Filmaços de heróis – parte 2 #TOP5 #MesdasCrianças


top 5 dia criancas 2

O Dia das Crianças já passou, mas o @livrólogos segue em sua missão de quatro #top5 com filmes de heróis que seguem próprios para crianças e para pais que se preocupam com a perda de inocência do gênero. Nessa segunda lista, apresentamos alguns dos filmes que deram prosseguimento ao Universo Marvel, além de uma grata surpresa produzida junto à Sony Pictures. Vamos lá?

1-Guardiões da Galáxia (2014)

Dois anos depois que os Vingadores salvaram o Planeta Terra – e a Marvel – e deram origem a sequências interessantes com seus protagonistas, o público foi apresentado aos Guardiões da Galáxia, à época chamados por mim de “Star Wars coloridinho”; parece pejorativo, mas não é. A equipe formada por diferentes espécies – incluindo uma árvore e um guaxinim falantes – abraçou todos os clichês das aventuras espaciais, porém com mais cores e a linguagem marveliana, resultando no híbrido perfeito, amado pelas crianças e permeado pela mais deliciosa coleção de canções pops já ouvida num filme do gênero. Vale observar ainda que, nesse filme, fomos apresentados ao vilão Thanos.

2-Guardiões da Galáxia vol. 2 (2017)

Após o gigantesco sucesso do primeiro filme, a equipe de desajustados inter-espécies segue cada vez mais unida, agora numa aventura um pouco menos genérica e mais focada no passado do protagonista Peter Quill, interpretado pelo ex-gordinho e atual galã Chris Pratt – elevado a um novo patamar na carreira depois de protagonizar o reinicio da saga Jurassic Park. Assim, com um roteiro ainda mais encaixado e um destaque maior para as já mencionadas canções, o filme manteve o nível de seu antecessor – talvez até o tenha superado – e pavimentou o futuro dos Guardiões e de Thanos no Universo Marvel.

3-Homem-Formiga (2015)

Os Vingadores e o próprio Universo Marvel tem no Homem-de-Ferro um fio-condutor? Sim, e parece que até mesmo alguns personagens paralelos surgem de relações passadas com a Família Stark, como é contado em Homem-Formiga, quando o cientista Hank Pym, desafeto do pai de Tony Stark e, portanto, longe de ser um fã do grupo de heróis, decide procurar alguém para substituí-lo com a mítica roupa que encolhe, mas mantém a força e o peso de quem veste. Assim, o personagem de Michael Douglas passa o manto para Scott Lang, vivido por Paul Rudd em um dos filmes mais divertidos, engraçados e adoráveis da Marvel, claramente influenciado pelo clássico infantil Querida, encolhi as crianças – se não viu, veja também!

4-Capitã Marvel (2019)

Capitã Marvel foi um dos filmes mais aguardados da Marvel, simplesmente por ter sido lançado depois que os Vingadores perderam a batalha para Thanos, e antes do embate definitivo. “Vamos ver do que ela é capaz”, pensaram os milhões de pessoas que foram ao cinema pra conhecer a heroína que leva o nome da editora e que talvez até conhecesse aqueles vilões intergalácticos que deram as caras contra os Guardiões da Galáxia. Além disso, depois de tantos anos de heróis homens, havia a curiosidade para saber como seria uma provável Mulher-Maravilha da Marvel – vale lembrar que a Viúva Negra, além de não ter superpoderes, não foi, até o momento, protagonista de nenhum filme. Pois quem foi ao cinema, viu uma heroína super-ultra-mega-hiper-blaster poderosa, alguns ETzinhos velhos conhecidos e um pouco de como era o mundo nos anos noventa – quando nem Vingadores tinha!

5-Homem-Aranha no Aranhaverso (2019)

Tobey Maguire, Andrew Garfield ou Tom Holland? Que o Homem-Aranha, tão adolescente e de tantas versões, tinha que estar aqui, era fato; mas qual? E depois que escolhêssemos um deles, qual filme? Pois a resposta foi dada por mais um capítulo da parceria entre a Marvel e a Sony, que gerou o que talvez seja a maior animação de super-heróis já feita. Homem-Aranha no Aranhaverso – ganhador do Oscar e do Globo de ouro como Melhor Filme de Animação – é um primor gráfico e de roteiro, que apesar das frequentes confusões causadas pelo recente clichê dos múltiplos universos, conta de maneira simples e facilmente assimilável a transição do lendário Peter Parker para Miles Morales com o manto do Aranha.  E assim, longe do Universo Marvel e com uma animação, encerramos a participação da editora em nossos #top5. Será que a DC Comics tem algo de bom pra semana que vem?

Previous Minnie Darke - Uma estrela me disse @globolivros #resenha
Next Filmaços de heróis – parte 3 #TOP5 #MesdasCrianças

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *