Jojo Moyes – Em Busca de Abrigo @bertrandbrasil @editorarecord #resenha


Jojo Moyes - Em Busca de Abrigo

Olá!

Confira a resenha do livro Em Busca de Abrigo de Jojo Moyes. É um relançamento e é o primeiro livro da autora. Veja também as outras resenhas dessa excelente autora, aqui, no Livrólogos.

Em Busca de Abrigo nos mostra um claro panorama da vida em família, o  relacionamento com parentes e amigos próximos, os encontros, conflitos, medos e segredos ocultos que atravessam gerações.

Tudo começa em uma festa em 1953. Joy, de 23 anos, se apaixona por um oficial da marinha, Edward Ballantyne.

Chegam os filhos: Christopher e Kate.

A menina cresce, porém seu relacionamento com a mãe vai se deteriorando porque só amor não basta em um relacionamento familiar. Além disso, um fato ocorrido em família torna a vida  de Joy mais difícil. Ela vive de lembranças, mergulhada nos afazeres do dia a dia.

Aos dezoito anos, kate abandona a casa dos pais na Irlanda,  para morar na Inglaterra com sua filha ilegítima, Sabine.

Ela quer se reinventar e mergulhar no trabalho para apagar seu passado e tudo que se relaciona à sua família.

Ela mora em Londres há quinze anos.

Insatisfeita no amor, Kate troca de marido algumas vezes. Sua instabilidade emocional  interfere no relacionamento com a filha,  adolescente, chegando a ficar insuportável.

Decide que a jovem  passe uma temporada na casa dos avós.

Por conta de seu temperamento explosivo e a dificuldade de se adaptar aos avós, aumenta o distanciamento entre ela e Kate .

Diante da notícia de que o velho Edward está muito enfermo, e a saudade da filha, Kate vai à Irlanda.

“Ela voltara, se não como ovelha negra da família, ao menos como alguma coisa oprimida, pronta para o abate.”

Observa-se o  retrato do drama em família (tão bem vivido pelas personagens), cujos conflitos atingem três gerações de mulheres de laços tão fragilizados por expectativas não correspondidas. Porém, segredos  que, revelados, passam a vida a limpo, e, verdades esclarecidas, apontam caminhos que redirecionam suas vidas.

A nova capa é muito bonita, e remete ao padrão que outra editora que também publica a autora usa. Isso é ótimo, pois quem coleciona e ama livros, sabe como é colocar livro do mesmo autor na estante e a lombada e o tamanho destoarem. A diagramação e papel são agradáveis à leitura. Recomendo

Capa, ficha técnica, sinopse

Jojo Moyes - Em Busca de Abrigo

Em Busca de Abrigo

Sheltering Rain

Jojo Moyes

ISBN: 8528610845
Editora: Bertrand Brasil
Número de páginas: 434
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2015
Tradução Renato Motta

Sinopse

Sem contato com sua mãe desde que fugiu de casa quando ainda jovem na zona rural da Irlanda, Kate fez um juramento de que seria sempre amiga de sua filha, Sabine. Mas a vida tem uma maneira engraçada de se repetir, e Kate vê um abismo crescente entre elas. Com Sabine às vésperas de fazer uma jornada de volta à Irlanda para ver sua avó e resgatar seu passado, Kate se pergunta como elas chegaram a essa situação e o que ela pode fazer para mãe e filha se reconectarem.

Para Joy, ver sua neta é a realização de um sonho. Após uma dolorosa separação de sua filha Kate, ela aguarda ansiosamente a chegada de Sabine. Porém, logo após a chegada da neta, a conexão que ela esperava não acontece, diminuindo seu entusiasmo. E quando o impetuoso temperamento de Sabine força Joy a encarar fantasmas do passado, ela percebe que talvez seja a hora de fechar antigas feridas.

A inesquecível história de três gerações de mulheres irlandesas frente às verdades fundamentais de amor, dever e o inquebrável elo que une mães e filhas.

Capa da edição anterior

Jojo Moyes - Em Busca de Abrigo

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez

Compre o livro

Submarino

Amazon

Buscapé

editora parceira

*Participe do TOP Comentarista

Previous @Cialetras @Suma_Br @editoraseguinte na #Bienal2015 Evento 7/9 #Geek #nerd
Next Felipe Colbert - Para continuar #resenha @Novo_Conceito

2 Comments

  1. Avatar
    Leticia Ramos de Mello Oliveira
    10/09/2015

    Olá, Rosana!

    Realmente, essa nova capa da Bertrand lembra mesmo as da Intrínseca (com exceção de Um mais Um, que seguiu o modelo das capas estrangeiras). Na época que essa reedição foi lançada, pensei se a Bertrand queria dar uma cutucada na Intrínseca com essa atitude. Mas agora entendi essa questão estética (que tinha que ter entendido há mais tempo, considerando que séries e trilogias sempre mantém um padrão de estilo nas capas).
    Mesmo sendo um livro de estreia, a Jojo já apresenta aí algumas de suas características marcantes, que a de falar de relações humanas com leveza e emoção. E considerando que a trama é focada em uma família desestruturada e não em um casal que se forma em circunstâncias adversas, já é uma grande diferença desse livro.

    Um abraço!

  2. Oi, Rô.
    Fico impressionada em ver como você consegue dar conta de todos os livros…
    Estou com esse aqui na estante, mas não tenho ideia de quando vou conseguir ler!!!
    Finalmente estou começando a colocar minhas resenhas em dia, mesmo está está difícil!!
    Beijos
    Camis

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)