Kafka – A Metamorfose @planetalivrosbr #resenha


metamorfose

Com todo o respeito a todos os autores, Metamorfose, de Franz Kafka, é, com certeza, um dos livros mais importantes e significativos sobre os quais já me atrevi a escrever. Clássico da literatura mundial, li-o quando era adolescente, e, assim como ocorreu comigo, recomendo a releitura do mesmo para qualquer pessoa depois de alguns anos. “É aquele livro da barata?”, perguntam alguns. Não, não é aquele livro da barata. É a obra instigante e dramática sobre um homem responsável pelo sustento de toda uma família e que se vê, da noite para o dia, descartado de seu convívio social e familiar, convertendo-se, em seguida, em um estorvo para as pessoas que outrora eram sustentadas por ele, levantando, assim, uma série de questionamentos sobre seu papel no mundo e o real valor de sua existência.

Escrito por Kafka (que não é carne) há pouco mais de 100 anos, o livro fala sobre a alegórica metamorfose de Gregor Samsa; que, sem maiores razões, acorda numa manhã comum convertido em uma barata. A simples omissão do termo, no entanto, é responsável por aumentar a tensão do leitor, que é conduzido à dedução de qual seria o fruto da metamorfose através de termos como patinhas dançando, barriga marrom, maxilar forte, mas sem dentes, gosma marrom saindo da boca; além, é claro, das reações assustadas das pessoas ao se depararem com o animal, notoriamente repulsivo.

Evidentemente, a escolha da barata como animal no qual Samsa se transforma já na primeira página se deve ao fato de se tratar de um animal, como já dito aqui, repulsivo. Falcões, cervos, leões, tigres, cães, corujas ou outros bichos “fofos” dariam ares de contos-de-fadas a uma história que veio pra chocar, trazer questionamentos que o próprio Kafka não tinha respondido em sua vida pessoal – vale observar que o autor tinha questões familiares mal resolvidas e nunca foi reconhecido por sua obra em vida, mantendo-se preso a um emprego burocrático – e questionar qual é, de fato, o valor de cada um de nós na sociedade em que vivemos e em nosso ciclo familiar. De fato, qual é esse valor? E até que ponto realmente somos tão valiosos quanto pensamos? Talvez, sob esse prisma, a escolha da barata se torne ainda mais impactante, quando pensamos que, conforme a história avança, o protagonista luta com todas as forças contra sua animalização, enquanto sua família, inicialmente preocupada com seu bem-estar, vai aos poucos, abandonando-o, até relega-lo, simplesmente, a um dos animais mais nojentos já vistos.

Por fim, essas são apenas as minhas impressões sobre um dos livros mais importantes do século XX. Adoraria saber quais foram ou quais serão as de vocês! Escrevam pra gente sem vergonha; afinal, o que pode ser mais devaneio do que a própria história contada?

Capa, ficha técnica, sinopse

metamorfose

A Metamorfose

Franz Kafka

ISBN: 9788542217186
Editora: Planeta
Número de páginas: 144
Encadernação: Capa dura
Formato: 16 x 23 cm
Edição: 2019

Sinopse

A metamorfose (Die Verwandlung, em alemão) é uma novela escrita por Franz Kafka, publicada pela primeira vez em 1915. Nessa obra, Kafka descreve o caixeiro viajante Gregor Samsa, que abandona as suas vontades e desejos para sustentar a família e pagar a dívida dos pais. Numa certa manhã, Gregor acorda metamorfoseado num inseto monstruoso.

Compre o livro em

Amazon

Submarino

Previous Filmaços de Heróis para mês das Crianças #top5 #diadascriancas
Next Minnie Darke - Uma estrela me disse @globolivros #resenha

No Comment

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)