Sophie Kinsella – Becky Bloom em Hollywood #resenha @EditoraRecord


Becky- Bloom-em-Hollywood

Olá!

Confira a resenha do livro Becky Bloom da autora Sophie Kinsella.

Quem lembra de Delírios de consumo de Becky Bloom? Foi até adaptado para o cinema. Assista ao trailer abaixo para relembrar ou conhecer, vale a pena!

Mas voltemos para a resenha do livro 😀

Neste sétimo livro da série Becky Bloom, nossa protagonista continua aprontando e rendendo cenas hilárias.

Becky, o marido Luke e a filha Minnie vão se mudar para Los Angeles.

Luke tem uma empresa de relações públicas e foi convidado para  trabalhar com Sage Seymour, famosa estrela de cinema.

Becky se enche de expectativas sobre a nova vida e, ao visitar LA para encontrar casa para morar e uma pré-escola para a filha, sente como se fosse um sonho se transformando em realidade.

“Vou amar viver aqui, tenho certeza. Tudo o que dizem sobre Los Angeles é verdade. O sol brilha e as pessoas têm dentes superbrancos, e as mansões parecem cenários de filmes.”

Becky deseja se aproximar das estrelas, fazer contato com elas. Está  mesmo determinada a conquistar um emprego como produtora de moda de Sage.  Por conta disso, ela acaba criando situações com tomadas de atitudes inusitadas de consequências imprevisíveis. Acaba sendo aceita para produzir moda para uma celebridade que é inimiga de Sage.

Ela se envolve em mentiras, enganos e confusões que a tornam  alvo de fofocas e intrigas.

Acontecimentos hilários envolvem a  protagonista como as correspondências que chegam para Becky  (respostas  aos seus e-mails) denotam o efeito cômico da narrativa.

Enfim, é uma leitura dinâmica e interessante, ao sabor do glamour.

Capa, diagramação e papel agradáveis à leitura.

Também em formato capa dura com capa dourada lindíssima!

 

Capa, ficha técnica, sinopse

Becky- Bloom-em-Hollywood

Becky Bloom em Hollywood

Shopaholic to the Stars

Sophie Kinsella

ISBN: 9788528617030
Editora: Record
Número de páginas: 560
Encadernação: Brochura
Formato: 14 X 21 cm
Ano Edição: 2015

Sinopse

Los Angeles, reduto das celebridades mais famosas do mundo, de estilo de vida enlouquecedor e perdulário, cenário perfeito para que Rebecca Brandon (ex-Bloom) possa realizar suas fantasias mais glamorosas. E é para lá que ela e a família vão quando seu marido Luke é contratado para cuidar da carreira da famosa atriz Sage Seymour – e para Becky isso é um sinal de que ela está destinada a ser produtora de moda da badaladíssima celebridade e, quem sabe, também das maiores estrelas de Hollywood. Mas, assim que chega a LA, Becky descobre que sua rotina não será apenas de luxo e glamour. Alicia, uma rival do passado, também está na cidade. E o pior, é a queridinha das mães da concorridíssima pré-escola de Minnie. E o sonho de cuidar do look de Sage parece mais difícil do que ela imaginava. Até porque Luke vive adiando apresentar as duas. Então, por uma manobra do destino, Becky tem a chance de produzir a arqui-inimiga da atriz, e isso pode trazer alguns probleminhas. Pré-estreias, vestidos de gala, muitos paparazzi à sua volta, aulas de ioga e infinitas compras na Rodeo Drive. Claro que isso não acontecerá sem muitas encrencas e confusões. Será que Becky está mesmo perto de conseguir tudo o que sempre sonhou?

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez

 

Previous Helen Hiorns - O nome em seu pulso @FarolLiterário
Next Nora Roberts - J.D. Robb - Nascimento Mortal #resenha @BertrandBrasil @EditoraRecord

2 Comments

  1. Avatar
    Leticia Ramos de Mello Oliveira
    15/10/2015

    Olá, Rosana!

    Quando li a resenha desse livro me lembrei logo da última Bienal do Livro, já que por pouco consegui um autografo da Sophie. Eu vim no dia 12 de tarde e quando pensei que ela já tinha ido embora, eis que vejo ela sendo entrevistada no estande da editora Record. Tentei falar com o pessoal do estande para ver se me deixavam pegar o autografo, mas não tive permissão (Apesar de que descobri que a Ana Lima, editora da Galera Record tem uma habilidade de compreensão de inglês incrível. Ela me respondeu em português quando o meu nervosismo em querer ver a Sophie Kinsella me fez falar só em inglês). Mas quando a Sophie saiu do estande, eu corri atrás e tentei falar com o marido dela em inglês. Ao invés de ser grosso como muita gente é quando está saindo, ele foi educado ao me explicar que ela não podia autografar naquele momento porque estava saindo. Isso que chamo de educação britânica, mesmo eu não tendo pego o meu autografo.
    Ah, e Becky em Hollywood rende mesmo muita confusão e humor. E a capa dura é realmente incrível com a combinação de sobre capa (algo comum em capas duras lá fora) dourada e o desenho na capa dura.

    Um abraço!

  2. Oi, Rô.
    Li o primeiro livro dessa série e adorei.
    O que me incomodou foi nunca encontrar um exemplar do primeiro livro que não tivesse a capa do filme!!
    Então desisti de fazer a coleção! rs…
    beijos
    Camis

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)