Raphael Montes – Dias Perfeitos – @cialetras #resenha


dias perfeitos

Olá!

Hoje temos uma participação especial.  A resenha é da querida amiga Ana Carla do blog Histórias sem fim e o livro é de um escritor nacional que surpreende com essa trama!!

Dias Perfeitos escrito por Raphael Montes é um livro surpreendente, impossível de largar a leitura, que desestabiliza os sentimentos do leitor a cada página.

Conhecemos o jovem Téo, um solitário estudante de medicina que divide o seu tempo em cuidar da mãe paraplégica e examinar cadáveres nas aulas de anatomia. Téo não se sente confortável com as pessoas que estão ao seu lado, e são poucos os momentos que o fazem feliz. Durante uma festa, ele conhece Clarice, uma jovem espontânea que sonha tornar-se roteirista de cinema.

Téo fica obcecado pela rebeldia de Clarice, iniciando uma perseguição doentia para explorar mais sobre a psique da personagem. Téo quer descobrir tudo sobre a jovem, e logo percebe-se apaixonado por ela, mesmo conhecendo-a pouco mais de algumas horas. Em sua mente doentia, ela é a mulher perfeita que ele buscava, e fará de tudo para tê-la ao seu lado. Em uma atitude extrema, Téo inicia uma rotina doentia, onde quer mostrar todo o seu sentimento para Clarice.

Antes de começar a falar sobre o livro, o leitor precisa ter em mente que a história é perturbadora. Não falo isso de forma depreciativa, mas que o enredo pode incomodar alguns dos leitores.

Com uma narrativa fluída e viciante, acompanhamos um thriller assustador recheado de tortura psicológica e sordidez. Téo justifica suas atitudes de maneira lógica, quase convencendo o leitor da razão de seus atos. Mas sua frieza, ironia e perversidade, faz com que o leitor fique chocado diante de sua engenhosidade em justificar suas atitudes, alegando agir em nome do amor.

Não existe um mocinho na trama, e em determinado momento, o leitor perde a esperança da salvação de Clarice.

Téo é um personagem lunático, que enxerga uma realidade deturpada da perfeição, onde se acha no direito de usar medidas drásticas para mudar as pessoas. Apaixonado, ele utiliza das mais diversas torturas psicológicas para ajudar Clarice a atingir a perfeição.

Em um determinado momento da leitura pensei até em parar, mas o ritmo eletrizante, repleto de surpresas, fez com que eu continuasse até o final.

É um livro traz a história de um amor obsessivo, sobre sequestro, atitudes extremas que chocam e impactam o leitor. É o primeiro livro que leio do autor e fui surpreendida com essa história surpreendente. Se estiver buscando um thriller que mergulha na psique doentia e perturbada de um homem apaixonado, com uma trama repleta de surpresas, não pode deixar de conferir Dias Perfeitos. Tenho certeza que poucas histórias poderão se equipar a essa trama.

Leia um trecho do livro – Aqui

Capa, ficha técnica, sinopse

dias perfeitos - raphael montes

Dias perfeitos

Raphael Montes
ISBN:  9788535924015
Editora: Companhia das Letras
Número de páginas: 274
Encadernação: Brochura
Formato: 14 X 21 cm
Ano Edição: 2014

Sinopse

O protagonista do livro é Téo, um jovem e solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e dissecar cadáveres nas aulas de anatomia. Num churrasco a que vai com a mãe, contrariado, Téo conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha tornar-se roteirista de cinema. Clarice está escrevendo um road movie de nome ‘Dias perfeitos’. O texto ainda está cru, mas ela já sabe a história que quer contar – as desventuras de três amigas que viajam de carro pelo país em busca de experiências amorosas. Téo fica viciado em Clarice – quer desvendar aquela menina diferente de todas que conheceu.

Começa, então, a se aproximar de forma insistente. Diante das seguidas negativas, opta por uma atitude extrema – desfere um golpe na cabeça dela e, ato contínuo, sequestra a garota. Elabora então um plano para conquistá-la – coloca-a sedada no banco carona de seu carro e inicia uma viagem pelas estradas do Rio de Janeiro – a mesma viagem feita pelas personagens do roteiro de Clarice.

Passando por cenários oníricos, entre os quais um chalé em Teresópolis administrado por anões e uma praia deserta e paradisíaca em Ilha Grande, o casal estabelece uma rotina insólita – Téo a obriga a escrever a seu lado e está pronto para sedá-la ou prendê-la à menor tentativa de resistência. Clarice oscila entre momentos de desespero e resignação, nos quais corresponde aos delírios conjugais de seu sequestrador. O efeito é tão mais perturbador quanto maior a naturalidade de Téo. Ele fala com calma, planeja os atos com frieza e justifica suas decisões com lógica impecável.

 

Boa leitura

Ana Carla

 

Compre o livro em um dos links abaixo

Buscapé

Cultura

Submarino

Previous Lançamentos Maio - Grupo Editorial Pensamento - @Ed_pensamento
Next Lançamentos Maio - @EditoraRocco

5 Comments

  1. Henrique Bastos
    01/06/2014

    É estranho o Theo ter sequestrado a Clarice por não querer ele, espero que não seja um daqueles que matam,mas acho que eles vão ficar juntos espero que ele não seja louco.

  2. Lucilene de jesus
    31/05/2014

    Muito legal mas sobrenatural você gostar de alguem e sequestra-la lembrou muito Stolen, mas acho que ela vai gostar dele e perdoa-lo.

  3. Ana Caroline
    22/05/2014

    Essa Theo é insano, como alguém sequestra a pessoa que gosta? apesar disso é muito legal quero lêlo.

  4. Cris Silveira
    21/05/2014

    Eu tb precisoooooooo .
    Gente, adoro um suspense.
    E a resenha deixou com mais vontade de ler… Ai meu bolso ficando vazio rsrsrs

  5. mirelle soares gomes
    20/05/2014

    Preciso desse livro serio!!!
    Lendo sua resenha, é ficando louca querendo ter o livro em mãos *-*
    Sua resenha ficou ótima espero gostar muitooo desse livro.

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)