Olá, gostei muito de “Os Doze” o autor tem uma característica marcante na escrita e conduz a trama de um modo que nos prende do inicio ao fim, prendendo o fôlego, Justin é bem detalhista e relembra bastante passagens do livro anterior o que faz que demoremos a entender o seguimento deste livro mas vale a pena pois ele é incrível.

É uma trama pós apocalíptica vampírica , e a desse livro da saga, acontece 5 anos após “A passagem”, encontramos novos personagens e a trajetória dos que permaneceram em uma luta sufocante para sobreviver.

Em” Os Doze” ele volta ao início de tudo, nos primeiros estágios do vírus “vampírico” e as reações por ele provocadas em quatro novos personagens. O autor trabalha bastante com a mente de cada personagem e isso já me ganhou, adoro livros assim, ele coloca cada personagem em situações enlouquecedoras e alguns realmente ficam loucos, lutam muito pela sobrevivência . É fantástica escrita dele nessa parte.

Senti que o autor tem o hábito de nos fazer investir nossas emoções em personagens que não iriam sobreviver, isso me deixou um pouco abalada, mas fui percebendo que é uma característica marcante dele e que depois fica claroo porquê dele ter feito dessa maneira. Não posso em nenhum momento dizer que este é melhor que o primeiro, pois vou conferir depois que ler “A passagem”. Essa característica dele, conversando com a Rosana Gutierrez, fiquei sabendo que ele “herdou” de Stephen King 🙂

O livro mexeu muito com meus sentimentos; pois nele eu ri, chorei, fiquei angustiada, o coração disparou, enfim foi um bombardeio aos sentidos. Ele desenvolve bem as relações humanas e como as pessoas são afetadas emocionalmente. Dos personagens a que eu mais gostei foi a Amy, ela é uma lutadora e se importa com o destino de todos, e Alicia que é uma fofa e luta por seus ideais e por justiça, essas são as duas personagens que mais me comoveram mas tenho certeza que ao ler o livro qualquer um de vocês irão se encantar pelos outros.

Adorei o livro e recomendo para quem gosta de uma trama muito bem elaborada.

Leia o primeiro capítulo AQUI

Capa, ficha técnica e sinopse

Os Doze

The Twelve

Justin Cronin
ISBN: 9788580411065
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 592
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2013
Tradutor : Alves Calado

Sinopse

Em A passagem, doze prisioneiros sentenciados à morte foram usados em um experimento militar que buscava criar o soldado invencível. Mas a experiência deu terrivelmente errado. Um vírus inoculado nas cobaias acabou com qualquer resquício de sua humanidade e elas fugiram, matando ou infectando qualquer um que cruzasse seu caminho. Os infectados se tornavam virais obedientes a seu criador, mais um de seus Muitos.

No caos que se formou, a única chance de sobrevivência para a espécie humana eram fortificações altamente protegidas. Assim se formou a Primeira Colônia, um reduto a salvo dos virais, mas isolado do resto do mundo.

Noventa e dois anos depois, uma andarilha surgiu às portas da Colônia. Era Amy Harper Bellafonte, a Garota de Lugar Nenhum, aquela que iria liderar um grupo de colonos e eliminar a cobaia número 1, Gilles Babcock, libertando seus Muitos.

Agora, cinco anos após ter cruzado as Terras Escuras em busca de respostas e salvação, seu grupo está separado. Cada um seguiu seu caminho, mas seus destinos logo voltarão a se cruzar, num embate definitivo contra uma ameaça mortal. Fanning, o Zero, aquele que deu origem ao apocalipse, tem planos para refazer o grupo dos Doze e conta com um aliado poderoso, disposto a qualquer coisa em nome da própria imortalidade.

Segundo livro da trilogia A passagem, Os Doze nos faz questionar a mente humana, os avanços científicos e a busca do poder que leva a uma certeza sombria de nossa capacidade para o mal. Mas, acima de tudo, ele reforça nossa esperança em uma humanidade que se adapta, sobrevive e não se rende. Esta incrível saga se encerrará em 2014, com o lançamento de A cidade dos espelhos.

Boa leitura

Val

Comprando pelo link abaixo você ainda ajuda o Livrólogos 🙂

Fnac

Saraiva