Duna – Volume I #resenha @intrinseca


Os anos sessenta foram um período de grandes avanços tecnológicos, mudanças culturais, mas também de grandes confrontos políticos e militares. Não por acaso, foi justamente nessa época, em 1965, que Frank Herbert escreveu Duna; para muitos, a maior ficção científica de todos os tempos. Não por acaso também, foi por esses tempos estranhos, em 2020, que a obra foi adaptada por Brian Herbert e Kevin J. Anderson, numa Graphic Novel de tirar o fôlego, que remete ao impacto do original, mas com o acabamento moderno, capaz de não deixar a história envelhecer.

Num futuro distante e impreciso, O duque Leto, sua esposa Jessica e seu filho Paul estão de malas prontas rumo ao inóspito planeta de Arrakis, ou Duna, com a única certeza de que sua viagem seria muito mais uma missão do que propriamente uma busca por novos ares. Aliados aos nativos de Arrakis, os Fremem, e ainda sem saber ao certo o tamanho dos perigos que enfrentariam, o Duque e sua família embarcam numa viagem que mudaria suas vidas para sempre e revelaria o destino que aguardava o jovem Paul; algo muito maior do que qualquer coisa que ele já pudesse ter sonhado.

Se a história original já é suficiente para gerar ansiedade, a adaptação recente não fica atrás; ainda mais ao se folhear as páginas e ver a vivacidade que a arte de Raúl Allén e Patricia Martin deu à narrativa. Agora, para de folhear, de ler esta resenha e vá ler o volume I!

Capa, ficha técnica, sinopse

Duna

Frank Herbert

Adaptação: Brian Herbert  e Kevin J. Anderson 
Ilustração: Raúl Allén e Patricia Martín
Tradução: Ulisses Teixeira 
ISBN: 978-6555601183
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 256
Encadernação: Brochura
Formato: 17 x 26 cm
Edição: 2020

Sinopse

Em 1965, um livro revolucionaria por completo a ficção científica e se tornaria um marco da literatura e da cultura pop. Com sua narrativa inovadora, unindo aventura, fantasia, religião, política, tecnologia e ecologia, Duna é uma das sagas mais bem-sucedidas da história e inspirou outros clássicos, como Star Wars, Blade Runner e Alien. Agora, essa obra-prima ganha uma versão em graphic novel fiel à exuberância e à complexidade do universo criado por Frank Herbert.

Num futuro distante, a casa Atreides, liderada pelo duque Leto, se prepara para uma jornada até o planeta desértico de Arrakis. Também conhecido como “Duna”, esse lugar cercado de mistérios e perigos é a única fonte da substância mais valiosa do cosmos. O duque precisará se aliar aos nativos, os fremen, se quiser impedir que a casa Harkonnen assuma o controle do planeta. E é lá que seu filho, Paul, conhecerá seu destino. O jovem pode ser a chave de um plano traçado há séculos e uma peça importante no jogo de poderes do império.

Adaptado com maestria por Brian Herbert, filho do autor, e por Kevin J. Anderson, este primeiro volume da série de graphic novels conta com as cores vibrantes das artes de Raúl Allén e Patricia Martín. Em 2021, a aguardada adaptação dirigida por Denis Villeneuve chega aos cinemas, com Timothée Chalamet e Zendaya no elenco.

Compre a HQ

na Amazon

Previous Mulher Maravilha 1984 #filme
This is the most recent story.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *