Ana Holanda – Minha mãe fazia #LivrologosGourmet


minha-mae-fazia

Olá!

Confira a resenha de Minha mãe fazia de Ana Holanda.

Sabe aqueles livros que encantam? Esse é um deles.

Cada receita tem por trás dela uma história e a autora deixa claro sua relação de amor.

Dividido em 12 partes, cada uma com conjunto de receitas separados por tema “Receitas que demandam tempo”, “receitas fáceis demais”, “receitas que nos levam para as nossas raízes”.

Cada receita é explicada, tem seus ingredientes e uma bela história. Com certeza você vai se pegar pensando em ir preparar aquela que também toca seu coração. A que te lembre a infância, um fato, uma pessoa, um sentimento.

“Comida pra mim tem o papel de resgatar, pelos aromas e sabores, lembranças queridas e, dessa forma, nos conectar com pessoas que fizeram parte da nossa história, mesmo quando elas não estão mais aqui.”

As receitas foram tiradas do caderno da mãe da autora, que era uma exímia cozinheira e também de seu próprio caderno. Carregadas de afeto e muito reconfortantes.

Entre Beijinho, pão caseiro, sopas, geleias e bolos ao longo das crônicas somos transportados a um mundo cheio de aroma e sabor, que aquece o coração.

A diagramação é agradável à leitura e possui muitas ilustracões que complementam as crônicas de maneira equilibrada. Recomendo!

Capa, ficha técnica, sinopse

minha mae fazia

Minha mãe fazia

Ana Holanda

ISBN:9788568696507
Editora: Rocco – Bicicleta Amarela
Número de páginas: 240
Encadernação: Brochura
Formato: 14 X 21 cm
Ano Edição: 2017

Sinopse

Jornalista com passagem pelas principais redações de revistas do país, Ana Holanda sempre viu a comida não só como alimento para o corpo, mas para a alma. Afinal, quantas histórias, confidências, causos de família e momentos marcantes vivemos em torno de uma mesa posta, ao lado de familiares e amigos, ou mesmo durante o preparo das refeições, em meio à movimentação da cozinha? Em “Minha mãe fazia”, Ana reúne deliciosas receitas que são uma verdadeira viagem aos sabores, aromas e memórias da infância e de toda uma vida, resgatadas em crônicas igualmente saborosas. O projeto, que nasceu no Facebook e ganha agora caprichada edição em livro, reúne receitas que Ana tirou do caderno de sua mãe, exímia cozinheira, e do seu próprio. São pratos do dia a dia, bolos, doces simples, comida sem frescura ou a pretensão de ser gourmet. Nas palavras da autora “comida de mãe, que nos refaz quando a gente precisa, afaga ou acolhe quando o momento pede”. E temperadas com uma escrita afetiva que deixa o leitor com água na boca e o coração leve.

Boa leitura

See ya!

Rosana Gutierrez

Previous Robert Muchamore - Guerra do rock @editorarocco #resenha
Next BASTIDORES LITERÁRIOS - COMO SE TORNAR UM ESCRITOR... PROFISSIONAL?

1 Comment

  1. Susane
    14/06/2017

    Oi
    Adorei a ideia desse livro. Tenho vários cadernos de receitas, e uns são da minha mãe .
    Só de ler a sua resenha já meu aquela saudade das tardes cozinhando para o natal, para aniversários <3

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)