1917 #filme #cinema


Drama pessoal em meio às trincheiras

Finalmente, e admito que com certo atraso, assisti ao épico de guerra 1917, ganhador de três estatuetas no último Oscar e um dos queridinhos da premiação; pois muito bem: que filme! É certo que a temática de guerra é uma das mais exploradas do cinema e também uma das favoritas da crítica, mas o enfoque quase que integral em um único personagem e os premiados efeitos visuais, responsáveis por um realismo até então inédito para o gênero transformam o que seria mais do mesmo em um drama que nos puxa para dentro da tela, desenvolvendo uma relação íntima com o protagonista e aproximando-nos de suas dores físicas e emocionais.

George MacKay como Schofield

Já no fim da Primeira Guerra Mundial, o cabo Schofield e seu parceiro Tom Blake são incumbidos de viajarem a pé e entregarem uma ordem para cessar um ataque contra os alemães, que, segundo seus superiores, já estavam preparados para a ofensiva, e fariam da mesma um sinal para revidar – e massacrar – os oponentes. A situação que já era dramática por si só, ganhou contornos ainda mais densos quando Blake descobre que o batalhão que seria massacrado seria o de seu irmão mais velho. Assim, os dois amigos partem em uma viagem cheia de riscos para evitar uma tragédia e, quem sabe, voltarem com vida para seus postos.

É interessante observar que o enfoque nos dois jovens protagonistas – e vale destacar a atuação emocionante de George MacKay com Schofield – faz com que uma legião de estrelas do cinema apareça em cenas rápidas, mas abrilhantado, em pequenas doses, o filme: Colin Firth, Benedict Cumberbatch, Richard Madden e Mark Strong podem ter participações pequenas, mas são fundamentais para preencher o relato com peso e veracidade.

Por fim, 1917 é um grande filme de guerra, que cumpre sua função através de um relato emocionado e individualizado, e que bem poderia ter dado o segundo Oscar de direção ou melhor filme para o diretor Sam Mendes.

Ficha técnica, sinopse

1917

Direção Sam Mendes
Distribuição Universal Pictures

Sinopse

Não recomendado para menores de 14 anos

Os cabos Schofield (George MacKay) e Blake (Dean-Charles Chapman) são jovens soldados britânicos durante a Primeira Guerra Mundial. Quando eles são encarregados de uma missão aparentemente impossível, os dois precisam atravessar território inimigo, lutando contra o tempo, para entregar uma mensagem que pode salvar cerca de 1600 colegas de batalhão.

Previous A batalha das correntes #filme
Next Farol #filme

No Comment

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)