Fabrício Carpinejar – Te pego na saída


te pego na saida - fabricio carpinejar

Olá!

A resenha de hoje é de Te pego na saída, de Fabrício Carpinejar, autor que dispensa apresentações 😉 E faz parte da coleção Vida em pedaços, que são dois volumes e é autobiográfica.

  1. Te pego na saída;
  2. Não atravesso a rua sozinho.

Livro adorável e gostoso de ler.

A facilidade com que o autor lida com as palavras, nos envolve com as histórias e, ao mesmo tempo, nos remete às nossas próprias lembranças.

O autor nos conta de forma alegre e descontraída acontecimentos de sua infância que parecem acontecimentos seus, meus ou de quem estiver lendo o livro.

É inusitado o jeito como descreve a passagem para a adolescência.

Ao participarmos de suas aventuras e desventuras, despertamos em nós a criança que um dia fomos e nos divertimos muito com isso.

Uma vez iniciada a leitura, é impossível interrompê-la. Confira.

Capa simples e bacana e diagramação agradável à leitura.  São crônicas para jovens de 15 anos ou mais.

Capa, ficha técnica, sinopse

te pego na saida - fabricio carpinejar

 Te pego na saída

Fabrício Carpinejar
Ilustração: Eloar Guazzelli
ISBN: 9788566470192
Editora: Edelbra
Número de páginas: 96
Encadernação: Brochura
Formato: 14 X 21 cm
Ano Edição: 2013

Sinopse

A Coleção Vida em Pedaços apresenta as lembranças de infância de Fabrício Carpinejar. Nestas crônicas, os acontecimentos cotidianos ganham de volta a magia perdida com a chegada da vida adulta. Através das memórias do autor, temos acesso às nossas felicidades de criança.

Boa leitura.

See ya!

Rosana Gutierrez

 

Compre o livro em um dos links abaixo

Saraiva

Livraria Cultura

Buscapé

Site Edelbra

 

 

Previous M. Leighton - Louca por você
Next Oscar 2014

2 Comments

  1. Avatar
    David Galan
    10/04/2014

    Engraçado como todos nós temos pelo menos uma situação parecida na vida e conseguimos nos identificar com outras tantas, tanto esse e como o outro livro devem trazer sem dúvidas aquela nostalgia de quando éramos crianças na escola, nossas aventuras e alegrias, precisamos de vez em quando de uma leitura assim para nos fazer voltar ao passado e reviver momentos marcantes.

  2. […] pedaços, que são dois volumes e é autobiográfica. Confira também a resenha do primeiro volume, aqui, no […]

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)