Avaliação

Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e o vasto domínio em que eles descansam é o Arquivo. Mackenzie Bishop é uma implacável Guardiã, cuja tarefa é impedir Histórias – geralmente violentas – de acordar e fugir do Arquivo.

8
Nota

Olá!

Confira a resenha de A guardiã de Histórias, da autora Victoria Schwab, publicado pela Bertrand.

Série The Archived

1- A Guardiã de Histórias – The Archived;
2 -The Unbound 2014)
2,5 -Leave the Window Open ( 2015)
3- The Returned (sem data ainda)

Com uma história interessante e envolvente , a autora nos revela o mundo e a mitologia de A Guardiã de Histórias. Mundo esse dividido em três territórios. Exterior, onde se vive, Arquivo onde se armazenam as histórias e Estreitos, a transição entre os outros dois.

Quando alguém morre, sua História é armazenada no Arquivo, como se a pessoa estive ali conservada. Nesses Arquivos , trabalham os Bibliotecários, que protegem essas Histórias, mas as vezes elas “escapam”e os Guardiões devem devolvê-las para o Arquivo, mas se elas escapam para o mundo Exterior, aí a Equipe que as leva de volta.

Pode ser que no início tudo pareça meio confuso, mas aos pouco o leitor se orienta. E antes que perceba, estará totalmente imerso no mundo de Mackenzie.

Mac é forte, é inteligente, determinada e engenhosa. Mas tem defeitos, tenta sempre melhorar, mas toma algumas decisões ruins. Por conta do próprio treinamento, tudo muito secreto, acabou não pedindo ajuda quando precisou. Ignorou seus instintos de tão fechada que se tornou. Mas dá para entender o porque dela fazer as coisas que fez, há um sentido. Uma personagem bem escrita, e humana, numa história recheada de elementos fantásticos, mas que a torna crível.

E há Wes. Apesar de indícios de um romance entre ele e a Mac, a autora não desenvolve esse caminho, ele é muito mais que um interesse amoroso. Wesley tem suas próprias lutas e complexidade. Sua abordagem é diferente de Mac, e apesar dela ser a heroína da trama, Wes também tem seus momentos.

Com narrativa em primeira pessoa, de Mackenzie, vemos a magia que acontece ali nos Arquivos e a autora criando uma trama bem original, com desenrolar muito interessante.

A todo momento você vai tendo uma nova perspectiva sobre o mundo criado pela autora e novos questionamentos vão surgindo.

Victoria Schwab prende o leitor, dando informações suficientes, mas não tudo, fazendo com que o leitor continue se questionando, – E agora? São pequenos detalhes tecidos no início que podem ou não ter importância lá na frente, mas aí acontece uma reviravolta e não era bem aquilo.

Um YA gostoso de se ler, com diagramação agradável à leitura.

CAPA, FICHA TÉCNICA, SINOPSE

guardia

 

A Guardiã de Histórias

The Archived

Victoria Schwab

ISBN: 9788528620566
Editora: Bertrand Brasil
Número de páginas: 322
Encadernação: Brochura
Formato: 16 x 23 cm
Edição: 2016
Tradução: Daniel Estil

SINOPSE

Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e o vasto domínio em que eles descansam é o Arquivo. Mackenzie Bishop é uma implacável Guardiã, cuja tarefa é impedir Histórias – geralmente violentas – de acordar e fugir do Arquivo. Naqueles domínios, os mortos jamais devem ser perturbados, mas alguém parece estar, deliberadamente, alterando Histórias e apagando seus trechos essenciais. A menos que Mac consiga juntar as peças restantes, o próprio Arquivo sofrerá as consequências.

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez

 

Compre o livro em

Saraiva

Submarino

Amazon