J. A. Redmerski – Entre o Agora e o Nunca


Esse foi um dos livros dos quais eu esperei com ansiedade pela publicação. A editora fez um ótimo trabalho de publicidade, enviando para as blogueiras a trilha sonora do livro e um headphone. Eu via as fotos e ficava cada vez com mais vontade de ler o livro. E quando ele finalmente chegou às minhas mãos (emprestado, só consegui comprar o meu exemplar na semana passada), eu soube que toda aquela antecipação valeu a pena. Porque a história de Andrew e Camryn é apaixonante, envolvente e contagiante.

O livro conta a história de Camryn, que acaba de perder seu namorado e vê seus planos para o futuro se desvanecerem à sua frente. Ela tinha planejado fazer uma viagem estilo ”mochilão” com o namorado assim que o ano acabasse, e agora que ele morrera ela se via sem perspectivas. Um dia, cansada do rumo que sua vida tinha tomado, ela decide pegar um ônibus na rodoviária, sem destino. É assim que ela conhece Andrew, que está indo visitar os pais. Ele repara em Camryn quase que no primeiro momento, e fica esperando uma oportunidade de abordar a garota. Quando um cara estranho se aproxima dela, claramente deixando-a desconfortável, Andrew vê sua chance de puxar assunto com ela. Assim, além de livrar Camryn do inconveniente, eles engatam em uma conversa que dura boa parte da viagem. Só que Camryn não diz a Andrew que ela está viajando sem destino. Ele só descobre isso quando, mais tarde no mesmo dia, ele a salva de um ataque do homem que a incomodara no ônibus. E decide acompanhar Camryn em sua viagem com destino a lugar algum.

O livro é narrado hora por Camryn, hora por Andrew, então você consegue uma imagem bem clara dos pensamentos e sentimentos dos dois. Eles começam a viagem pelas estradas dos Estados Unidos como amigos e, aos poucos, vão conhecendo melhor um ao outro. Além de ser o sonho de muita gente (meu!) viajar assim, sem destino ou preocupações, também é uma forma de se libertar de certos comportamentos ou neuras que a pessoa tenha, e Andrew e Camryn mostram isso muito bem. A viagem deles é recheada de música, e foi por causa desse livro que eu conheci uma das minhas bandas atuais favoritas, a The Civil Wars. Ultimamente tenho encontrado bandas maravilhosas nos livros, e fico muito feliz por isso, de verdade.

Quando eu li o livro pela primeira vez (sim, eu já reli esse livro algumas vezes), eu fiquei um pouco incomodada com algumas cenas que, para mim, não tinham muito a ver com os personagens. Me dava a impressão de que eles eram bipolares: uma personalidade fofa e carismática enquanto conversam, puro fogo quando estão juntos namorando. Mas me acostumei a isso tão rapidamente quanto me acostumei ao vocabulário do livro, que têm uma cota desavergonhada de palavrões. Mas nada que faça a leitura parecer uma narrativa da vida no gueto porque, vamos ser bem sinceros, muita gente da galera da faixa etária de Camryn e Andrew, em seus vinte e poucos anos, fala palavrões normalmente. Isso faz parte dos personagens tanto quanto os momentos de carinho e de apoio mutuo que povoam as páginas do livro. Quando vai chegando ao final, vai batendo uma dose bem grande de aflição dentro da gente, porque o caminho que os personagens estão tomando parece ser um beco sem saída fácil. E ai, quando chega nos últimos capítulos do livro, você tem uma surpresa a-v-a-s-s-a-l-a-d-o-r-a. Que faz seu queixo cair, sua mente se embolar e seus pensamentos se esvaírem em branco. De tirar o folego, literalmente. E o livro termina com um final que eu, tenho certeza, você não esperaria.

A autora decidiu escrever uma continuação, chamada The Edge of Always (o original de Entre o Agora e o Nunca se chama The Edge of Never). A previsão para a publicação dele nos Estados Unidos é para o mês de novembro. Não quero nem imaginar em como vai demorar para chegar no Brasil. Já estou me preparando psicologicamente para ler em inglês, assim que sair.

Com relação ao livro em si, não tenho nada do que reclamar. A Suma optou por manter a capa original, com adaptação para o título em português, que por sinal é sensacional. É muito bem diagramado, as páginas e o espaçamento são favoráveis à leitura enlouquecida que eu sei que você vai ter e a capa tem um acabamento brilhante, não muito usual nas capas, que faz ele se destacar na minha estante. Lindo!

Ah, aqui vai um vídeo de uma música que está em um momento marcante do livro:

CAPA, FICHA TÉCNICA, SINOPSE

ENTRE O AGORA E O NUNCA

The Edge of Never
J. A. Redmerski
ISBN: 9788581051406
Editora: Suma de Letras
Número de páginas: 368
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2013

SINOPSE Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Mas a relação entre as duas fica abalada quando o namorado de Nat revela à Camryn que está apaixonado por ela. Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para a rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino. Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, Camryn embarca para Idaho.
Mas o que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. Andrew se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois. Camryn tenta lutar contra o sentimento, já que jurou nunca mais se apaixonar desde a morte de Ian. Andrew também tenta resistir, motivado pelos próprios segredos.
Narrado em capítulos que alternam as vozes de Andrew e Camryn, “Entre o Agora e o Nunca” é uma história de amor e sexo, na qual os personagens testam seus limites, exploram seus desejos e buscam o caminho que os levará à felicidade.

Espero que gostem!

Compre o livro em um dos links abaixo e ajude o Livrólogos 🙂

 

Submarino

Saraiva

Livraria da Folha

em eBook:

Iba

Previous Harlequin - Lançamentos Agosto 2013
Next Tammara Webber - Easy

8 Comments

  1. Leticia Fernandez
    13/08/2013

    Nos últimos meses eu tenho ouvido tanto The Civil Wars por culpa da Larissa, que já sei tudo de cor. Agora tenho que ler esse livro, porque ela falou tanto, mas tanto do tal do Andrew que eu não tenho opção! Mas a história parece ser mesmo legal, ainda bem hahahaha Adoro essa ideia de road trip, meu sonho de consumo 🙂

  2. Mônica Oliveira
    06/08/2013

    Ai eu ganhei esse livro numa promo mais ainda não peguei para ler..tenho tantos outros na frente.. Mais antes de tudo…A CAPA DESSE LIVRO é linda, o trabalho da editora Suma para divulgação foi ÓTIMO o que ocasionou o murmúrio pelo livro que foi justificado pelas ótimas resenhas do livro..
    A história parece ser tão envolvente.

  3. Cali Medeiros
    04/08/2013

    Li por indicação de minha prima, e confesso q no início achei parado, mas a minha curiosidade foi maior e fui lendo…quando vi, já estava na metade, e realmente me surpreendeu…agora estou aguardando a continuação….rsrsrs…

  4. Acabei ganhando este livro em português e inglês, e vou querer compararos dois. Estou na maior expectativa com ele, e as resenhas que leio só aumentam isso.
    Bjs, Rose.

  5. Nathalia Carolina
    01/08/2013

    Adorei a resenha Lari, eu AMOOO esse livro Andrew é muito lindo!!!
    O segundo tem que sair logo!!

  6. Nayara
    01/08/2013

    RESENHA SIMPLESMENTE PERFEITA LARI!!
    vc sabe o quanto eu amooooo esse book!!!
    não vejo a hora cegar o 2° …….

  7. Larissa M.
    01/08/2013

    Esse livro é realmente muito lindo, e o final é daqueles que a gente fica tão nervosa que quer comer as páginas! hahaha
    AMEI sua resenha, compartilhei das mesmas opiniões ;D
    Ficarei no aguardo por maaaiis! :*

  8. 01/08/2013

    Oi Lari, olha eu aqui de novo! Gente difícil essa vida de ter que dividir seu tempo com os livros obrigatórios da sua grade curricular com os livros que te prendem pela sinopse ou por comentários de amigas !! Preciso ler esse livro, ele está na lista dos que aguardam meu tempo livre!

    Beijos Lari !

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)