Olá!

Confira a resenha do livro Prisioneiros do Inverno, da autora Jennifer McMahon.

Com uma narrativa que mistura folclore, mitos, feitiços, eventos históricos, a trama salta de meados do século XIX ao presente para conectar os fatos e acontecimentos . Os capítulos narrados por personagens diferentes, períodos e também parte do diário de Sara.

A trama se passa em uma região rural em West Hall, Vermont através de gerações. Sara Harrison Shea e seu marido Martin, finalmente têm uma filha, Gertie, o bebê-milagre deles. Foi um momento de plena alegria, pois já haviam passado por três abortos ao longo dos anos e um filho de dois meses.

Mas em 1908 Sara perde sua filha de maneira trágica e sua mente por conta do sofrimento. Ela acredita que Gertie está por perto, e que fala com ela,  além de aparecer em estranhos locais. Elas eram muitíssimo apegadas. Sara aparece morta perto de sua casa alguns meses depois da filha.

“Por quanto tempo uma criança conseguiria sobreviver num tempo daqueles? Ele tentou obrigar-se a não pensar nisso; simplesmente seguia em frente gritando o nome de Gertie.”

Mais de 100 anos se passam …  Ruthie, sua irmã Fawn e a mãe estão morando na fazenda de Sara.

Vários casos de misteriosos desaparecimento são registrados, há boatos de que o espírito de Sara vaga por lá, e os moradores deixam oferendas para que seu espírito não os perturbem, mas Ruthie acha que são só histórias. Até que Alice some sem deixar rastros. Enquanto as irmãs estão procurando por pistas sobre o desaparecimento da mãe, acabam encontrando o diário de Sara.

O diário as leva a crer que o desaparecimento da mãe delas está sim relacionado com a vida e trágica morte de Sara, e também do fato de Sara acreditar na presença da filha Gertie após a morte. Através da leitura do que Sara deixou, as irmãs buscam sua mãe e se deparam com verdades perturbadoras. Os mortos podem voltar?

A autora nos prende com uma excelente trama, é impossível largar o livro. É enigmático, assustador e ao mesmo tempo mostra o que o ser humano é capaz de fazer por conta de uma grande dor. Você pode até achar que sabe o que está acontecendo, mas a autora surpreende, ela cria toda uma história em torno de um evento que você passa a pensar que de fato nem era um mistério. Muito bom. Recomendo.

Durante a leitura várias vezes me veio a cabeça filmes e séries como O cemitério maldito, les revenants, resurection, e outros com temas de vivos desesperados por trazer os mortos de volta. Mas os Prisioneiros do inverno surpreende.

Capa, diagramação e papel amarelado agradáveis à leitura.

Capa, ficha técnica, sinopse

prisioneiros-inverno

 

Prisioneiros do Inverno

The winter people

Jennifer McMahon

ISBN:  9788501062949
Editora: Record
Número de páginas: 350
Encadernação: Brochura
Formato: 14 X 21 cm
Ano Edição: 2014
Tradução: Ana Carolina Mesquita

 

Sinopse

Muitos acreditam que a pequena cidade de West Hall seja mal-assombrada. Ao longo de sua história, vários casos de pessoas desaparecidas foram registrados na região. Mistérios nunca desvendados. Alguns moradores inclusive juram que o espírito de Sara Harrison Shea, encontrada morta em 1908, ainda vague pelas ruas à noite.
A jovem Ruthie acredita que tudo não passa de uma grande bobagem. Porém, quando sua mãe desaparece sem deixar vestígios, ela começa a desconfiar de que aquela região guarda algum mistério, e suas suspeitas são reforçadas quando ela e a irmã encontram uma cópia do diário de Sara escondido em casa. Na busca pela mãe, Ruthie encontra respostas perturbadoras, e ela pode ser a única pessoa capaz de evitar que um grande mal aconteça.

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez

Compre o livro no

Submarino