Olá 

Quando li “Como eu era antes de você”,  me emocionei com a história, mas muitas vezes eu quis socar a Lou, ainda mais vendo ela tão sem ambição e com aquele namorado chuchu. 

Mas no decorrer da história, ela mudou, cresceu. E assim como ela tocou a vida de Will e fez diferença, ele também tocou a vida dela. E não só pelo que deixou para ela após sua passagem. 

Nesse primeiro livro,  para mim,  não foi o despertar de um grande amor o principal, foi o amadurecimento da Lou, e aceitação da decisão do Will. 

Sem querer entrar em mérito de certo ou errado, Will tem todo direito de escolher o que ele quiser para a vida dele, somos senhores de nossas decisões e tentar interferir com palavras, ideais, moral, religião não acredito que seja correto. 

Assim como temos que assumir o resultado de nossas decisões,seja ele qual for. 

Já, no segundo livro, Depois de você, eu senti que a Lou, novamente estava meio perdida e se enrolando novamente. 

Acredito que a Jojo o escreveu,  para suprir nossa carência de “e agora? Acabou o livro …” 

Mas como a autora tem seu toque delicado e maneira especial de escrever, e somos #JojoLovers,  adoramos. 

Eu achei um tanto desnecessário esse segundo livro, e fiquei um pouco triste com o rumo de algumas coisas. Mas de modo geral, foi bom e deu uma leveza na vida da Lou. Ela amadureceu. 

Do meu ponto de vista as histórias trazem não só o romance, a história de amor e superação, ela traz também a discussão sobre vida e morte, decisões e,  que quem nos cerca, deve respeitar e entender as razões dessas decisões .  E que o amor, acima de tudo, não pode ser egoísta. 

De forma bela e com o estilo que é inconfundível da Jojo Moyes. 

É que venham mais livros da Jojo 

See ya

Rosana Gutierrez