Essa série encabeça a lista de livros para comprar há muito tempo, entretanto fatores como preço exorbitante e o segundo volume estando esgotado sempre postergaram minha leitura. Então quando veio a notícia de que a série seria reeditada me deixou muito animada, comprei o primeiro volume da edição antiga mesmo e devorei o livro.

O livro começa com Claire, uma enfermeira, e seu marido Frank, um professor, em sua segunda lua de mel em que tentam se reaproximar depois de anos separados enquanto ambos serviam o país na Segunda Guerra Mundial. O local escolhido pelo casal foi a Escócia, pois a família de Frank tem laços com o país.

Frank é um historiador e tem um interesse por seus antepassados e em especial Jonathan Randall, um capitão inglês que prestou serviço na região no século XVIII. Obviamente o marido de Claire também se interessa pela cultura do povo e acaba levando Claire para o círculo de pedra de Craigh na Dun onde druidas ainda fazem rituais. E é através desse círculo de pedras que a história realmente começa.

Claire, numa visita ao círculo de pedras de Craigh na Dun a procura de plantas medicinais, é atraída pelo círculo de pedras e transportada no tempo para a Escócia do século XVIII. Se vendo cara a cara com um antepassado do marido, Jonathan Randall, ela é resgatada por um bando de escoceses do clã Mackenzie, obviamente, eles não confiam numa inglesa.

Durante toda narrativa nos é mostrado com detalhes todos os costumes e as crenças da época, coisas bastante estranhas a Claire e isso a faz entrar em muitos problemas, sendo inclusive acusada de bruxaria.

O livro é dividido em seis partes, cada uma delas tendo como pano de fundo uma das reviravoltas do enredo. Os personagens são todos muito bem desenvolvidos, até mesmo aqueles que pouco aparecem percebemos o cuidado com que foram criados. Se o desenvolvimento dos personagens é algo que muito me agradou a necessidade de detalhes me deixou cansada em muitos momentos, mesmo me sentindo irritada pela descrição nos mínimos detalhes isso não tirou pontos do livro.

O casal protagonista sem dúvidas entrou para a lista dos meus casais preferidos da literatura. Há momentos em que Claire consegue me irritar imensamente, mas isso não dura por muito tempo. Já Jamie é o sonho de consumo de muitas moças por aí! Ele reúne qualidades que não encontramos muito por aí e ainda é um fofo, a cena que segue ao momento em que Claire conta a Jamie que ela vem do futuro é uma das que mais suspirei! A história de Jamie, tanto o que ele passou antes de conhecer Claire quanto depois, é bastante triste. Chorei muito no final do livro com tudo o que aquele garoto passou em seus 20 e poucos anos e não parece que isso vai passar tão já!

Esse livro reúne desde romance, acusação de bruxaria e até política, como o levante Jacobita que tenta restaurar a monarquia na Escócia – e pelo que parece esse levante será o foco do livro dois da série. E sem dúvidas vai figurar entre os melhores livros que li em 2014!

A ordem dos livros é a seguinte:

  1. A viajante do tempo
  2. A libélula no âmbar
  3. O resgate no mar  (parte I e II)
  4. Os tambores de outono ( parte I e II)
  5. A cruz de fogo  ( parte I e II)
  6. Um sopro de neve e cinzas ( parte I e II)
  7. Ecos do Futuro ( parte I e II)
  8. aguardando lançamento

Os livros foram divididos em parte I e II pela editora Rocco. A Arqueiro ainda não confirmou se seria assim também.

Capa, ficha técnica, sinopse

outlander

Outlander – A Viajante do Tempo

Diana Gabaldon

ISBN: 9788567296227
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 800
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2014

Sinopse

Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.

Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?

Boa leitura