Avaliação

Coloca o leitor frente a frente com sentimentos os mais improváveis com os quais é possível nos identificarmos com outro lado, há dicas de superação de conflitos internos que funcionam como bálsamo para o coração de quem ama.

9
Nota

Olá!

Confira a resenha do livro Para onde vai o amor ? , do autor Carpinejar.

O livro nos surpreende a cada página porque, escrito com o coração, toca a essência da alma.

É uma obra composta por crônicas ricas em reflexões sobre amor/paixão/desilusão/casamento/separação.

Despertam a curiosidade por sere, crônicas sensíveis e profundas que abordam , com linguagem simples, os encantos e desencantos no relacionamento.

Coloca o leitor frente a frente com sentimentos os mais improváveis com os quais é possível nos identificarmos com outro lado, há dicas de superação de conflitos internos que funcionam como bálsamo para o coração de quem ama.

É um livro surpreendente, com capa linda e diagramação excelente. Em algumas páginas, termos contato com a caligrafia do próprio autor, conferindo ao livro singularidade romântica. Além do papel ser agradável à leitura. Recomendo.

Capa, ficha técnica, sinopse

carpinejar

Para onde vai o amor?

Carpinejar

ISBN:9788528620160
Editora: Bertrand
Número de páginas: 176
Encadernação: Brochura
Formato: 14 x 21 cm
Ano Edição: 2015

Sinopse

O amor não é uma propriedade de quem sente, é uma transferência total para quem é amado

Você que está vendo este livro com dúvida se precisa dele, você não precisa dele, precisa de si, vive caçando uma palavra que confirme o que deseja, está atrás de um escritor que possa lhe recomendar de volta para quem brigou, com capacidade de explicar o que sente e traduzir seus tormentos. Mas já sabe o que deseja, não há como convencer do contrário, os amigos mostraram que seu relacionamento não tem futuro. Não acredita neles, acredita somente no milagre. E como justificar um milagre, ainda mais para quem não tem mais fé?
Eu entendo o que está passando: sua raiva, sua amargura, seu cinismo, seu desencanto. Percebeu que a razão não conforta, que a vingança ou o perdão não ressuscita a tranquilidade, que o fundo do poço nunca se equivale ao nosso fundo. Você parece normal, mas todo mundo deixa de ser normal quando se apaixona e se separa.
Se sua expectativa é por uma solução, eu guardo apenas uma certeza que trará alívio mais adiante: você não vai desistir. Quando diz que acabou a relação, é que está procurando um outro jeito de recomeçar.
Em seu novo livro de crônicas, Carpinejar apresenta 42 textos que sobre amor, desilusão amorosa, casamento, divórcio, saudade e outros sentimentos que compõem os relacionamentos.

 

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez