Avaliação

Ser pai não é fácil, mas apesar dos desafios é uma experiência única, e a paternidade é uma dádiva. Segundo o autor, “ser pai torna o homem melhor”.

8
Nota

Olá!

Confira a resenha  do livro O papai é pop 2, do autor Marcos Piangers, recebi o livro pela Belas-Letras

papai pop2

Este livro de crônicas fala sobre – ser pai — de uma forma descontraída, inteligente, mas não menos divertida.

São fatos do cotidiano de Marcos e suas filhas Aurora e Anita. Ele tem um amor incondicional por elas. Elas são a razão de sua vida.”

Eles têm um relacionamento adorável e é incrível o esforço para driblar  desafios para ser um pai presente.

Ele nos passa, através de uma linguagem simples e direta, suas experiências na criação das meninas e suas reflexões sobre as lições que elas lhes dão. Pai perfeito não existe.

“O pai perfeito está aí do seu lado , precisando de lições constantes. Podia ter dado tudo errado, mas minha mãe, minha mulher, minhas filhas estavam lá para me ensinar uma porção de coisas.”

São muitos os questionamentos infantis cujas respostas estão no decorrer da própria vida.

“Quando tiver filhos entenderá seus pais.”

Ser pai não é fácil, mas apesar dos desafios é uma experiência única, e a paternidade  é uma dádiva. Segundo o autor, “ser pai torna o homem melhor”.

A leitura do livro nos ensina a valorizar momentos simples e únicos no desabrochar infantil. O tempo passa. A experiência de hoje é a saudade de amanhã.

CAPA, FICHA TÉCNICA, SINOPSE

papai é pop 2

O papai é pop 2

Marcos Piangers

ISBN:9788581742731
Editora: Belas-Letras
Número de páginas: 112
Encadernação: Brochura
Formato: 15 X 21 cm
Ano Edição: 2016

SINOPSE

“O papai é pop” está de volta! Marcos Piangers vai colocar você no banco de trás do carro, ao lado das filhas Anita e Aurora, para contar novas histórias – algumas comoventes, algumas divertidas e outras talvez um pouco nojentas – sobre essa coisa absolutamente comum e extraordinária que é ter um filho. Um sentimento que não se pode explicar, não se pode entender. Só se pode viver. Porque você não vai ter um filho para obter vantagens, descontos, deduções do imposto de renda ou balões de graça sempre que for ao shopping. Um filho vai esgotar suas economias e minguar suas noites de sono. Vai sujar suas camisas novas e desenhar em suas paredes. Você vai ter um filho, na verdade, por um único motivo: para aprender a amar outra pessoa mais do que a você mesmo.

Boa Leitura

See ya!

Rosana Gutierrez

Compre o livro

Amazon

Submarino

Buscapé