Aquaman – Valeu a espera #filme


Valeu a espera

Finalmente! Setenta e seis anos depois de sua criação e um ano depois de sua primeira aparição no cinema, em Liga da Justiça, o Aquaman ganhou seu primeiro filme; uma das mais ambiciosas e bem trabalhadas produções do gênero, que veio para acabar com o bullying eterno em cima de um herói com rosto inofensivo, que desfilava pelos sete mares em cima de um ridículo cavalo-marinho cor-de-rosa. A mudança estética que se deu primeiro nos quadrinhos ganhou ainda mais força com a escalação do brutamontes Jason Momoa para o papel. Astro de Conan e do seriado Game of Thrones, o ator foi fundamental para que se consolidasse a nova cara do herói no filme que já é um dos grandes acertos da DC Comics no cinema.

Depois de conhecer os outros heróis, Aquaman/Arthur Curry ainda se mantem afastado de Atlântida, protegendo embarcações e populações litorâneas. Porém, a sede de poder de seu meio-irmão (interpretado por Patrick Wilson) e a iminência de uma guerra entre os reinos dos mares e a superfície faz com que Arthur precise conhecer o reino de sua mãe e lutar pela coroa que sempre desprezou. Assim, ajudado pela princesa Mera (Amber Heard) e pelo conselheiro real Vulko (feito pelo excelente Williem Dafoe), Aquaman encara a maior missão de sua vida, para se tornar rei e herói. Num comparativo com a produtora/editora rival, pode-se dizer que Aquaman lembra o Pantera Negra. A temática épica, duelos, reis, tradições, exércitos, risco de guerra, passados mal resolvidos, paraísos escondidos da civilização; apenas a estética diferente.

Falando em estética, aliás, o filme é absolutamente deslumbrante e muito disso se deve a imagens que só ambientes dominados pela água conseguiriam produzir. Impressionantes também as cenas filmadas no que deveria ser o fundo do mar, num excelente trabalho do diretor James Wan (um especialista em filmes de terror) e do elenco. Além dos já citados, destaque para a estrela Nicole Kidman e, se você conseguir encontra-lo, DolphLundgren! Sim, ele mesmo, que, fosse o filme de 30 anos atrás, poderia estar perfeitamente no papel principal!

Pois é, os anos passam, e mais um chegou ao fim para os filmes de super-heróis. Ano que vem estaremos de volta, com Vingadores, Capitã Marvel, Shazam, Fênix Negra, Homem-Aranha… Aguarde!!

Sinopse

Não recomendado para menores de 12 anos

Filho do humano Tom Curry (Temuera Morrison) com a atlante Atlanna (Nicole Kidman), Arthur Curry (Jason Momoa) cresce com a vivência de um humano e as capacidades metahumanas de um atlante. Quando seu irmão Orm (Patrick Wilson) deseja se tornar o Mestre dos Oceanos, subjugando os demais reinos aquáticos para que possa atacar a superfície, cabe a Arthur a tarefa de impedir a guerra iminente. Para tanto, ele recebe a ajuda de Mera (Amber Heard), princesa de um dos reinos, e o apoio de Vulko (Willem Dafoe), que o treinou secretamente desde a adolescência.

Bom divertimento

Previous Guillaume Prévost - Leonardo da Vinci e os sete crimes de Roma @gutenberg_ed #resenha
This is the most recent story.

1 Comment

  1. Oi, Diego.
    Ando meio em falta com os filmes da DC. Não vi nem o Liga da Justiça…
    Mas vou tentar colocar tudo em ordem no começo do ano que vem para não perder mais nenhum no cinema!
    Beijos
    Camis

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)