Por Elis Miranda

Confira a resenha do livro Fortaleza Negra da autora nacional Kel Costa. Livro um da trilogia.

O livro me prendeu logo de cara, o mundo criado pela Kel é original na medida certa. Vampiros são meu tema sobrenatural favorito e me surpreender assim não é fácil.
Gostei mesmo do plano de fundo, vampiros governando o mundo, inimigos poderosos e a humanidade no meio tentando sobreviver.

Enquanto Sasha e sua família estão fora da Fortaleza, temos uma visão da situação do mundo com essa nova ordem. Os humanos vivem em paz com os vampiros, não há muitos crimes, trabalham e estudam normalmente. O que torna a vida perigosa são os mitológicos, centauros e minotauros, seres poderosos que querem derrubar o governo vampírico, como os seres humanos são mais frágeis, acabam sendo as maiores vítimas.

Apesar de já ter contato com Sasha desde o início do livro, é somente quando ela e a família vão para a Fortaleza que eu senti que a história realmente começou. Ela é o ponto central, tudo gira em torno do que é e do que faz, mesmo quando não era sua intenção. Gostei muito dela, sua personalidade é exuberante, com língua afiada e seu cabelo laranja, chega causando no lugar. Sua amizade com Lara e Kurt rende cenas ótimas, cheias de humor.

Mikhail é um dos cinco vampiros mestre, com mais de dois mil anos de vida, não se importa com os sentimentos das humanidade. Governa pelo bem da sua fonte de alimento e ponto, então parece frio e arrogante. Sasha cai como uma bomba na vida dele. Ela não é obediente ou discreta, e parece atrair problemas como abelhas ao mel. A atração é forte, mesmo afirmando o contrário, ele não consegue resistir.

O relacionamento deles vira uma loucura, um vampiro maduro com uma adolescente? Muitas vezes parecia que Mikhail abria mão de toda sua experiência para ficar ao nível de Sasha. Mas ela não empacou, a cada desafio vencido, era notório que algo nela havia evoluído. Não, ela não vira uma adulta ao longo do livro, mas não é a adolescente do começo do livro.
Mikhail também parece diferente por causa das coisas que faz e age por conta de Sasha. Mas no caso dele vejo mais como uma adaptação ao sentimento que ela provoca.

A história não fica estática em nenhum momento, há sempre algo acontecendo e dá para notar que a Kel tem um objetivo bem definido para os outros livros.

É uma história de amor sim, o foco é Sasha e Mikhail, mas ela mostra como esse amor começa e se desenvolve em meio as dificuldades e perigos.

Curti muito, me envolvi mesmo. Ri com as trapalhadas, sofri com as perdas e terminei o livro torcendo pelo amor dos dois.

Boa leitura

Capa, ficha técnica, sinopse

Kel Costa - Fortaleza Negra

Fortaleza Negra

A Chegada da Nova Era

Kel Costa

ISBN: 9788564850699
Editora: Jangada
Número de páginas: 424
Encadernação: Brochura
Formato: 16 x 23 cm
Ano Edição: 2014

Sinopse

De uma inóspita região da antiga União Soviética, vampiros, até então considerados criaturas lendárias, surgem inesperadamente e põem fim à Guerra Fria em 1985. Usando seu poder mental extraordinário e sua força sobre-humana, os Mestres da Realeza Vampírica exigem a rendição dos líderes mundiais e se autoproclamam senhores absolutos do planeta. Dez anos depois, vivendo num mundo de relativa paz entre humanos e vampiros, Aleksandra Baker, uma garota de 17 anos, se ressente por não ter a mesma liberdade que os jovens do passado.

Agora, além de viver sob o jugo dos vampiros, Sasha, como é chamada por todos, está apavorada com uma nova ameaça, a invasão de predadores letais: os mitológicos! Diante dos terríveis ataques de centauros e minotauros, a família Baker não vê outra saída a não ser se mudar para a Rússia e morar entre os muros do único lugar onde é possível viver livre dos ataques: a impenetrável Fortaleza Negra, reduto da Realeza Vampírica. Mas a ideia de se mudar para a Fortaleza não agrada a Sasha. Ela não gosta de vampiros e, para o seu desespero, Helena, sua melhor amiga, vai ficar para trás, correndo surpreende com o fato de os Mestres da Realeza Vampírica serem tão fascinantes. Principalmente o Mestre Mikhail, que parece ter uma implicância gratuita com a garota e sempre a deixa nervosa com seu jeito arrogante e autoritário.

Dividida entre viver uma vida trivial ao lado dos novos colegas de escola ou se envolver num mundo cheio de segredos, jogos de poder, sedução e protocolos da Realeza, Sasha ainda precisará encontrar uma forma de levar Helena para a Rússia e se manter a salvo dos mitológicos que rondam a Fortaleza. A única esperança são as pesquisas do seu pai, um biólogo que estuda uma forma de destruir de vez essas criaturas. Para isso, ele conta com a ajuda de Blake, um prodígio adolescente, que balançará o coração de Sasha. Mas a jovem talvez já esteja envolvida demais com a obscuridade do Mestre Mikhail…

Compre o livro no

Submarino