Olá

Confira  a resenha do livro A menina dos olhos molhados,  da autora Marina Carvalho, publicado pela Globo ALT.

Bernardo é um bom jornalista  que trabalha na Folha de Minas. Atua na área investigativa. Tem uma vida corrida entre o trabalho de campo e a elaboração das reportagens. Faz seu trabalho solitário por não gostar de atuar em equipe.

Tudo vai bem até que ele recebe a incumbência de orientar uma estagiária indicada pelo diretor do Jornal. Seu nome é Rafaela, uma estudante de Jornalismo de 21 anos, bonita, teimosa e estabanada. Os dois vivem às turras, mas, apesar dos desencontros, pode-se observar como funciona a rotina do Jornal, bem como o difícil trabalho que eles desenvolvem em campo.

Bernardo faz de tudo para irritar a estudante que, não se dando por vencida, se posiciona com seu ponto de vista ante as críticas e ironias de seu “tutelar”.

Bernardo tem um comportamento esdrúxulo em relação às mulheres que vai sendo revelado no início de cada capítulo do livro.  Ele desenvolveu esse escudo para lidar com as mulheres por conta de um amor fracassado. Então não pretende abrir seu coração para mais ninguém.

Bernardo é muito capaz, mas arrogante. Diz a ela que não sabe trabalhar em equipe, mas Rafaela gosta muito do que faz e, aos poucos, com seu trabalho primoroso, acaba rompendo a máscara de Bernardo.

Embora, as muitas trocas de farpas, ela o acompanha às entrevistas, casos de assassinato, coletivas de imprensa.

Ela interfere no seu trabalho e o tira de sua zona de conforto. Ele começa a perceber a boa qualidade do trabalho dela.

Apesar da frustração do passado, não estaria Bernardo apto a abrir mão de seu preconceito sobre as mulheres, para visualizar novos horizontes sentimentais?

Capa, ficha técnica, sinopse

A menina dos olhos molhados

Marina Carvalho

ISBN:9788525062079
Editora: Globo ALT
Número de páginas: 296
Encadernação: brochura
Formato: 14 X 21 cm
Ano Edição: 2016

Sinopse

Bernardo é um excelente jornalista e suas matérias investigativas são sempre muito elogiadas. Ele só tem uma limitação: odeia trabalhar em equipe. Uma grande decepção amorosa fez com que ele se tornasse fechado e antipático. Por isso a incumbência de levar Rafaela, a nova estagiária do jornal onde trabalha, para todos os lugares, pode parecer a receita certa para uma desgraça. Mas, com o passar dos dias, Bernardo e Rafaela descobrirão que têm muito mais em comum do que a paixão pelo jornalismo.

Boa leitura

See ya

Rosana Gutierrez

PS.  leia também a resenha de Azul da Cor do mar