Leïla Slimani – No Jardim do Ogro @planetadelivrosbr #resenha


no jardim do ogro

Primeiro romance de Leïla Slimani, autora do maravilhoso Canção de ninar.

Em O jardim do ogro, temos a jornalista Adèle. Olhando de longe, parece que tem a vida perfeita em Paris, com seu filhinho Lucien e o marido, Richard, renomado cirurgião.

Mas aproximando mais a lente, vemos uma mulher descontente, entediada, propensa ao alcoolismo , praticamente anoréxica e insaciável, que procura sexo fora do casamento, consumida pelos desejos, de que algo a complete, de ser a mais bela, de seduzir o marido das amigas, um estranho. Parece que ela quer que o marido a descubra, com suas desculpas pífias.

“As pessoas insatisfeitas destroem tudo em volta delas.”

Ela se casou para ter admiração e ser respeitada, pertencer ao mundo. Da mesma forma ela teve um filho e tem uma relação de amor e ódio, pois ele rouba sua liberdade.

“Ela quer ser apenas um objeto no meio de uma horda, ser devorada, chupada, engolida inteira. Que belisquem seus seios, que mordam seu ventre. Quer ser uma boneca no jardim de um ogro.”

Apesar dessa aparente vida perfeita, a narrativa visceral, mas fluida, nos transporta para a tristeza, solidão e agonia que Adèle sente e mesmo sabendo que ela está fazendo compulsivamente o que leva ao caminho da destruição e deixando de lado filho, marido, tudo, gostaríamos que ela encontrasse a paz. Mas no fim o que muitas vezes nos controla e perseguimos intensamente, com a ideia de que vamos suprir esse desejo, é exatamente o que nos leva ao vazio.

CAPA, FICHA TÉCNICA, SINOPSE

No jardim do Ogro

Dans le jardin de l’ogre

Leïla Slimani

ISBN: 9788542215984
Editora: Tousquets
Número de páginas: 192
Encadernação: Brochura
Formato: 14 x 21 cm
Edição: 2019

SINOPSE

Adèle tem a vida perfeita: é uma jornalista de sucesso em Paris, onde vive com seu marido cirurgião e seu filho pequeno em um lindo apartamento. Mas, debaixo da superfície, ela está entediada com seu trabalho e seu casamento – e consumida por uma necessidade insaciável de sexo a qualquer custo. Movida menos pelo prazer que pela compulsão, ela organiza seu dia em torno de casos extraconjugais, chegando atrasada ao trabalho e mentindo para o marido, até se enredar definitivamente em sua própria armadilha. No jardim do ogro é um romance visceral sobre um corpo escravizado por seus impulsos, o vício sexual e suas consequências implacáveis.

“Escrito em prosa de neutralidade elegante, mas sem nunca deixar de botar o dedo na ferida, No jardim do ogro leva os leitores através do labirinto do desejo em direção a uma compreensão da solidão, do isolamento e da busca pela autenticidade como nosso destino comum.” – INDEPENDENT

“Nenhum homem ousaria escrever o que ela escreveu. É um primeiro romance extraordinário”.– ALAIN MABANCKOU

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez

Compre o livro na

Amazon

Previous Nana Pauvolih - Duplamente ferida @planetalivrosbr #resenha
Next Rodrigo Carvalho - Os meninos da caverna @globolivros #resenha

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *