Olá!

A resenha de hoje é Marvel Comics – A história secreta de Sean Howe, da editora Leya

Mesmo que nunca tenha lido uma história em quadrinho, com certeza já ouviu falar de Homem de Ferro, Homem Aranha, Thor, Quarteto Fantástico, Vingadores, X-Man, pois são ícones e nos últimos tempos têm seus nomes figurado nas telas de cinema e sendo sucesso absoluto. Claro, a não ser que você estivesse em outro planeta, não teria percebido o sucesso desses filmes e para completar ainda mais essas super produções e sucessos, a Marvel foi comprada pela Disney em 2009, depois do mega sucesso Homem de Ferro, de 2008.

Sean Howe captou e escreveu a história da Marvel, mas do grupo totalmente heterogêneo dos artistas e escritores por trás dessas figuras icônicas. É um trabalho bem feito, com ótima narração, fazendo jus ao que um rico acervo de personalidades dos quadrinhos sempre foi. É uma narração dos bastidores, começando com os dias anteriores à chegada de Stan Lee e Jack Kirby, nomes reconhecíveis até mesmo o mais casual dos fãs de quadrinhos. O autor gerencia muito bem o grande conjunto de criadores , editores e empresários com notável habilidade e as pessoas são bem caracterizadas. O livro é envolvente e não é preciso conhecer quadrinhos para apreciá-lo.

Fala dos altos e baixos dramáticos . À medida que a história se desenvolve das suas origens humildes à era de Lee , Kirby e criações atemporais de Ditko e através de novos ciclos de criadores, criações, proprietários e leitores , somos apresentados aos principais problemas ainda enfrentados pela indústria, ao se desdobrarem em batalhas de direitos autorais, direitos de criação, acordo de licenciamento , fandom e política corporativa .

Apesar de não ser uma história do universo Marvel de ficção, o livro mostra o paralelo entre as criações da indústria e seus criadores, conectando os principais eventos do Universo Marvel com os do mundo real. O livro é dividido em “eras” que normalmente acompanham uma mudança na liderança , que são muitas vezes vistas nas histórias produzidas no período.

A primeira parte do livro, ” Criações e Mitos ”  é provavelmente a mais valiosa do ponto de vista histórico e também da narração. O autor cobre uma grande parte da história nessa parte. Começa com o nascimento do fundador Martin Goodman em 1908, e termina com a saída de Jack Kirby , o mais importante cartunista da empresa, em 1070. Da ascensão de Goodman da pobreza para a editora de sucesso, bem como 1939 a entrada de Goodman no campo de quadrinhos com o Tocha Humana e , em 1940, o Capitão América. Depois O Quarteto Fantástico de Stan Lee e Homem Aranha, de Steve Ditko. Howe retrata os anos 60 como um período tempestuoso para a empresa.

Cada período coberto muitas vezes se resume ao criador versus corporação, e assistimos ao cabo de guerra em cada época entre os artistas que tentam exercer o seu ofício e a empresa tentando aproveitar ao máximo os frutos do trabalho do artista.

E, Stan Lee aparece no centro dessa roda-viva. Os fãs da Marvel têm debatido se Lee não levou muito crédito para a criação de Homem-Aranha e os Vingadores em detrimento de artistas como Ditko e Kirby e o autor Howe enfatiza a natureza colaborativa do trabalho. Lee pode não ter sido o único responsável pela criação de qualquer personagem, mas a venda para o mundo, desse “Universo Marvel” e a criação de um vínculo emocional com o público, ah, isso sim, é tudo Stan Lee que era hábil com criatividade, mas péssimo empresário. Tanto que a Marvel perdeu várias oportunidades em Hollywood.

Você não tem que ser um leitor Marvel Comics para ler e gostar deste livro, a história em si já é fascinante, ainda mais para conhecer toda história e essa indústria ( de quadrinhos, entretenimento). Sean Howe conseguiu reunir fatos detalhados , fofocas e citações e colocá-los  juntos em uma história sobre o sucesso e o fracasso de uma empresa muito importante e singular, da indústria do entretenimento, que nos deu ícones como Homem Aranha, Homen de Ferro, X-Man e inúmeros outros. Recomendo!

No fim do livro há um bônus especial para a edição brasileira escrita por Érico Assis.

A capa é igual a original, gostei desse detalhe. A diagramação, revisão e tradução muito bem feitas. Li em ebook que recebi da editora, a diagramação foi bem planejada, testei em dois leitores e em ambos ficou bem agradável a leitura.

Capa, ficha técnica, Sinopse

Marvel Comics

A História Secreta

Sean Howe
ISBN: 9788580448801
Editora: Leya
Número de páginas: 560
Encadernação: Brochura
Ano Edição: 2013
Tradução: Érico Assis

Disponível em eBook

Sinopse

Tudo o que você sempre quis saber sobre a Marvel Comics, mas não sabia a quem perguntar. Em 1961, Stan Lee ia pedir as contas. Já completara 20 anos de Marvel, uma editora que vendia mal e que há pouco tempo tivera que demitir boa parte dos funcionários. Mas seu chefe, Martin Goodman, queria novos heróis, novas revistas, novas criações para manter a concorrência em dia. Lee convocou Jack Kirby e Steve Ditko, seus artistas prediletos. Foi daí que surgiram: Quarteto Fantástico, Homem-Aranha, Thor, Hulk, Homem de Ferro, X-Men, Demolidor, Vingadores e o mais importante: um mundo fictício onde todos viviam em conjunto, no qual as aventuras de um personagem teriam influência direta sobre as histórias de outro. Estava criado o Universo Marvel.

Em uma pesquisa sem precedentes, Sean Howe acompanha os bastidores da Marvel Comics desde suas origens, no boom de super-heróis da década de 1930, até a venda bilionária à Disney, no começo deste século. Neste intervalo, super-heróis e superpoderes criados “a toque de caixa” viraram sucesso instantâneo, o mercado de quadrinhos passou períodos de vacas gordas e vacas esquálidas, autores entraram em crise entre si e com a editora, amizades viraram inimizades, inimizades viraram desavenças, desavenças viraram processos na justiça e o Universo Marvel saltou do papel barato para telas de TV, de videogame, de IMAX e para a imaginação de várias gerações pelo planeta. Renovando gerações de fãs desde a década de 1930, a Marvel criou a narrativa ficcional mais extensa da história e é uma das maiores potências da cultura pop global. Destacar com splash: Vencedor do prêmio Eisner 2013 – Melhor obra relacionada a quadrinhos.

Compre o livro em um dos links abaixo 🙂

Saraiva

Submarino

Fnac

Livraria Cultura

iba