Stan Lee


Stan Lee
Foto: The Independent
Stan Lee
Photo by Jonathan Alcorn/Bloomberg via Getty Images

Stan Lee não lançou teias sobre os arranha-céus de Nova Iorque. Também não evocou trovões com seu martelo, ou se transformou em fera. Esqueçam ainda as armaduras ultra-tecnológicas, poderes sensitivos ou domínio do mundo místico. Também não foi rei de Wakanda, não diminuiu de tamanho, não esticou, não pegou fogo, não liderou um grupo de desajustados rejeitos por uma sociedade preconceituosa, e nem vingou o Planeta Terra. De fato, não. Ele foi maior.

 

AP Photo/File

Se as histórias de super-heróis são apenas grandes alegorias sobre justiça, foi ele, que, durante 80 anos, criou incontáveis personagens, que, cada um a seu modo, cada um com uma abordagem, cada um com poder, lutaram sem medir esforços em nome do que julgavam certo. Dizem que no trabalho criativo, o produto nada mais é do que um retrato do autor. Pois que belíssimo retrato Stan Lee pintou de si mesmo. A luta incessante de seus heróis pela justiça era a sua também.  O bilionário que deixou o comércio de armas para proteger os inocentes, o adolescente que deixou as festas e garotas, o advogado idealista, o deus que desce à Terra, o mago, o rei… Cada um, tão diferente do outro, que fez a sua parte; como o próprio Stan, que no racista Estados Unidos dos anos sessenta criou a mais perfeita representação desse problema através dos X-men. Não, ele não foi um herói, mas foi quem nos permitiu sonhar com eles e vez por outra visitar o senso de justiça que às vezes nos escapa.

stan lee
Premiere Of Disney And Marvel Studios’ “Doctor Strange” on October 20, 2016 in Hollywood, California.
stan lee
AP Photo/Nick Ut, File

Adeus, Stan. Obrigado pelo Homem-Aranha, Thor, Hulk, Homem de Ferro, Demolidor, Dr. Estranho, Pantera Negra, Homem-Formiga, Vespa, Viúva Negra, Quarteto Fantástico, X-men, Vingadores… Feliz que você pôde ver seu império sair dos quadrinhos e dominar também as telas de cinema!

img-9gag-fun.9cache.com

Previous Bohemian Rhapsody #filme
Next Megan Maxwell - Sempre a encontrarei @planetalivrosbr #resenha

2 Comments

  1. Olá, Diego.
    Foi com grande pesar que recebi a notícia da morte desse grande homem.
    Por mais que a gente soubesse que ele já estava velhinho, sempre rolava aquela esperança de que ele fosse meio Wolverine!
    Beijos
    Camis

  2. Sandra Regina Araujo Rivaldo
    13/11/2018

    Lindo texto. Parabéns

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)