James Rollins e Rebecca Cantrell – Sangue inocente @EditoraRocco #resenha


sangue-inocente

Olá!

Confira a resenha do livro Sangue Inocente de James Rollins e Rebecca Cantrell. Publicado pela editora Rocco.

Mais uma vez, os autores surpreendem num thriller de tirar o fôlego. Continuam contextualizando e mesclando ficção com fatos históricos, mitos, profecias, o que deixa a narrativa mais empolgante e crível.

Nesta continuação de Evangelho de sangue a arqueóloga, Erin Granger recebe uma mensagem do Cardeal Bernard, líder da Ordem dos Sanguíneos – um grupo de vampiros sob ordens do Vaticano, cuja sede de sangue é mantida sob controle com vinho consagrado, o sangue de Cristo.
Essa mensagem é o que leva Erin de volta para a antiga guerra entre o Sanguineos e o Strigoi – grupo rival de vampiros que bebem sangue humano.

Agora surgiu um novo vilão, Judas Iscariotes — e que pode ser o bíblico Judas, amaldiçoado com a imortalidade, prestes a fazer uma profecia se cumprir, abrir as portas do inferno usando o sangue inocente de um menino ( que tem ligação com um anjo) e o apocalipse. Pois em sua mente distorcida, a única maneira de superar a culpa que ele suportou com a traição de Cristo é fazer de tudo para trazê-lo de volta, sua segunda vinda.

E para salvar o mundo de seu fim, Erin relutantemente une forças com uma outra entidade cuja natureza maligna não deve ser menosprezada.

Rhun Korza e o jovem Tommy Bollar, sobrevivente do evento em Massala estão desaparecidos.

Erin juntamente com o sargento Jordan Stone e o sanguinista Christian partem através da Europa e Oriente Médio para combater um mal de proporções biblícas.

Este evento pode ser interrompido por meros mortais? O interessante é não ter certeza se os protagonistas são os mesmos da profecia.

Condessa Elisabeta Bathory é uma figura importante que aparece no livro, a lendária “Condessa Sanguinária”, que realmente existiu . Era húngara e sádica.

Sangue inocente é frenético e envolve muita história e simbologia, mantendo os leitores vidrados. As personagens fictícias mesclam-se as figuras históricas e criam uma nova realidade,retratando a eterna batalha entre o bem e o mal pela narrativa de Rollins e Cantrell.

Capa muito significativa, diagramação e papel agradáveis à leitura.

Ah, o autor tem inúmeros livros escritos como Indiana Jones e o reino da caveira de cristal, e Sigma Force.

TRILOGIA A ORDEM DOS SANGUÍNEOS

– City of Screams: A Short Story Exclusive (2012) – Conto não publicado no Brasil

1 – O evangelho de sangue (2014)  – The Blood Gospel: The Order of the Sanguines (2013)

 – Blood Brothers: A Short Story Exclusive (2013) – Conto ainda não publicado no Brasil

2- Sangue Inocente (2017) – Innocent Blood: The Order of the Sanguines (2013)

3- Blood Infernal: The Order of the Sanguines (2015) ainda não publicado no Brasil

CAPA, FICHA TÉCNICA, SINOPSE

sangue-inocente

Sangue inocente

Innocent Blood: The Order of the Sanguines

James Rollins e Rebecca Cantrell

ISBN: 9788532530448
Editora: Rocco
Número de páginas: 464
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2017
Tradução: Ana Lucia Deiró Cardoso

SINOPSE

Após descobrir a existência de um Evangelho escrito por Jesus Cristo e se envolver com a misteriosa Ordem dos Sanguinistas, a arqueóloga Erin Granger tenta retomar sua rotina como professora universitária nos Estados Unidos, até que uma série de acontecimentos estranhos na Califórnia e em Roma fazem com que ela busque mais uma vez a ajuda da obscura organização e do sargento Jordan Stone.

Na aguardada continuação de O evangelho de sangue, uma profecia apocalíptica e o surgimento de novos adversários levam Erin e seu grupo numa aventura ininterrupta através de séculos de história ao redor do mundo. Das planícies desertas da Terra Santa até as águas geladas do Oceano ártico, das catacumbas de Roma a uma plataforma de petróleo no mar Mediterrâneo. E finalmente, até os portões do inferno, onde o destino da humanidade será decidido

Book trailer

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez

Previous Veronica Roth - Crave a marca @EditoraRocco #resenha
Next BASTIDORES LITERÁRIOS – Será Que Adaptações Ajudam Mesmo a Literatura? (2 de 2)

16 Comments

  1. Avatar
    31/03/2017

    Nunca li nada do autora e nem conhecia a série, mas fiquei interessada. É uma temática corriqueira e diferente ao mesmo tempo, pois fala de vampiros, mas com outro enfoque.

  2. Avatar
    Rayanni A.
    31/03/2017

    Olá, tudo bem?
    Não conhecia o livro e gostei muito da sua resenha, espero poder ler os dois em breve!
    Obrigada pela dica.
    Um beijo.

  3. Avatar
    30/03/2017

    Oi! Senti um feeling meio “Dan Brown” aí haha
    Não conhecia essa série, mas resolvi ler a resenha mesmo sendo do segundo, por curiosidade mesmo. Achei a construção bem interessante. Parabéns! Espero que goste da sequência.

    Papierllon

  4. Avatar
    21/03/2017

    Ola lindona que sinopse intrigante menina, sua resenha me deixou ainda mais curiosa, adoro livros com vampiros essa mistura de vampiros com temas religiosos ficam bem interessante. Dica anotada. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

  5. Avatar
    anastaciacabo
    17/03/2017

    Oie, eu adoro livros com essa temática. Sei que os livros do Rollins são sempre muito bem avaliados mas eu mesma ainda não li.
    Adorei a resenha, super instigante e com uma linguagem muito legal.
    Bjs

  6. Oi, Rô.
    Morro de vontade de ler os livros desse autor e adorei saber mais detalhes sobre esse segundo livro da série.
    Confesso que estava esperando sair o terceiro livro para ler todos de uma vez, mas sua resenha me deixou tão curiosa que não sei se vou resistir até lá!!! Rs…
    Beijos
    Camis

  7. Avatar
    13/03/2017

    Olá, tudo bem? Nossa a série parece ser grande hein hahaha Olha confesso que o temo sobrenatural com certeza me chamaria a atenção, mas a questão de ser um thriller me deixa meio receosa. Não curto muito o gênero, mas talvez eu dê uma chance a este por ser uma mistura. Adorei!
    Beijos,

  8. Oiii!!

    Eu não conhecia esse livro não, achei interessante o contexto a formato como a autora decidiu trabalhar.
    A resenha está bem escrita, o que me deixou mais curiosa para ler, só vou dar um tempinho pq é série.

    Beijinhos

  9. Avatar
    12/03/2017

    Olá!

    Não conhecia o livro, mas admito que não me chamou a atenção, ainda mais depois que li sua resenha e vi que ele é continuação e faz parte de uma série. Parabéns pela resenha, muito bem escrita.

  10. Avatar
    11/03/2017

    A capa e a contextualização com o Vaticano me fizeram lembrar de O código Da Vince mas certamente não deve ser nem de longe parecido já que envolve vampiros. Os últimos livros que li que tinham um enredo fictício intrínseco com a história real que conhecemos me atraiu bastante e esse parece seguir o mesmo caminho.

  11. Avatar
    10/03/2017

    Não conhecia a trilogia, mas já estou fascinada, e coloquei na minha lista!
    Sua resenha está ótima!!!

  12. Avatar
    09/03/2017

    Oi Ro!
    Ainda não li o primeiro livro, então não sabia do que se tratava a história.
    Achei bem interessante o que apontou sobre a trama, e fiquei interessada para conferir.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

  13. Avatar
    causoseprosas
    09/03/2017

    Não conhecia a série, mas essa coisa de misturar realidade e ficção é sempre interessante. A gente fica se perguntando o que realmente aconteceu e é real. Vou anotar a dica!

    Bjos

  14. Rosana Gutierrez
    08/03/2017

    Oi Thamires, é um livro, não filme 😉

  15. Avatar
    08/03/2017

    Nunca havia ouvido falar desse filme, mas é uma mistura de muitas coisas em um mesmo livro deve ser por isso que foi preciso ser uma série.

  16. Avatar
    08/03/2017

    Olá
    Uia que interessante, eu não lembro de ter lido a respeito do primeiro livro, mas esse segundo me deixou curiosa demais, gosto de vampiros e esse negócio de Judas, a Condessa também aparece na trama, adorei. Ai que tristeza mais um três livros para a lista enorme, desse jeito não do conta XD

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)