Avaliação

Um belo livro que encanta com a história, belas ilustrações e que toca o coração.

9
Nota

Olá

Confira a resenha do livro Pax, da autora Sara Pennypacker, publicado pela Intrínseca. #SemanaPax

Caso tenha se emocionado com a raposa e O pequeno príncipe, prepare seu coração e os lencinhos. Eu, particularmente, tenho um fraco por animais 🙂

Pax é uma bela história atemporal, contemporânea, ilustrada por Jon Klassen, que mostra o laço de amizade entre um garotinho de 12 anos e e uma raposa.

Pouco tempo após morte de sua mãe, Peter encontra uma raposa que fora atropelada por um carro e resgata o filhotinho sobrevivente, dando o nome de Pax.

Os dois criam uma forte ligação, até que o pai de Peter tem de ir a guerra. Peter deverá morar na casa do avô e seu pai faz com que deixe Pax na floresta para que volte a ser um animal “selvagem”.

“Pax sentia fome e frio, mas o que o despertou foi a necessidade de abrigo. Piscou uma vez e recuou um pouco. Ao contrário do que imaginara, o que havia atrás não eram as barras firmes do seu cercado, pois cedeu facilmente, com estalos secos. Quando se virou, deparou-se com o canteiro de asclépias secas onde havia se aninhado algumas horas antes.

Gritou por Peter, mas então lembrou: seu menino tinha ido embora.”

Porém o amor que os une é tão forte que estão determinados a se reencontrarem, e com isso uma perigosa jornada se inicia.

Muitas coisas ruins acontecem desde a morte da mãe de Peter. Mas nessa guerra que vai destruindo tudo pela frente , há cenas bem fortes, como a cena do carro se afastando e ao abandonar a raposinha Pax a deixando desnorteada, ou a do campo minado…

A história se passa em um país sem nome, traz mensagens positivas sobre autoconhecimento, fazer o que é certo e o melhor para consertar o que fez errado, amor, lealdade, amizade.

O mundo de Peter e Pax, seus obstáculos, e perigos ao longo de seus caminhos são retratados através de capítulos em vozes alternadas.

A autora consegue tocar o coração do leitor, as personagens vivem paralelamente sua busca e autoconhecimento, por um lado Pax a raposinha domesticada encontrando o lado selvagem, por outro o garotinho amadurecendo e até encontrando o amor que pai não demonstrara.

“Peter deixou o pai abraçá-lo. Durante tantos anos ele quisera se sentir dentro daquele círculo de amor e proteção…”

Um belo livro que encanta com a história, belas ilustrações e que toca o coração. Recomendo

Visite o Hotsite

Download de um trecho

Capa, ficha técnica, sinopse

pax

PAX

Pax

Sara Pennypacker

ISBN: 9788551000229
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 288
Encadernação: Capa dura
Formato: 16 X 23 cm
Ano Edição: 2016
Tradução:Regiane Winarski

Sinopse

Peter e sua raposa são inseparáveis desde que ele a resgatou, órfã, ainda filhote. Um dia, o inimaginável acontece: o pai do menino vai servir na guerra, e o obriga a devolver Pax à natureza. Ao chegar à distante casa do avô, onde passará a morar, Peter reconhece que não está onde deveria: seu verdadeiro lugar é ao lado de Pax. Movido por amor, lealdade e culpa, ele parte em uma jornada solitária de quase quinhentos quilômetros para reencontrar sua raposa, apesar da guerra que se aproxima. Enquanto isso, mesmo sem desistir de esperar por seu menino, Pax embarca em suas próprias aventuras e descobertas.Alternando perspectivas para mostrar os caminhos paralelos dos dois personagens centrais, Pax expõe o desenvolvimento do menino em sua tentativa de enfrentar a ferocidade herdada pelo pai, enquanto a raposa, domesticada, segue o caminho contrário, de explorar sua natureza selvagem. Um romance atemporal e para todas as idades, que aborda relações familiares, a relação do homem com o ambiente e os perigos que carregamos dentro de nós mesmos.

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez