Olá!

Confira a resenha do livro O evangelho de sangue de James Rollins e Rebecca Cantrell.

Fantástico é o que posso dizer para resumir o que achei desse thriller. Foi de longe um dos melhores livros que li em 2014.

Os autores conseguiram contextualizar e mesclar ficção com fatos históricos de maneira muito inteligente tornando a narrativa intrigante e prazerosa. As personagens são intensas e inteligentes, o cenário e as aventuras desafiadoras, temperados por lendas e mistérios que assombram, profecias que remontam milênios e podem acabar com o mundo que conhecemos.

Um padre da Ordem Sanguinista, uma arqueóloga e um soldado, a tríade que está em busca de um livro, o Evangelho de Sangue que dizem ter sido escrito por Jesus, com seu próprio Sangue e que guarda milagres inimagináveis. Mas o mal está sempre a espreita e nessa empreitada está esta tríade, mas também os Belial, o mal associado aos humanos e strigoi.

Erin está em Cesarea, em um sítio arqueológico, com seus alunos, e parecem estar a ponto de descobrir onde supostamente os bebês mortos por Herodes, foram enterrados. A arqueóloga tem um passado que a afastou da fé, mas ela conhece bem a história, e é muito meticulosa e competente em seu trabalho.

Ao mesmo tempo que Erin está nessas escavações, acontece um terremoto em outro local de Israel, Massada, onde Tommy, um garotinho com câncer terminal está passeando com seus pais. Milhares de turistas morrem com um gás liberado no terremoto, menos Tommy, que fica vivo.

Erin é por livre e espontânea pressão levada para Massada por militares e um padre, Rhun Korza, um homem misterioso. Lá , ela o padre e o sargento Jordan e outros militares entram em um local aberto pelo terremoto, um túmulo. Até esse momento Erin não tem ideia do que está de fato acontecendo. Para ela, está somente lá para que não estraguem todo sítio arqueológico.

Mas, eles são atacados, vários soldados morrem e Jordan, Erin e o padre Korza conseguem escapar.

Aqui começa a aventura dos três. Mesmo sem poder revelar, o padre Korza conta aos dois humanos que estão com ele , que ele faz parte da Ordem dos Sanguíneos, que foi criada pela igreja, e eles cuidam para que os strigoi não causem tanto estrago. Strigoi é um tipo de vampiro, que bebe sangue humano, o que diferencia ele de um strigoi é que não se alimenta de sangue humano, somente de vinho consagrado. Quem é católico ou tem algum conhecimento sobre uma missa, sabe da transubstanciação do vinho, que se torna o sangue de Cristo. O padre Korza e toda Ordem, pode sair ao Sol, mas os Strigoi, não, prata também faz mal, mas eles andam com crucifixo de prata, estão sempre rezando, cumprindo penitências… Por que padres andam com crucifixo e são celibatários?

O padre Korza tem um passado que o atormenta, ele carrega uma grande culpa, mas isso durante a narrativa vamos conhecendo, assim como a história de Erin e Jordan.

Tanto eles quanto o inimigo estão em busca do livro e a narrativa é dinâmica, eles viajam de Israel para Berlim, depois Rússia, Roma, mergulham na história mundial, os nazistas estão diretamente envolvidos na busca do livro, esbarram em várias lendas e histórias que não são lendas. Os autores usam muitos arquétipos e mesclam tão bem a ficção com fatos históricos, que deixa a trama tão real que nos prende totalmente ao livro, não dá para largar.

Uma história cheia de lendas que já conhecemos de vampiros, mas muito diferente, um quê de Indiana Jones no auge, ao mesmo tempo mesclado com suspense, ação de tirar o fôlego, e até amor, pois surgem sentimentos muito fortes e até proibidos que podem levar a ruína de todos. Tudo está ligado.

Aos poucos mistérios vão sendo revelados e o final me pegou tão de surpresa e faz muito tempo que não acontece, costumo perceber quem é quem , o que está por trás, o grande segredo e tal, mas não aconteceu nada disso. Preciso desesperadamente da continuação! Recomendo!!!!!!!

Capa muito significativa, diagramação e papel agradáveis à leitura.

Ah, o autor tem inúmeros livros escritos como Indiana Jones e o reino da caveira de cristal, e Sigma Force.

Trilogia A Ordem dos Sanguíneos

– City of Screams: A Short Story Exclusive (2012) – Conto não publicado no Brasil

1 – O evangelho de sangue (2014)  – The Blood Gospel: The Order of the Sanguines (2013)

 – Blood Brothers: A Short Story Exclusive (2013) – Conto ainda não publicado no Brasil

2- Innocent Blood: The Order of the Sanguines (2013)

3- Blood Infernal: The Order of the Sanguines (2015)

Capa, ficha técnica, sinopse

evangelho-sangue

O evangelho de sangue

The blood gospel

James Rollins e Rebecca Cantrell

ISBN: 9788532528889
Editora: Rocco
Número de páginas: 480
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2014
Tradução: Ana Lucia Deiró Cardoso

Sinopse

Autores de vários bestsellers, James Rollins e Rebecca Cantrell combinam seus talentos – ele, a habilidade em misturar ciência e mistérios históricos; ela, a perícia em criar uma atmosfera de suspense e sensualidade – em mais uma parceria de sucesso. Primeiro volume da série A Ordem dos Sanguinistas, O evangelho de sangue é um thriller gótico sobre vampiros (e outros seres sobrenaturais), uma ordem ancestral e a busca por um livro milagroso, há muito perdido. Ação e mistério ditam o tom da trama, uma bem-sucedida mistura de Entrevista com o vampiro com O Código Da Vinci.

 

Book trailer

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez