação, as vezes esperamos qualidade de revisão entre outras coisas, não tão boa, mas isso, nesse livro, não é o que acontece. E adorei a capa, muito bem feita e com detalhes que remetem totalmente a história. Gostava da outra capa também, mas a Amazon acabou dando trabalho para autora 🙂

Pena que Santa Fé, não existe kkkk poderia ser até Belo Quinto 😀

Capa, ficha técnica, sinopse

profundo amor

Profundo Amor

Série Cowboys de Santa Fé

Janice Diniz

Número de páginas: 689
Formato: eBook
Ano Edição: 2014

Sinopse

Alec Adams, um caubói arisco e desconfiado, foi contratado como chefe da segurança da fazenda de um escritor. O novo patrão, que passa metade do ano no exterior, determina uma função especial a ele: a de guarda-costas da sua filha de 17 anos, já que perdeu a autoridade sobre ela. Pai solteiro, Alec aceita o trabalho por ter a chance de juntar dinheiro para comprar o seu pedaço de terra, oferecendo, assim, uma vida melhor à filha.

Ele só quer pôr sua cadeira de balanço no alpendre, esquecer o seu passado e se desviar das laçadas da mulherada. Seu coração remendado é avesso a compromisso sério. Então tudo sai errado. A garota é nitroglicerina pura: em apenas uma noite, ela o domina e o seduz fazendo-se passar por outra pessoa e, além de ser mentirosa, ela não se relaciona bem com o pai desde o suicídio da mãe, sete anos atrás.

Vivendo com seu gato na companhia da governanta e do gerente da fazenda, Gabrielle Brienne evita encarar a vida adulta que a espera num virar de esquina e se agarra ao seu mundo de fantasia. Até que o destino ou as circunstâncias a põe cara a cara diante de um homem experiente e durão, mas também louco de amor e com a firme intenção de roubá-la de sua família disfuncional e protegê-la de tudo e de todos, inclusive de uma ameaça de sequestro. E para isso Alec terá de invocar seus demônios adormecidos e caçar por Santa Fé inteira esse predador mais perigoso que a onça faminta que ronda as fazendas.

 

 

Já li o primeiro livro da série Matarana também e logo terá resenha por aqui.

Ah, a autora prometeu o próximo livro da Série Cowboys de Santa fé para muito em breve.

 

Você pode acompanhar as novidades nos sites

Cowboys de Santa Fé e no Facebook

Matarana e no Facebook

 

Compre o ebook na Amazon

 

Confira o Book trailer

Boa leitura

See ya!

 

Rosana Gutierrez