questao de tempo

Eu ADORO filmes que me surpreendem. Assim como odeio os que penso ser muito bons e depois acabam em nada.

Questão de tempo é um desses filmes que surpreenderam. Quando assisti o trailer o que me veio em mente foi que seria um filme romântico, com o personagem principal (Tim) tentando conquistar a moça (Mary) em meio a sua empolgação com o fato de poder viajar no tempo. Fofo, bobinho e ponto final. A gente de vez em quando precisa de um filme assim, para relaxar e torcer pelo casal, suspirando quando tudo da certo no final.

Mas não!

A história não é bem assim. Eu não vou ficar falando do que acontece de fato, para não estragar a ‘surpresa’ de quem ainda não viu o filme né? A única coisa que vou dizer é… VEJAM! Muito legal! Não gostaram do trailer, acharam muito melosinho? Vejam mesmo assim! A mensagem do filme é muito bonita, vale a pena assistir e com certeza depois de ver você vai refletir e provavelmente mudar o jeito com que leva a vida (pelo menos por uns dias). Com isso não digo que você vai amar o filme (até porque, AMAR eu não amei, achei ele surpreendentemente cativante). É um filme simplesmente diferente e especial.

Com um elenco distinto das comédias românticas comuns, o filme conta com a beleza sutil de Rachel McAdams interpretando Mary e com o curioso Domhnall Gleeson na pele de Tim.

Pausa.

Eu amei ele! Tanto ator quanto personagem. O ator, que reconheci desde o começo como um legítimo Wesley da franquia Harry Potter – irmão mais velho de Rony, Gui. Em Questão de Tempo, Gleeson dá vida’ a Tim, que é diferente dos mocinhos que estamos acostumados a ver nos filmes. Ele é comum (tipo gente como a gente) e levemente estranho. E sério, ele pode ser comum e estranho lá em casa se ele quiser. Afinal, ele é ruivo (sim, eu AMO ruivos) e tem um jeito muito fofo e desastrado de ser. Resumindo, um jeito especial que muitas mulheres acham estranho mais no fundo se encantam e que os homens se identificam.

Além disso, temos Bill Nighy como o pai de Tim, outra atuação que me deixou encantada. Confesso que não lembro muito dele a não ser em Harry Potter (ele interpretou um dos ministros da magia e sim, eu sou fã de HP, rs). É um ótimo ator e o seu papel como Pai é em determinados momentos engraçado e em outros, tocante.

questao de tempo

Enfim, é um filme que vale a pena. Levemente divertido, sem muita melação e distinto do imaginado por muitos que leem sua descrição e veem o trailer. A trilha sonora também é muito bonita e posso dizer que já coloquei “How Long Will I Love You” (música ‘tema’ do filme) para tocar algumas vezes em minha playlist. Acredito que o diretor/roteirista/etc Richard Curtis acrescentou mais um filme a sua ‘listinha’ de bem sucedidos (ele é conhecido por Simplesmente Amor, Notting Hill e outros filmes fofinhos)

Confiram o trailer e a sinopse abaixo:

Questão de Tempo

(About Time) – 2013

Dirigido: Richard Curtis

Elenco: Domhnall Gleeson, Rachel McAdams, Bill Nighy e outros

Distribuidor: Universal Pictures

Sinopse

Não recomendado para menores de 12 anos

Ao completar 21 anos, Tim (Domhnall Gleeson) é surpreendido com a notícia dada por seu pai (Bill Nighy) de que pertence a uma linhagem de viajantes no tempo. Ou seja, todos os homens da família conseguem viajar para o passado, bastando apenas ir para um local escuro e pensar na época e no local para onde deseja ir. Cético a princípio, Tim logo se empolga com o dom ao ver que seu pai não está mentindo. Sua primeira decisão é usar esta capacidade para conseguir uma namorada, mas logo ele percebe que viajar no tempo e alterar o que já aconteceu pode provocar consequências inesperadas.

 

Trailer

Beijos, até semana que vem!