Yvette Manessis Corporon – Um romance grego @editorarocco #resenha


Yvette Manessis Corporon - Um romance grego

 

romance grego

 

Olá!

Confira a resenha do livro Um romance grego da autora Yvette Manessis Corporon.

É uma linda história permeada de mitos e magia onde há perdas e resgate, mas muito amor. A simples e sábia avó e sua neta, que mesmo distantes por um oceano, mantém uma fortíssima ligação.

Daphne é uma jovem viúva, tem uma filha pequena, Evie, e possui um restaurante. É uma chef renomada e está prestes a se casar com o belo e rico Stephen. Ela está a caminho da ilha grega Erikousa, onde passava suas férias até a adolescência, com sua Yia-yia, rodeada de amor e tradição, onde aprendeu a cozinhar. Ouvia as histórias e lá se sentia livre e feliz. Vai se casar ali. Convenceu Stephen a isso e ele irá em alguns dias para lá também.

Chegando na Grécia, é recepcionada pela prima e grande amiga, Popi, relembram muitas histórias da infância. Sua sempre tímida filha, Evie começa a desabrochar. No dia seguinte partem para a ilha onde yia-yia vive.

Erikousa é rústica, simples, com todas tradições e mitos. Daphne reencontra sua amada Yia-yia ( a bisavó dela). E a partir daí, tudo começa a mudar. Há o misterioso Yianni, um pescador que veio de fora, charmoso, muito protetor de Yia-yia e muito inteligente. Logo de cara, ele já implica com Daphne, fala com ela como se a acusasse de largar a yia-yia dela.

Os preparativos para o casamento estão sendo feitos. Conforme se desenrola a trama, vamos conhecendo a história de Daphne, suas perdas, conquistas. Ela resgata seu passado, conhece melhor Yianni, recobra o brilho, descobre grandes segrdos que envolvem sua yia-yia.

Apesar da simplicidade, sua bisavó , sua yia-yia, é uma senhora muito sábia, que diz ouvir os ciprestes. Daphne sempre quis ouvi-los, mas a dor de suas perdas e estar longe de suas origens, das histórias da yia-yia, a afastaram, fez com que se esquecesse. E esse passado vai interferir diretamente em seu futuro e vai fazê-la enxergar o que estava bem a sua frente.

“Às vezes, Daphne mou, quando não sabemos que caminho tomar, quando nos sentimos perdidas e desamparadas, só precisamos parar e ouvir. Às vezes nossa salvação está bem ali na nossa frente, esperando para ser ouvida. Os sussuros dos ciprestes estão sempre ali, esperando para serem ouvidos.”

Uma história linda e claro, uma tragédia grega, mas não é triste, é emocionante e cheia de ensinamentos.

Bem escrito, prende a atenção. Com certeza vai fazer seus olhos marejarem, mas também trará muitos sorrisos com essa tocante história sobre o poder do amor.

Tudo isso acompanhado de uma viagem à Grécia e seus costumes, mitologia e também uma viagem gastronômica, não só por conta da protagonista ser chef, mas pelas conversas dela com sua bisavó ( yia-yia) acompanhadas de muitos pratos e bebidas. Fui surpreendida por tudo. Amei.

A diagramação e o papel são agradáveis a leitura. A capa é muito bonita, mas a protagonista é morena, e a moça na capa tem o cabelo mais claro.

Seria muito bom se fosse adaptado para o cinema 😀

Capa, ficha técnica, sinopse

Yvette Manessis Corporon - Um romance grego

 

Um romance grego

When the cypress whispers

Yvette Manessis Corporon

ISBN: 9788568432082
Editora: Rocco
Número de páginas: 288
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2015
Tradução: Léa Viveiros de Castro

Também em eBook

Sinopse

Era na encantadora Erikousa que Daphne costumava passar as férias na infância e na adolescência. Agora, adulta, viúva e prestes a se casar novamente, a renomada chef deixa a agitada vida em Nova York e retorna à pequena ilha grega para cuidar dos preparativos do casamento, a ser realizado em duas semanas. Filha de imigrantes que foram buscar uma vida melhor nos Estados Unidos, aos poucos Daphne se entrega à vida tranquila do lugar, regada a almoços servidos sob a oliveira no pátio da casa da avó. O contato com velhos conhecidos, suas lembranças dos verões passados na ilha e as visitas de Yianni, um pescador quarentão misterioso, levam Daphne a conhecer segredos nunca imaginados sobre sua família e conduzem a trama a um desfecho surpreendente.

 

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez

Compre o livro em

Amazon

Buscapé

Submarino

Previous Lançamentos @HarlequinBrasil
Next Lançamentos Novembro @EditoraRocco

2 Comments

  1. 30/11/2015

    Olá Letícia!
    Eu adoro o filme Casamento Grego. Fiquei sabendo da gravação da sequência.
    Yia-yia não é um nome é uma maneira de chamar avó em grego 😉
    Este livro tem uma carga dramática que em Casamento Grego não há, é mais humor. Mas ambos são adoráveis.
    bjs

  2. Leticia Ramos de Mello Oliveira
    21/11/2015

    Olá, Rosana!

    É uma trama bem leve e emocionante que até me lembrou Casamento Grego (acredita que estão gravando a continuação desse filme?), mas não é estereotipado como o famoso filme e sim mais próximo da cultura e tradições gregas.
    E gostei muito do nome da bisavó da Daphne, Yia-Yia e dos outros personagens gregos. São tão diferentes e tão exóticos!

    Um abraço!

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)