Estou num momento meio ‘down’ e então resolvi escrever sobre o filme Os Miseráveis, lançado em 2013 e filmado em 2012. Perceberam que estou avançando no quesito lançamentos… É que realmente este ano cinema está difícil para eu acompanhar! Tenho um ‘probleminha’ chamado TCC, daí já viu… tempo reduzido para vida social.

Na verdade, é até ridículo eu falar dele porque eu simplesmente o AMEI. Sim, AMEI AMEI AMEI. Claro que sou suspeita em falar porque amo músicas no geral, mas eu já havia lido muitas críticas falando que não era tudo aquilo, que era pacato, tedioso, cansativo, etc etc! Mas quando eu entrei no cinema e o filme começou, eu simplesmente esqueci que existia vida ao meu redor e cantei e sofri junto com os personagens.

Inspirado no musical da Broadway, que por sua vez foi baseado na obra de Victor Hugo (que por sinal eu li, e não sei não, eu gostei mais do filme, rs). A história de Os Miseráveis se passa em plena Revolução Francesa, contando a vida de Jean Valjean (Hugh Jackman). A história da vida dele vem carregada de outras histórias que se cruzam… como a de Fantine (Anne Hathaway). Eu não vou ficar falando muito da história, primeiro porque escreveria uma bíblia, depois, é realmente muitos detalhes que só acompanhando o filme (ou lendo o livro, no caso) que vocês poderiam vir a entender bem certinho.

O que me chamou a atenção:

1) O filme é realmente um musical. Tipo, TODO cantado. Eu ADOREI! Alguns filmes são lançados como musical e tem algumas músicas intercaladas com a maior parte em falas. Em Os Miseráveis não… é tudo cantando! Super interessante!

2) A maquiagem. Gente, sério… não é a toa que o filme ganhou o Óscar de Melhor Maquiagem. Era perfeita! Naquele cenário de miséria, guerra e tudo mais, o filme era muito bem feito sabe? Fantine doente, Jean Valjean mais velho, as pessoas na revolução… tudo MUITO perfeito.

3) Sincronia de interpretação e música. WOW! Mesmo que a pessoa não goste de musicais, tem que concordar que nenhum outro filme teve a sincronia que o filme teve. Sabe porque? (eu achei isso demais) Enquanto outros filmes os atores vão para um estúdio, gravam as musicas e depois as interpretam na cena, no filme eles gravaram atuando! Eu achei fantástico e muito mais real! Tipo, os atores tinham pontos no ouvido, que durante a gravação os faziam escutar a linha melódica e eles interpretavam cantando ‘ao vivo’! Depois as vozes eram ‘só’ mixadas com a gravação da música orquestrada e voalá… PERFEITO!

4) As interpretações. Não teve um santo ator que tenha me decepcionado – ok, talvez o Russell Crowe (mas é porque não vou muito com a cara dele, no geral). Todos foram ótimos! O nosso querido e hot Wolverine Hugh Jackman estava super bem em todas as fases de Jean, desde ‘moço’ até a idade avançada… e gente, sério… dá pra odiar a Princesa Mia Anne Hathaway. Ela interpretando “I Dreamed A Dream” foi… emocionante – deixando, desculpe, Susan Boyle no chão (minha opinião). Todos no filme são muito bons mas ela deu show (sendo reconhecida, claro, vencendo o Óscar de Melhor Atriz Coadjuvante).

Eu teria pontos infinitos para citar, mas acho que já deu para dar um ‘gostinho’ do que achei do filme… e como podem perceber… eu adorei e saí chorando horrores, tipo inundando o cinema e eu nem sei porque direito. Só sei que eu fiquei encantada com tudo… desde os acordes iniciais até o fim… LINDO!

Não preciso dizer que a trilha sonora está devidamente salva no meu celular e que escuto ela com muita frequência né?

Enfim, é um filme bem dramático e é interessante ver o uso da iluminação que a produção fez, de acordo com o ‘estado de espirito’ da cena. Não é um filme que deve ser visto se a pessoa deseja ter um momento ‘relax and enjoy’. Tem que ficar ligado e acompanhar as legendas, mas vale super a pena!

Sei que existem pessoas que não gostam de musicais e a estas não indicaria este filme, mas como achei ele tão super, digo que vale a pena conferir… se não pelo estilo, mas então para ver esses detalhes de interpretação e música, maquiagem e tudo mais. Além disso, o elenco é ao todo muito bom e o filme é culturalmente interessante por ser baseado em um livro do Victor Hugo e num musical que fez tipo… MUITO sucesso.

Então… aos que viram, comentem o que acharam… aos que não viram… espero que ler isso motive vocês a assistir este filme! Vale a pena.

Os miseráveis

(2012)

Título original: Les Misérables

Elenco: Hugh Jackman, Russell Crowe, Anne Hathaway, Amanda Seyfried, Eddie Redmayne, Samantha Barks, Helena Bonham Carter, Sacha Baron Cohen, Isabelle Allen e mais

Direção: Tom Hooper

Distribuidora: Universal Pictures

Sinopse

Na França do século 19, o ex-prisioneiro Jean Valjean (Hugh Jackman) é perseguido há anos pelo implacável policial Javert (Russell Crowe), depois que ele violou sua liberdade condicional ao roubar os candelabros de prata da igreja. Anos depois, agora rico e com uma nova identidade, Valjean conhece Fantine (Anne Hathaway), uma de suas ex-funcionárias de sua fábrica, que implora a ele que cuide de sua filha Cosette (Isabelle Allen). O encontro entre os dois muda suas vidas para sempre.

Trailer

Até mais 🙂

Compre o filme em

Submarino