Matilda Wrigth – Aposta indecente


Por Valery Ortega

Adoro romances de época. É um dos meus temas preferidos para leitura. Viajo quando estou com livros deste em mãos. Adorei cada linha de Aposta Indecente.

Louis é um marques acostumado a fazer tudo ao seu modo. De  jogos a ter qualquer mulher que queira. Com isto, frequenta mesas de jogos e bordeis, que é onde o livro começa. Ele é acostumado a agir assim, desde sua infância, quando seu pai o levou para esta vida.

Certa noite, ele fica sabendo que um devedor de uma aposta faleceu, e ficou muito feliz, pois tudo que pertencia ao morto seria seu; inclusive as pessoas  ligadas ao falecido e, entre elas, a jovem viúva Catherine Duvernois

O marques mesmo sem querer, sentiu-se atraído pela viúva, e ao mesmo tempo, furioso pois ela o desafia com seu temperamento e orgulho. Sendo assim, ele pensa em enviá-la a um convento. Porém, muda de ideia, pois acha que com sua beleza, seria um total desperdício encarcerá-la. Assim, decide colocá-la em uma de suas propriedades, o Vale do Loire, e torná-la sua amante, porém enquanto Catherine vai se adaptando a sua nova vida, apesar de seu desespero com o futuro incerto, uma armadilha é traçada em Paris para obrigar Louis ao casamento.

Em num baile de máscaras ele conheceu Blanche de Belfort e sua mãe, a Viscondessa de Belfor, e ambas elaboraram a trama para casá-lo com Blanche, mesmo que para isso usassem ardis e artifícios pouco honrosos ” os quais mais tarde o levam a odiá-la”, para conseguirem levá-lo ao altar.

Mas a história tem mais um vilão “que é um nojento”, e a trama terá o seu quê de angústia, um ato de heroísmo à moda antiga e descobriremos uma outra aposta, a que dá nome ao livro. E, apesar do nome sugestivo, é muito sutil. E não apenas isso, os personagens centrais estão em cidades opostas e mal se veem, porém se descobrem apaixonados.

A história do livro é toda ambientada na Paris do século XIX, com uma trama muito bem elaborada e personagens marcantes. Apesar de ter pouco romance, o livro é muito bom.

Só achei que a autora deu uma corrida no final e os personagens principais se descobriram apaixonados muito de repente, pois estavam distantes na maior parte do tempo.

Este livro tem tudo para agradar uma mulher romântica, pois é sobre um homem libertino, e um amor que o leva a mudar e repensar tudo à sua volta!

Capa, ficha técnica, sinopse

matilda

Aposta indecente

Mathilda Wright

ISBN 9789722048514
Editora: Leya Brasil \ Quinta Essência
eBook

Sinopse

Paris, 1854. Um dos homens mais ricos da França, o marquês de Villeclaire tem uma vida luxuosa e despreocupada, onde não falta nada que o dinheiro e a sua posição social possam pagar. Mulheres, jogo, festas, caçadas, palácios…

Mas uma aposta faz com que os destinos de Villeclaire e Catherine Duvernois, uma jovem e misteriosa viúva, se cruzem, numa fase em que uma nuvem negra assombra os dias do belo marquês, prestes a casar, contra sua vontade, com Blanche de Belfort.

A vida de Louis de Villaclaire desmorona-se…

Quem é Catherine Duvernois? E Blanche de Belfort? Alguém está mentindo. Mas quem? Por quê? A resposta mudará para sempre o futuro destas três personagens.

Um romance arrebatador, que se desenrola entre os sofisticados salões da aristocracia parisiense e as deslumbrantes paisagens do vale do Loire, levando os leitores numa viagem inesquecível por cenários de sonho, durante o reinado do Imperador Napoleão III.

 

Sobre a autora:

MATHILDA WRIGHT nasceu em Londres, em 1968. Estudou Literatura Inglesa em Cambridge e vive com o marido na região de Cúmbria, no norte da Inglaterra, onde criam cavalos. Têm

quatro filhos que, de vez em quando, também vivem na mesma casa.

Boa Leitura.

See ya!

Previous The Big Bang Theory - The Fish Guts Displacement
Next Sophie Kinsella - Fiquei com Seu Número

2 Comments

  1. Avatar
    26/08/2013

    Acho bem interessante esse tipo de livro. Normalmente são bem escritos, com uma escrita rebuscada e rica em detalhes. Mas não são o meu tipo favorito de livros. Talvez para um trabalho escolar ou algo assim, mas para lazer prefiro outros gêneros.

    Abraços!

  2. Avatar
    Mônica Oliveira
    20/08/2013

    Oi, então livros de época não é mesmo meu forte..Não consigo ler…acho que se tivesse nascido naquela época seria uma daquelas mulheres feministas sabe ? kkkkk
    A leitura parece ser mesmo BEM do tipo de romance florzinha , com homens “libertinos” viúvas…mulheres que tem que mudar quem são.. Para quem gosta desse tipo de leitura é mais do que recomendado.

Deixe um comentário! Quero saber o que achou do texto ;)