Avaliação

Um romance intenso que nos mostra a trajetória de uma jornalista que buscando respostas para dor alheia, supera a sua própria.

8
Nota

Olá!

Confira a resenha de Neve na primavera, da autora Sarah Jio.

É um romance intenso que nos mostra a trajetória de uma jornalista que buscando respostas para dor alheia, supera a sua própria.

Claire é uma jornalista que trabalha no “Seatle Herald”, importante jornal da cidade. Sofrera um acidente, e a melhor forma de se recuperar era dedicar-se inteiramente ao trabalho.

“O marido Ethan, gerente editorial a superara trabalhando mais dias que ela.”

Certa manhã fora chamada pelo chefe Frank para cobrir uma nevasca fora de época e ele a lembrara também que houve uma outra há mais de 80 anos, na mesma data, maio de 1933, que paralisara a cidade.

“Duas nevascas compartilhando a mesma data no calendário , separadas por quase um século?”

Pesquisando o material nos arquivos, ela descobre que a nevasca de 1933, um garotinho de 3 anos, Daniel Ray havia desaparecido e até a presente data, nada se soube sobre o caso.

Vera Ray, sua mãe, é solteira e trabalha à noite, como camareira em um hotel. Sustenta o filho Daniel com dificuldade. Ao retornar a casa, ao amanhecer, no dia 2/5/1933, ela não o encontrou.

As buscas da mãe foram em vão.

Claire, focada nessa história sem conclusão inicia uma longa investigação para descobrir o que realmente ocorrera durante a fatídica nevasca de 33.

Claire passa por momentos difíceis na vida pessoal, pois há 1 ano ela sofreu uma perda que abalou a relação do casal. Ela não consegue se concentrar em nada.

“E agora, na minha dor, eu tinha congelado, excluído Ethan. E, quando meu coração estava começando a descongelar, era tarde demais.”” Na busca por respostas sobre o desaparecimento de Daniel Ray, Claire descobre, enfim, uma razão para o trabalho. Ela encontra na história de Vera Ray uma forma de superar seus próprios traumas.

Devagar, ela vai localizando pistas e esclarecendo os meandros das coincidências e reviravoltas que envolvem “aquele mistério”, compondo, finalmente, a prometida manchete para o jornal de domingo.

Neve na primavera é romance em cuja história duas mulheres distantes no tempo mas de próximos sentimentos compõem um enredo envolvente com personagens tão marcantes que é improvável esquecer.

A capa é bonita, e diagramação e papel agradáveis à leitura.

Capa, ficha técnica, sinopse

 

neve na primavera

Neve na primavera

Blackberry Winter

Sarah Jio

ISBN: 9788581637211
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 336
Encadernação: Brochura
Formato: 16 x 23 cm
Ano Edição: 2015
Tradução: Rafael Gustavo Spigel

Sinopse

Seattle, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho. Na manhã seguinte, o dia 2 de maio, uma nevasca desaba sobre a cidade. Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve. Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos, Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez