Avaliação

Como é típico nas tramas do autor, há reviravoltas e o leitor tem sua atenção fisgada e mantida até o fim. E com certeza muitas vezes será levado a acreditar em pistas que parecem verdadeiras. Ele amarra as pontas, deixando tudo explicado sem ser óbvio e com um final bem concluído.

9
Nota

Olá!

Confira a resenha do livro O colecionador de peles, do autor Jeffery Deaver.

É o livro 11 da série Lincoln Rhyme, mas sem problema ler fora de ordem. A trama não será comprometida, ela é independente.

Claro que lendo a série toda, você terá mais informações no que tange a parte psicológica. As nuances das personalidades. Mas eu só li um dos livros e não tive nenhum problema, mesmo porque não temos todos publicados no brasil.

Acredito que muitos lembrem de O colecionador de ossos, que foi adaptado para o cinema e estrelava Angelina Jolie e Denzel Washington, pois bem, desta vez há novamente um serial killer fazendo vítimas em NY.

Desta vez é um tatuador. Ele leva suas vítimas para o subterrâneo para matá-las. Ele as tatua, mas não com tintas comuns à isso, são diferentes venenos que resultam em uma morte agonizante. As tatuagens são códigos para quem quer que as consiga decifrar.

Temos o detetive Lionel Rhyme e sua parceira Amelia Sachs, Ron Pulanski que é o novato na equipe e outros coadjuvantes que vão lutar contra o tempo. Eles descobrem que o assassino está se inspirando em O colecionador de Ossos – baseado no caso do serial killer que aterrorizara NY há mais de uma década, o 1? caso famoso de Rhyme e o que o deixou tetraplégico.

Será que o assassino está estudando o modus operandi de Rhyme e o que o faz ser o melhor detetive? Rhyme e Sachs e a equipe tentam antecipar onde e cada crime acontecerá, assim como a motivação do Colecionador de Peles. Correm contra o tempo e conseguem frustrar alguns ataques, com essa análise, mas isso faz com que o assassino tenha como alvo a equipe.Eles terão que se precaver e dar continuidade na investigação.

Como é típico nas tramas do autor, há reviravoltas e o leitor tem sua atenção fisgada e mantida até o fim. E com certeza muitas vezes será levado a acreditar em pistas que parecem verdadeiras, mas podem ser falsas e vice-versa.

Ele amarra as pontas, deixando tudo explicado sem ser óbvio e com um final bem concluído. Recomendo.

Capa, diagramação e papel agradáveis à leitura.

Capa, ficha técnica, sinopse

colecionador-peles

 

O colecionador de peles

The skin Collector  – 2014

Jeffery Deaver

ISBN:9788501106100
Editora: Record
Número de páginas: 490
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2015
Tradução: Luiz Paulo Carvalho de Carvalho

Sinopse

Um novo serial killer espreita pelas ruas de Nova York com sua mente doentia e perturbada. Conhecido como ‘O Colecionador de Peles’, ele é um tatuador que arrasta as vítimas para o subterrâneo da cidade, onde pode realizar sua arte sem ser interrompido. O problema é que, para criar suas obras-primas, em vez de tinta, ele desenha com venenos letais, causando mortes lentas e dolorosas. Convocados para a investigação, o detetive Lincoln Rhyme e sua parceira Amelia Sachs têm apenas as mensagens criptografadas gravadas na pele das vítimas como ponto de partida. Enquanto tenta descobrir o significado das tatuagens, a dupla segue por um caminho tortuoso em que nada é o que parece ser, e precisa correr contra o tempo para decifrar as pistas que encontram, antes que O Colecionador de Peles faça sua próxima vítima.

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez

Compre o livro

Amazon    Submarino    Buscapé