Esses episódios últimos me deram uma sensação de que parece que estão fazendo um corte nas despesas da série e portanto resolveram matar gente a rodo, se pensar que perdemos N° 1, N° 2, N° 3, Terry, Nora e o Governador. As meio fadas não tinham tanta utilidade assim para a série a não ser servir de banco de sangue de fada para os vampiros da série e Terry como não tinha tanto impacto para trama relevante alguma desde o bebê com encosto, mas ainda achei exagero matar o veterano. Nora eu ainda estou me perguntando se gostei da morte ou não, o que tenho certeza que achei foi que deveriam ter abreviado boa parte do sofrimento porque já estava obvio que ela iria morrer e só ficou naquela lenga lenga chata, ok foi fofa a cena dela morrendo mas de resto tudo muito arrastado e desnecessário.

 

A morte do Governador nos mostra mais uma faceta de Sara Newlin, que além de ser menininha mimada, odiar vampiros, ser uma devota fervorosa agora ainda é uma genial chantagista de um Senador dos EUA! A mulher quer continuar os planos do Governador escondendo de todos que o homem morreu e ela agora é ‘sua substituta’, e nisso sobra mesmo é para a representante da empresa que produz o Tru Blood que descobre que estão batizando o sangue sintético e é perseguida por Sarah. Estou pensando numa morte memorável em True Blood mas não estou lembrando de nenhuma que supere ter o crânio perfurado por um salto agulha, parece até coisa de filme!

 

Ainda no Campo de Concentração temos Pam usando toda sua sensualidade para manipular o psiquiatra e conseguir sair da solitária e se juntar a Willa e Tara na geral feminina.  O resto do pessoal lá no Campo não teve muita relevância no episódio que foi totalmente de Sarah! Um ponto: desde que Jessica resolveu drenar N° 1, N° 2, N°3 e N° 4 ela está bem chata, é o bêbado chato da turma. Jason em toda sua sabedoria levanta a possibilidade de ela estar sofrendo de Síndrome de Estocolmo! O cara é gênio!!!

 

Depois da season passada eu estava sentindo falta de ver Eric e Bill unindo forças, coisa que achei que não voltaria a acontecer na série depois de Billith, mas nesse episódio pensamos que teremos a volta da dupla. Entretanto a morte de Nora põe fim a dupla que mal reatou. E o novo fim de Eric e Bill é coroado com o primeiro tendo um momento insano onde sai drenando fadas por aí, sobra até para Warlow que estava quieto lá na terra das fadas!

 

Por falar em Warlow, voltamos a ver Bill e Sookie junto quando ele vai ‘pedir’ que Sookie entregue Warlow a ele, o vampifada resolve fazer uma troca com a loira: ele vira doador de filtro solar de vampiro se ela virar vampifada com ele para viverem felizes para sempre juntinhos.

 

Mas aí entra o núcleo mais chato, e de onde deveriam vir os cortes de elenco da série, nele tivemos o sequestro de Nicole e da mãe, de Alcide mostrando que alfa pra ele só no alfabeto grego mesmo e Sam descobrindo que vai ser papai. Única cena que prestou nisso foi a safada da Sookie aparecendo e falando para Sam que mesmo já tendo copulado com todo o elenco masculino da série no fim sempre achou que ia ficar com ele, mas aí ela leva um belo pé na bunda (merecido!) e resolve que é melhor virar vampisafada já que tá perdendo seus homens.