Avaliação

Uma mistura de policial com thriller psicológico. A autora criou uma história excepcional onde o leitor será conduzido a pensar em vários suspeitos e será surpreendido o tempo todo.

9.5
Nota

Olá!

Confira a resenha do livro Percepção da morte da autora Louise Anderson.

Um livro fantástico!!!!

Erin é advogada especializada em indenizações. Trabalha na Paterson, Paterson & Cia. Advocacia, fundada por seu avô. A família é rica e tradicional.

Quem vê a advogada competente, arrogante, autossuficiente, não desconfia do que se passa dentro dela.

Tudo está caminhando dentro da normalidade, até que ela por um lapso, algo que nunca aconteceu, esquece os arquivos que vai usar na reunião com o cliente e volta correndo para seu apartamento para buscá-los.

Ela esqueceu a chave e tenta contato pelo interfone com a zeladora, mas não obteve sucesso. Liga para Paul, seu vizinho de cobertura, que abre a porta para ela.

Eles não são amigos, mal se falam por conta de uma matéria que ele escreveu e criticou Erin. Mas agora está à porta e  parece enrolar para que não entre. Mas ela entra e encontra Alex, seu namorado, na cama com a zeladora.

Alex e Erin discutem e ele acaba a encurralando, e tomada por medo o golpeia com uma estatueta de bronze.

A partir daí a vida de Erin vira uma montanha russa. Os fatos que se sucedem são o que tornam o livro um dos melhores no gênero policial que li no último ano.

Ela é levada para a delegacia. Isso pode ser péssimo para imagem da empresa.

E tudo fica surreal. Alex mente, diz que ela o atacou e que foi por causa de ciúme, além de ameaçá-lo de morte. Na verdade ela estava se defendendo.

–Você ameaçou o Sr. Faraday?

–Sim, ameacei,mas foi pura retórica. Posso ter dito” Eu vou matar você”, da mesma forma que um pai irritado ameça um filho vagabundo. Não tive essa intenção. – Estremeci ao perceber o quanto o meu discurso havia sido equivocado.

Como Paul estava presente, essas acusações não tiveram validade. Alex vendeu a história distorcida para os jornais, mas eles tiveram cuidado para escrever e Erin não conseguiria um processo. Erin foi solta, mas o estrago estava feito.

Muitas horas passaram e ao recuperar as mensagens de seu celular, se depara com uma que parece de um tarado.

A polícia a procura, mas por conta do brutal assassinato de Lucy, pois rastrearam as ligações e ela havia ligado para Erin. não só para o celular mas para a casa também. Aquela mensagem nojenta foi do momento do assassinato. A polícia leva o celular.

Erin sempre autossuficiente, agora está a beira de um colapso. Ela tem um passado terrível, um grande segredo.

Paul se aproxima de Erin para ajudá-la e eles se espezinham o tempo todo. Mas ele consegue cuidar de Erin que acaba descobrindo que Paul foi policial. A confiança entre eles é tênue.

A mãe de Erin parece viver em um universo paralelo. Seu pai quase não se comunica com o mundo por seu estado de saúde debilitado. Brontë, sua irmã fútil, está sempre bebendo e mal cuida do filho pequeno, Max. O irmão mais novo, Finlay mora em outro país.  Ou seja, Erin sempre tomou as rédeas de tudo.

Leva um tremendo golpe depois de todos os acontecimentos. A firma de advocacia que sempre fora da família é fundida a outra e Erin, colocada para fora. Isso foi feito pelas suas costas e com assinatura de sua mãe.

É muito até agora? Há um serial killer a solta, que matou Lucy. Erin ou sua família podem ser o próximo alvo.

Segredos sobre Leland, seu irmão morto, vem a tona e reviravoltas acontecem o tempo todo.

Uma mistura de policial com thriller psicológico, Percepção da morte prende o leitor.

A autora criou uma história excepcional onde o leitor será conduzido a pensar em vários suspeitos e será surpreendido o tempo todo.

Eu tive um palpite e mantive por pura teimosia. Acredite, o monstro é bem pior do que parece. Com quase 600 páginas é quase impossível largar a leitura até seu desfecho.

Caso fosse adaptado para o cinema, com certeza seria um sucesso também.

A capa é perfeita para a história. Diagramação e papel agradáveis à leitura.

Recomendo!

Capa, ficha técnica, sinopse

percepcao da morte

Percepção da morte

Perception of death

Louise Anderson

ISBN: 9788528615272
Editora: Bertrand Brasil
Número de páginas: 546
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2015
Tradução Heitor Pitombo

Sinopse

Intransigente e ambiciosa, Erin Paterson gerencia a firma de advocacia de seu avô em Glasgow. Mas, apesar de toda a aptidão que possui para administrar o lado profissional, sua vida pessoal anda em frangalhos: sua irmã cria um filho sozinha e está desempregada, seu pai sofreu um derrame e sua mãe parece desprezá-la. Para completar, ela acaba de encontrar o namorado na cama com a zeladora do prédio onde mora e é presa por agressão.

Quando uma velha amiga de sua irmã é brutalmente assassinada, o passado de Erin vem à tona. E o que ficou mantido a uma distância segura por tanto tempo ressurge para expor um segredo que deveria ter permanecido morto e enterrado.

Diante do risco de perder tudo — a sua reputação, o escritório da família e até a própria vida —, Erin precisa descobrir quem é o serial killer que está à solta e provar a todos que está acima de qualquer suspeita.

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez

 

Compre o livro em

Submarino

Amazon

Buscapé