Antonio Arenas e Rafael Plaza – Nadal & Federer @planetalivrosbr #resenha


nadal-federer

Olá!

Confira a resenha de Nadal & Federer: a história da rivalidade mais importante do tênis, de Antonio Arenas e Rafael Plaza – Publicado pela Planeta

Personagens: Rafael Nadal, Roger Federer e o tênis.

O que Roberta entende de tênis?

Nada além de diferenciar game de ponto.

E estou tentando aprender, mas ainda não sei os nomes de jogadas e mais intuo que sei o que ocorre na quadra. (Embora tem jogada que até eu – leiga afinal nenhum adulto responsável colocaria uma raquete na mão de alguém com DNA panda bolinha de pinball e esperaria uma rebatida – sei que foi algo fenomenal: como essa aqui no Aberto dos Estados Unidos).

Imagina se eu iria perder a chance de ler um livro que fala ao mesmo tempo de dois amores meus.

Minha impressão inicial: amei a foto da capa. Não me lembrava de qual competição tinha sido https://lavercup.com/, mas podem ficar tranquilos que será assunto no livro.

Ao ver que os autores são espanhóis, pensei que eles puxariam a sardinha para o lado do Nadal, mas graças a Deus eles perceberam a história que tinham em mãos e não estragaram.
Eu li a biografia do Roger Federer e a autobiografia do Rafael Nadal. Por causa disso, já sabia do perfil e da ética de trabalho de cada um – e é por isso que gosto de ambos. De formas diferentes, eles nos mostram que não basta talento, precisamos trabalhar, esforçar e aperfeiçoar. Todo dia. Todo santo dia. Nada cai do céu, nem pra eles.

O ponto de partida é a temporada de 2016, quando os dois se encontraram para um evento na Academia do Rafael Nadal em Manacor, Mallorca (acho tão lindo em Espanhol que não consigo escrever a palavra aportuguesada, desculpa). Na época, a temporada de ambos estava comprometida por lesões e já havia gente dando a carreira de ambos por encerrada. Embora também havia quem tinha certeza que os dois eram capazes de tudo.

E o que aconteceu? Tiveram uma temporada fabulosa e voltaram a disputar a liderança do ranking (não estou dando spoiler aos desavisados, isso é informação da sinopse, ok?). Várias vezes as pessoas se perguntavam nas redes sociais e nos comentários se não tinham entrado no túnel do tempo e voltado há 10 anos. O livro discorre sobre os jogos mais importantes, a rivalidade sadia – apenas dentro de quadra e durante os jogos – entre os dois, as formas como tentam preservar a vida pessoal enquanto se conduzem profissionalmente entre os melhores esportistas do mundo (independente de modalidade).

federer-foto-nadal

Eu disse que gostei da foto, né?

Os autores acompanham o circuito do tênis, creio eu que tiveram boas fontes para narrar alguns dos detalhes do livro, então é uma leitura que vale a pena pra quem gosta e entende de tênis, para quem gosta mas não entende muito (meu caso) e até pra quem não sabe nada mas quer saber sobre os dois atletas. O incrível é perceber como eles dão importância aos mesmos jogos e a forma como cada um encarou a vitória ou a derrota para o adversário (se serve de referência, eu chorei no Aberto da Austrália de 2009).

Gente, dá pra se inspirar bastante na forma como Nadal e Federer encaram a vida e o trabalho e adaptar para as nossas rotinas. Ok, segundo os narradores, o Nadal é muito obsessivo, competitivo – mas tem uma concentração mental que eu juro que queria alcançar (mérito do treinamento do Tio Toni, que me chamou a atenção na autobiografia dele ). Não acredito até agora que Carlos Moyá conseguiu mudar hábitos alimentares do Nadal. E quem vê o Federer agora pode nem imaginar que ele tinha o gênio estourado e impulsivo – ao modificar a forma como agia e reagia às situações que o desagradavam.

O mais legal é como um respeita o outro – eu já acompanhei ou li sobre rivalidades esportivas doentias e até trágicas. Então ver os dois agindo com “o que acontece na quadra, fica na quadra” é um exemplo da verdadeira definição de melhor: é saber os limites, superá-los quando possível, lidar com os sacrifícios e decisões necessárias e respeitar os outros – além de usá-los como incentivo para se aperfeiçoar.

Ah, não me peça pra escolher um deles, porque não consigo (#MadreHooligan prefere Federer, mas também gosta do Nadal. Ao contrário de mim, ela não vai com a cara do Djokovic. E nós duas gostamos do Juan Martin del Potro). Quando os dois se enfrentam, eu assisto e tento aprender o máximo possível.

Capa, ficha técnica, sinopse

nadal-federer

Nadal & Federer

a história da rivalidade mais importante do tênis

Antonio Arenas e Rafael Plaza

ISBN: 9788555340697
Editora: Planeta
Número de páginas: 360
Encadernação: Brochura
Formato: 23 x 16 cm
Edição: 2018

Sinopse

Nadal & Federer é uma viagem pela história da rivalidade mais importante do tênis. Partindo de 2017, ano em que a legendária dupla voltou a liderar o circuito mundial e a disputar finais, os autores contam a trajetória dos encontros entre o espanhol e o suíço. Não faltam detalhes das grandes partidas disputadas entre eles: desde a primeira em 2004, um confronto de duplas pelo torneio de Indian Wells, até a final de Wimbledon em 2008, considerado o melhor jogo de todos os tempos. Jornalistas especializados, Arenas e Plaza revelam casos inéditos e bastidores que só quem realmente tem intimidade com os jogadores
pode conhecer. E contam como, ao longo dos anos, a rivalidade se transformou em uma amizade fora das quadras.
Os indiscutíveis contrastes entre os dois, o apelo universal que ambos têm apesar dessas diferenças e os pontos fracos e fortes de ambos – analisados pelos próprios jogadores. Para os fãs de Rafa e Roger, este é um livro imprescindível. Para os apreciadores do tênis e de qualquer esporte, é a chance de descobrir como a competitividade transformou esses dois gigantes.

Bacci!!!

Beta

Compre o livro na Amazon

LIVRO RECEBIDO PELA PARCERIA COM A EDITORA
Previous Renée Ahdieh - O fogo entre a névoa @globolivros @globoalt #resenha
Next Sorteio #NoraDay2018

No Comment

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)