Olá!

Confira os lançamentos de abril da Editora Rocco

Rocco Jovens Leitores

timmy fiasco

Timmy Fiasco – Stephan Pastis.

O livro, narrado em primeira pessoa pelo protagonista Timmy, mescla texto e ilustrações bem-humorados, de forma que ambos os recursos colaboram na construção da narrativa. Com um projeto gráfico elaborado, temos também diversas fontes que marcam diferentes vozes ou meios de comunicação na narrativa, como uma crítica anônima…

Com um livro tão rico, onde todos os elementos trazem significados para a história, seria impossível produzir uma versão digital sem se utilizar de um projeto gráfico mais elaborado.

Claro que em alguns casos foram necessárias algumas florzinhas – como no diário da Corrina, que foi dividido em HTMLs diferentes para melhorar a leitura. O importante é saber pesar o que é essencial para a experiência de leitura com o que efetivamente é transponível para livros digitais. Só assim será possível ter um e-book com um projeto fiel tanto à ideia do livro quanto ao formato digital.

www.rocco.com.br/timmyfiasco

rocco abril 2015

Lançamentos Rocco

Sete anos bons, de Etgar Keret – Em seu primeiro livro de não ficção, o autor do aclamado De repente uma batida na porta  considerado um dos melhores livros de 2014 pelo jornal O Globo  volta a surpreender com sua bem dosada combinação de humor e ternura diante da vida e da condição humana. Considerado o principal autor israelense de sua geração, Etgar Keret reuniu 36 textos curtos, ao estilo de crônicas, em que compartilha com o leitor momentos vividos durante sete anos que vão do nascimento do filho até a morte do pai. A partir da história pessoal do escritor, o leitor conhece melhor a sociedade israelense, feita de pessoas que procuram respirar em meio às guerras e aos conflitos políticos, mas, no fundo, entra em contato com sentimentos e questionamentos universais, muitas vezes explicitados por meio do nonsense. Uma leitura leve, mas de alcance profundo.

Um ano, de Juan Emar – Expoente da literatura de vanguarda na América Latina que a Rocco apresenta pela primeira vez ao leitor brasileiro na coleção Otra Língua, Juan Emar foi considerado por Pablo Neruda o “Kafka chileno”. O argentino César Aira prefere aproximá-lo de certas correntes surrealistas. Independente de referências ou filiações, o autor parece desprezar os conceitos de realidade e identidade e criar um tempo único – e fascinante – em sua obra. É isso que se vê em Um ano, o diário de um narrador anônimo feito de apenas 12 entradas, sempre no primeiro dia de cada mês. Os episódios – independentes entre si – vão se tornando mais absurdos à medida que a leitura avança e revelam uma imaginação desenfreada, numa prosa simples e funcional.

O jogo de Sade, de Miquel Esteve – Em O jogo de Sade, o espanhol Miquel Esteve apresenta uma espécie de thriller erótico. Mergulhando na trama, porém, o leitor não tarda a perceber a inquietude moral e os questionamentos filosóficos contidos nas entrelinhas do romance. Na história, Javier é um empresário em processo de falência. A crise econômica, porém, é apenas o estopim que leva o protagonista a questionar sua própria visão de mundo, seu casamento, já em ruínas, e sua relação com a filha. Uma noite, em busca de uma experiência diferente, Javier acaba descobrindo uma espécie de entidade que visa a perpetuar o espírito libertino do marquês de Sade e a partir daí se vê envolvido num jogo sensual e perigoso movido a práticas sexuais extremas.

Brasileirismos – Além do jornalismo, aquém da antropologia e quase ficção, de Roberto DaMatta –Coletânea de crônicas publicadas na imprensa por Roberto DaMatta, Brasileirismos traz mais de uma centena de textos que perpassam de grandes questões nacionais a singelas reminiscências, unindo o olhar aguçado do antropólogo, um dos principais representantes da segunda geração de intérpretes do Brasil, com a bagagem pessoal do autor. Em textos despretensiosos e salpicados de humor, DaMatta parte de situações e aspectos do cotidiano, como o cenário político, o futebol, as relações familiares e sociais, sempre provocando reflexões que vão além do texto jornalístico, de forma acessível para o grande público.

Na dobra do dia, de Marcelo Moutinho – Em seus 450 anos, o Rio de Janeiro é cenário primordial para Na dobra do dia, primeiro livro de crônicas do carioca Marcelo Moutinho, autor de elogiados volumes de contos. Dividido em duas partes – “Pequenos amores da armadilha terrestre” e “As ruas pensam”, frases retiradas de Paulo Mendes Campos e João do Rio, respectivamente, que revelam a tradição a que se filia o autor – Moutinho persegue as miudezas do dia a dia da cidade e de seus personagens. São textos cheios de lirismo e assombro, mas também de um humor fino e surpreendente, forjado na descontração dos bares e na perspicácia dos sambas antigos. Páginas onde a leveza é só disfarce, a revelar: é nas cenas inusitadas, fiapos quase invisíveis na trama da cidade, que pulsa a matéria densa da literatura.

Lançamentos Bicicleta Amarela:

o novo selo de bem-estar da Rocco.

Detox de 10 dias – Como os sucos verdes limpam o seu organismo e emagrecem, JJ Smith – Nutricionista especializada em programas de perda de peso, JJ Smith propõe uma dieta à base de sucos capaz de acionar o processo de perda de peso, aumentar o nível de energia e melhorar a disposição física e psicológica em Detox de 10 dias. Capaz de agradar ao mais exigente dos paladares, o livro traz mais de 100 receitas que ajudam a pôr em prática um estilo de vida mais saudável. Afinal, segundo a autora, ao utilizar os supernutrientes das folhas verde-escuras, os sucos verdes satisfazem as necessidades nutricionais de uma forma equilibrada e saborosa.

Sem coleira – A vida secreta dos cães, de Rupert Fawcett – E se os cachorros falassem? Em Sem coleira, o cartunista Rupert Fawcett dá voz aos cães em uma série de histórias em quadrinhos, flagrantes que divertem tanto os apaixonados por animais de estimação como os que não os possuem, mas são curiosos em relação a eles. Não importa o tamanho ou a raça, as tirinhas mostram os pensamentos caninos de forma bem-humorada em atitudes corriqueiras como marcar território, sair para um passeio, brincar, pedir carinho ou simplesmente ficar parado dentro de casa. O autor mostra ainda como os cachorros se relacionam entre eles, a interação com os donos e as estratégias muitas vezes “maquiavélicas” para chamar a atenção ou conquistar espaço. Impossível não se divertir e emocionar com as simpáticas “bolas de pelo” retratadas com sensibilidade em Sem coleira.

Lançamentos Fábrica231

Desperdiçando Rima, de Karina Buhr – Música, poesia, cartas, recados, bilhetes, crônicas e desenhos. É dessa mistura que nasce Desperdiçando rima, livro de estreia de Karina Buhr, lançamento do Fábrica 231, selo de entretenimento da Rocco. Com uma carreira consolidada na música, a cantora baiana que surgiu no cenário alternativo do Recife, vive em São Paulo e ganhou o Brasil com seu estilo forte e emblemático, mergulha nas letras, sem pretensão, para falar de amores, desilusões, refletir sobre a vida e o tempo, olhar para dentro e para o outro. Em meio aos textos, desenhos nos quais a figura feminina se destaca. Diferentemente do que o título sugere, Desperdiçando rima faz bom uso das palavras, deixando a critério de quem lê escolher a ordem de saborear uma apetitosa “sopinha de letras”, como define a autora.
Eu, S.A. – Construa um exército de um homem só, liberte seu deus interior (do rock) e vença na vida e nos negócios, de Gene Simmons – Vocalista, baixista e cofundador da banda Kiss, Gene Simmons apresenta Eu, S.A. – Construa um exército de um homem só, liberte seu deus interior (do rock) e vença na vida e nos negócios, seu manual para o sucesso que chega às prateleiras pelo selo Fábrica231. Mais do que um artista talentoso, Simmons é um típico self made man e um empreendedor à frente de uma gama de negócios que vão de uma gravadora a uma rede de restaurantes, e a cabeça por trás da carreira de sucesso da banda, que soma quatro décadas de estrada e mais de 100 milhões de CDs e DVDs vendidos, além de produtos de merchandising.