Stanley Gordon West – Onde mora a coragem


Olá!

A resenha de hoje é Onde mora a coragem, de Stanley Gordon West

História extraordinária, primorosamente contada, rica na descrição dos personagens. Aperta o coração e enche os olhos. Fala sobre determinação, espírito de equipe e uma descoberta que ultrapassa qualquer limite, enquanto você revê tudo aquilo em que acredita.

Sam é o professor de Inglês de uma pequenina escola em Willow Creek, Montana, e treinador de basquete.

Uma tarde, enquanto prepara a aula, reflete sobre a pacata cidade onde escolhera viver. Sempre achou que a sorte não sorrira para ele, e as coisas ficaram pior com o assassinato da esposa Amy. Há cinco anos decidira viver lá, esquecido do resto do mundo, instalado na poeira,” um lugar em que o abandono e o isolamento pessoais pudessem se realizar” . Lecionava e treinava basquete esquecer os fantasmas que o seguiam.

“As pessoas tinham ido para lá só para ver seus sonhos, carinhosamente tecidos, se desfazerem, suas esperanças, antes reluzentes, se desbotarem ou se enferrujarem.Ali as pessoas se conformavam com uma vida medíocre,uma existência monótona e sem objetivo. …um pessimismo tenebroso se arraigara na vida dos cidadãos.”

Ele se achava bom professor, mas no basquete, o azar era de praxe; 93 derrotas consecutivas. O diretor o olha com sarcasmo, mas Sam considera um heroísmo os alunos continuarem jogando. A escola tinha 18 alunos matriculados no Ensino Médio, portanto, considerava algo notável conseguir colocar na quadra quatro ou cinco adolescentes para jogar. Ganhar, como?

“Sam acha que aqueles meninos, de quem alguns tinham pena, estavam aprendendo a lição mais cedo que a maioria, aprendendo que a vida era uma sucessão de perdas.”

Sam estava prestes a desistir de ser treinador, quando chega à cidade Peter de Saint Paul. Os pais estavam se divorciando e ele foi ficar com a avó Chapman. Na escola descobriram que ele jogava basquete. Da Noruega chega Olaf, de intercâmbio. É alto, passando de dois metros.

Sam começa a ensinar ao garoto as jogadas básicas para ele integrar-se ao time. A notícia logo se espalha pela cidade, levando esperança e alimentando sonhos de há muito perdidos nas lembranças do passado.

Diana, a professora de Ciências, Chapman, avó de Peter, e Hazel Brown, cozinheira da escola, comparecem para animar os treinos e entusiasmar os alunos. Mal sabe o treinador que Diana veio para iluminar sua alma, envolta nas trevas da amargura.

Para motivar suas aulas, o professor se utiliza de vídeos e filmes(O homem de La mancha—parte referente ao romance Dom Quixote, de Cervantes)).Ele pretende despertar o ânimo, e a determinação ocultos por trás da máscara da indiferença desses legítimos representantes de Willow Creek. Ele os desafia a jogar com garra e perseverança dando o melhor de si em cada treino. O sucesso depende disso.

“O que se poderia inventar e extrair dessa vida inútil e estéril para inspirá-los a dar o sangue?

As três voluntárias, com entusiasmo, levam os treinos a sério e desenvolvem um espírito de equipe extraordinário. O professor evita Diana, tem medo de amá-la e perdê-la.

Os treinos,”com o time de garotos mirrados,” seguem cada dia mais vigoroso, com mais dedicação e perseverança.

Enfrentam novo jogo e Willow Creek terminou a partida oprimida pela 96ª derrota. Não fazia diferença, estavam acostumados à derrota.

Seguem adiante com mais dedicação e mais intensidade nos treinos. Estavam próximos de outro jogo. Era com o time de Lima, cidade a sudoeste de Montana.

“Sam repeliu a esperança que continuava a mostrar a cara, sem disposição de se separar para a decepção com que estava acostumado.”

Esse foi o dia, finalmente, da vitória. Descobriram que perseverança, luta e coragem são ingredientes indispensáveis para quem quer vencer.

A tradicional indiferença de Willow Creek estava virando coisa do passado. Os garotos, unidos pelo mesmo ideal, tinham muitos sonhos a realizar.

Acompanhar a evolução do time de basquete de Sam , é como descobrir que sempre há um lado bom a ser revelado, mesmo que tudo pareça difícil.

Leia um trecho – Aqui

Capa, ficha técnica, sinopse

Onde mora a coragem

Blind your ponies

Stanley Gordon West
ISBN:9788580412055
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 496
Encadernação: Brochura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2013
Tradução: Vera Ribeiro

Sinopse

Cada morador da pequena cidade de Willow Creek parece guardar um passado de perdas, alguma história que os fez buscar esse lugarejo esquecido pelo mundo e nele se estabelecer. Apesar de tudo, eles seguem adiante com determinação. Durante o rigoroso inverno, quando o trabalho nas fazendas diminui, os jogos de basquete são a força vital da cidade. Se o time perde, o desânimo se instala e o frio se torna insuportável. E já se vão cinco anos sem que a equipe de Willow Creek obtenha uma vitória sequer.

Contudo, o destino ainda reserva algumas surpresas. Quando um excelente jogador vindo de Milwaukee e um norueguês de mais de 2 metros de altura chegam à cidade, o técnico Sam Pickett vê neles a possível salvação do time. Sam assume a difícil missão de ensinar basquete ao gigante e consegue reunir um grupo improvável de seis garotos. Com o novo desafio e a ajuda inesperada de Diana Murphy, a professora de biologia, Sam vai combater seus fantasmas e tentar reconstruir a própria vida.

Onde mora a coragem é uma comovente história que mostra que o verdadeiro heroísmo está em recusar-se a desistir, mesmo quando parece não haver nenhuma chance de vitória.

Boa leitura.

See ya!

Rosana Gutierrez

 

Compre o livro em um dos links abaixo!

Submarino

Saraiva

Fnac

Livraria da Folha

Livraria da Travessa

em eBook no

iba

9788580412055

Previous Resultado - Brincadeira de Criança
Next Castle - Target - Parte 1

4 Comments

  1. Jessica Lisboa
    30/11/2013

    Nao sei porque mais esse livro nao me despertou o minimo interesse, ele tem um enredo legal e tal. Mas nao gostei dele.

    xx

  2. 08/11/2013

    Oi Isadora, qual livro é da sua pesquisa ( a curiosa) ? kkk
    bjkssss

  3. Isadora Ribeiro
    08/11/2013

    Eu adoro livros assim rs! Minha pesquisa na faculdade é de um livro também com uma história forte e emocionante! Ultimamente esse tipo de livro não sai da minha mesa!
    Gostei muito da resenha, com certeza vou querer ler! O sentimento quando termina esse tipo de livro é muito bom! Adoro rs!
    Até mais
    beijos !

  4. Thainá
    07/11/2013

    Apesar de ter uma premissa muito bonita e emocionante, tou correndo um pouco de livros assim, com temas mais fortes e que exigem mais. Esse livro já virou filme? Eu já vi um com a história bem parecida da de Sam!

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)